Você já se deparou com cabo de neutro sendo seccionado por um disjuntor? Muitos eletricistas falam que é proibido interromper o cabo neutro, mas é possível seccionar o neutro com disjuntor tetrapolar. Neste artigo vamos mostrar o que a norma NBR 5410 fala sobre cabo de neutro seccionado.

Disjuntor Tetrapolar

O disjuntor é um dispositivo de proteção, que tem a função de desarmar quando é identificada uma corrente elétrica de curto-circuito ou sobrecarga, sendo fundamental para evitar acidentes e danos nos cabos.

Existem diversos modelos e tipos de disjuntores como por exemplo o monopolar, utilizado em instalações e circuitos que possuem apenas uma única fase, bipolar usado em circuitos ou instalações com duas fases, tripolar indicado para instalações e circuitos com três fases e por último o tetrapolar para instalações e circuito com três fase e um neutro.

O disjuntor tetrapolar possui quatro polos permitindo que o cabo neutro seja seccionado. A grande dúvida dos eletricistas é se pode ou não seccionar o cabo neutro, pois os demais disjuntores não permitem o seccionamento do cabo neutro.

O disjuntor tetrapolar possui quatro polos permitindo que o cabo neutro seja seccionado.

Disjuntor tetrapolar, três fases e um neutro.

Neutro no disjuntor

Para saber se podemos seccionar o cabo de neutro devemos sempre consultar a norma NBR 5410. A norma NBR 5410 tem uma parte que fala sobre a proteção para o cabo de neutro, a partir do item 5.3.2.2. Existem casos onde o neutro tem de ser protegido contra sobrecorrente e isso tem um pouco a ver com o sistema de aterramento.

Para os casos de aterramento TT e TN, o item 5.3.2.2.1.1 fala que: Quando a seção do condutor neutro for pelo menos igual ou equivalente à dos condutores de fase, não é necessário prever detecção de sobrecorrente no condutor neutro, nem dispositivo de seccionamento nesse condutor.

Não é necessário prever detecção de sobrecorrente condutor neutro.

Seção do condutor neutro for igual ou equivalente dos condutores de fase.

Esse é o caso mais comum e por causa do item 5.3.2.2.1.1 que a maioria dos profissionais do Mundo da Elétrica entendem que não precisa ser usado disjuntor para o neutro. No item é usada a frase “não é necessário”, ou seja, esta frase não obriga e não proíbe o uso de disjuntor para o neutro.

O item seguinte na norma NBR 5410, o 5.3.2.2.1.2 fala que: Quando a seção do condutor neutro for inferior à dos condutores de fase, é necessário prever a detecção de sobrecorrente no condutor neutro, adequada à seção deste condutor.

É necessário prever a detecção de sobrecorrente no condutor neutro.

Seção do condutor neutro for inferior à dos condutores de fase.

Estes casos são bem específicos, normalmente usados em áreas industriais e nesses casos é obrigatório o uso de disjuntor que faça o seccionamento do neutro.

A norma ainda fala uma coisa muito importante no item 5.3.2.3 que trata do seccionamento e fechamento do condutor neutro, neste item a norma fala que: Quando exigido o seccionamento do condutor neutro, as operações de abertura e fechamento dos circuitos correspondentes devem ser de modo a garantir que o condutor neutro não seja seccionado antes nem restabelecido após os condutores de fase.

O neutro interrompido pode fazer com que as tomadas apresentem tensão maior.

Seccionamento e fechamento do condutor neutro.

O item 5.3.2.3 foi colocado exatamente, porque caso ocorra um tempo de fechamento ou abertura diferente entre os cabos de fase e neutro, pode ocorrer o que chamamos de neutro interrompido. O neutro interrompido pode fazer com que as tomadas apresentem tensão maior do que deveriam, podendo causar graves acidentes ou até mesmo queimar os equipamentos.

Disjuntor Tetrapolar – Quando utilizar

Muitos eletricistas pensam que o disjuntor tetrapolar é usado apenas para comandos elétricos, mas não! Os disjuntores tetrapolares podem ser utilizados para montagem de QTA’s que são quadros de transferência automática entre rede e gerador.

Geração de energia solar ou a eólica, QTA's são utilizados os disjuntores tetrapolar.

QTA’s, quadros de transferência automática entre rede e gerador.

Nos QTA’s o neutro da rede elétrica deve ser desconectado para a entrada do neutro do gerador, este é um caso onde tanto as fases quanto o neutro para potência são seccionados. Nos sistemas de geração de energia como a solar ou a eólica, nos quadros de transferência também são utilizados os disjuntores tetrapolar.

Neste vídeo do canal Mundo da Elétrica, mostramos porque escolhemos um disjuntor tetrapolar como geral para o QDC.

No site e no canal do Mundo da Elétrica estão repletos de conteúdos, sendo assim fique à vontade para acessar os artigos e vídeos relacionados ao assunto. Caso tenha ficado alguma dúvida ou curiosidade sobre o tema deixe nos comentários que iremos responder!

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

2 comentários para “Neutro no disjuntor, pode ou não?”

  1. Antonio Carlos

    Muito tempo que tinha esta dúvida, e agora vocês do Mundo da Elétrica me ajudou a resolver! Muito obrigado! Me considero um eletricista das antigas, mas depois que conheci o MUNDO da ELÉTRICA venho crescendo muito na minha atualização. Vocês estão de parabéns!

    Responder
    • Equipe Mundo da Elétrica

      Obrigado por nos prestigiar Antonio!

      Responder

Deixe um comentário para Antonio Carlos

  • (não será divulgado)