Sabemos que ainda é extremamente comum não existir esquema de aterramento elétrico nas instalações elétrica das residências, que é um erro grave cometido pelos eletricistas e proprietários das residências, sendo que os principais motivos para não fazer um sistema de aterramento é para “economizar” dinheiro ou por falta de conhecimento. Segundo a norma NBR-5410 é obrigatório o uso do esquema de aterramento nas propriedades e por este motivo vamos mostrar como fazer um esquema de aterramento para sua propriedade e explicar um pouco sobre esquemas de aterramentos.

O que é aterramento elétrico?

Aterramento elétrico tem como função deixar toda a instalações elétricas e os equipamentos elétricos e eletrônicos sobre o mesmo potencial elétrico, de modo que a diferença de potencial entre o aterramento e o equipamento seja mais próxima possível de zero. Uma das funções do aterramento é escoar cargas de fuga, para que nos momentos em que as máquinas e equipamentos elétricos estejam sendo operada e ao realizar uma manutenção, o operador ou profissional da área não se submeta às descargas elétricas destes equipamentos, seja por corrente de fuga, que está indo para a massa ou por descarga eletrostática.

Tipos de aterramento elétrico

Existem vários tipos de aterramentos como por exemplo, TN, TN-C, TN-S, TN-C-S, TT e IT, é usada diferentes letras para classificação dos esquemas de aterramento elétrico.

A primeira letra indica situação da alimentação em relação à terra:

  • T = Um ponto diretamente aterrado como por exemplo, as hastes de aterramento.
  • I = Isolação de todas as partes vivas em relação à terra ou aterramento de um ponto através de impedância.

A segunda letra indica situação das massas da instalação elétrica em relação à terra:

  • T = Massas diretamente aterradas, independentemente do aterramento eventual de um ponto da alimentação.
  • N = Massas ligadas ao ponto da alimentação aterrado (em corrente alternada, o ponto aterrado é normalmente o ponto neutro).

Outras letras (eventuais), disposição do condutor neutro e do condutor de proteção:

  • S = Funções de neutro e de proteção asseguradas por condutores distintos.
  • C = Funções de neutro e de proteção combinadas em um único condutor (condutor PEN).

Esquema de aterramento TN

O esquema TN possui um ponto diretamente aterrado, sendo as massas ligadas ao ponto de alimentação aterrado, de maneira com que o ponto de alimentação aterrado normalmente é o ponto neutro.
O esquema TN possui três variações de esquema de aterramento como por exemplo, TN-C, TN-S e TN-C-S, cada variação vai depender da disposição do condutor neutro e do condutor de proteção (PE).

Esquema TN-S, o condutor neutro e o condutor de proteção são distintos.

Esquema TN-C-S, em parte do qual as funções de neutro e de proteção são combinadas em um único condutor.

Esquema TN-C, no qual as funções de neutro e de proteção são combinadas em um único condutor, na totalidade do esquema (PEN).

Esquema de aterramento TT

Este esquema é considerado o mais eficaz entre os esquemas de aterramento pois, cada equipamentos elétricos e eletrônicos possui sua próprio haste de aterramento. O neutro é aterrado separadamente dos equipamentos elétricos e eletrônicos e segue até os equipamentos.

Esquema de aterramento IT

O esquema de aterramento IT é parecido com o TT, porém o aterramento dos equipamentos elétricos e eletrônicos é realizado através de uma impedância com um valor elevado, todas as partes vivas são isoladas da terra e aterrado através de uma impedância.

Como fazer esquema de aterramento elétrico TN-C-S?

Para fazer um aterramento conforme à norma NBR-5410, é preciso contratar um eletricista que tenha conhecimento na área, pois é necessário um amplo conhecimento para fazer aterramento elétrico eficaz e de ferramentas adequadas como por exemplo, o terrômetro que é usado para medir a resistência do aterramento. A ajuda de um profissional capacitado é de extrema importância, para informar qual é o melhor esquema de aterramento para sua residência, quantas hastes de aterramento devem ser usadas no aterramento e quais materiais elétricos são necessários para fazer o aterramento.

Primeiro passo, escolha um local adequando para instalada a haste de aterramento. Após a escolha do local  aonde a haste de aterramento será instalada, faça uma pequena escavação no solo para inserir a caixa de inspeção.

A haste de aterramento tem que ser introduzida no solo, para isso marque o meio da caixa de inspeção e em seguida insira a haste no solo até a altura média da caixa de inspeção, deixando uma sobra acima da terra para conexão do condutor de proteção na haste.

Faça uma vala da caixa de inspeção até a parede onde se localiza a caixa de passagem do medidor da concessionária ( se não existir eletroduto para a passagem do condutor de proteção é preciso instalar novos eletrodutos), a vala deve ter a profundidade necessária para encaixar o eletroduto de PVC no furo da parede da caixa de inspeção, após a instalação do eletroduto na vala cubra o mesmo com terra.

Quais materiais é preciso para fazer aterramento?

Materiais para fazer aterramento elétrico.

Em seguida passe o condutor de proteção pelo eletroduto saído da caixa de passagem até a haste, para isso usamos o conector da haste de aterramento para a conexão entre o condutor de proteção e a haste.

Após realizar todo esse processo, desligue o disjuntor do medidor para interligar o aterramento no neutro que se encontra na caixa de passagem próxima ao medidor, tire a isolação já existente, decape o condutor de proteção é faça a conexão com o neutro em e seguida isole novamente.

Aterramento no neutro.

Conexão do condutor de proteção no condutor neutro.

Com esquema de aterramento TN-C-S o condutor de proteção e combinado com o neutro (PEN), então não vai ser preciso passar o condutor de proteção até o quadro de distribuição. O condutor PEN deve ser derivado para o barramento de aterramento no QDC. No esquema de aterramento elétrico TN-C-S não é preciso usar DPS no neutro, pois o neutro já estar aterrado na haste de aterramento.

Emenda do neutro para o barramento de terra.

Derivação no condutor PEN para barramento de aterramento.

Depois de derivar o condutor PEN para o barramento de aterramento leve o condutor de proteção para os circuitos, como por exemplo chuveiro, tomada e micro-ondas. Faça uma verificação de segurança pela sua instalação elétrica, certifique que todas as emendas estão isoladas, após isso ligue novamente o disjuntor do medidor.

Fio terra para os circuitos.

Divisão do aterramento para os circuitos.

Você já tomou choque elétrico na torneira do chuveiro? Isso pode ocorrer por falta de aterramento elétrico no circuito do chuveiro. O aterramento é fundamental para as instalações elétrica das resistência, para escoar fugas de corrente ou tensão de equipamentos elétricos e eletrônicos. Neste vídeo do canal Mundo da Elétrica mostra como fazer o aterramento elétrico no circuito do chuveiro de forma correta.

O aterramento elétrico deixa muitos eletricista em dúvida e no site do Mundo da Elétrica está cheio de conteúdo sobre aterramento, fique a vontade para conferir outros artigos. Qualquer dúvida ou curiosidade deixe nos comentários que iremos responder!

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

8 comentários para “Como fazer esquema de aterramento elétrico TN-C-S?”

  1. Delio da Rocha Saraiva

    Muito bom gostei muito

    Responder
  2. Sergio

    Muito bom tinha esquecido de tudo isso Grato!

    Responder
    • Equipe Mundo da Elétrica

      Valeu Sérgio!

      Responder
  3. Eronildo Elias

    Legal adorei

    Responder
    • Equipe Mundo da Elétrica

      Valeu Eronildo!

      Responder
  4. Wellington Jose Silva

    Fiz o aterramento do neutro no padrão de entrada e do padrão de entrada levei esse terra é o neutro separados cabos de 16mm ( não é um TNC-S) visto que apenas fiz a interligação na entrada mas seguem separados acho que deve ser TNS, no QDC estão separados cada um no seu barramento e seguem para os equipamentos. O registto do chuveiro está dando choquinhos mesmo assim.

    Responder
    • Equipe Mundo da Elétrica

      Wellington, você fez os testes com o Terrômetro?

      Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)