Hoje em dia a economia de energia, o conforto e a beleza da utilização da eletricidade são os principais pontos levados em consideração em uma instalação elétrica, além é claro da autonomia. E na luminotécnica, todos esses pontos são possíveis através da dimerização de lâmpadas! Uma lâmpada dimerizável é a melhor opção para o conforto e a decoração em um circuito de iluminação.

Porém, como a maioria das lâmpadas atualmente são lâmpadas de LED, surgiram algumas dúvidas. Será que existe uma lâmpada LED dimerizável? O dimmer para LED funciona? Uma iluminação LED dimerizável é eficiente e econômica? Neste artigo o Mundo da Elétrica vai responder todas essas perguntas, além de falar sobre a lâmpada LED dimerizável e ensinar como fazer a dimerização de lâmpadas. Vamos lá pessoal!

Dimerização de Lâmpadas: O que é?

A dimerização na área luminotécnica é um processo onde a intensidade da luz é controlada através de um dispositivo de controle chamado dimmer.

O dimmer é um dispositivo eletroeletrônico. Ele é conhecido como variador da luminosidade e seus modelos atuais funcionam basicamente fazendo um “chaveamento do circuito”, com o objetivo de reduzir o fluxo da energia total. Ele funciona através da modulação por largura de pulso (PWM).

Dimerização de Lâmpadas LED: Vale a pena?

Como algumas pessoas sabem, a lâmpada LED é uma opção bem mais vantajosa em relação às outras em economia de energia e luminosidade. A lâmpada dimerizável de LED veio para inovar essas vantagens, pois oferece três principais benefícios além da automação.

O dimmer para LED é uma opção que aumenta ainda mais a economia de energia, pois os modelos mais novos são mais eficientes, e não consomem toda a potência que as lâmpadas pedem, o que faz uma real diferença no gasto total da energia do circuito de iluminação.

Além desse benefício, a dimerização oferece um conforto visual que é muito útil, pois a possibilidade de adequar a luminosidade do ambiente pode ajudar em diversas situações.

Veja como é confortável uma regulação de luz.

O conforto com a Dimerização de Lâmpadas é incrível!

A flexibilidade decorativa da lâmpada LED dimerizável também é um ponto importante. O objetivo da automação é melhorar cada vez mais o ambiente de uma instalação elétrica. Sendo assim, os diversos modelos e temperaturas de cor da lâmpada LED dimerizável possibilitam uma vasta opção de decoração, o que deixa o ambiente muito melhor!

Dimerização de Lâmpadas: Como fazer?

O processo de dimerização é incrivelmente simples! Mas para fazer, você precisa ter a lâmpada correta.

Toda lâmpada é dimerizável?

A resposta é não, nem todas as lâmpadas são dimerizáveis! As lâmpadas de LED que possuem essa função são diferentes das convencionais.

Além das lâmpadas de LED, a dimerização é possível nas lâmpadas incandescentes e em alguns reatores das lâmpadas fluorescentes.

O dimmer para LED na verdade é um circuito PWM. Nas lâmpadas de LED normais, é realizada apenas a transformação de CA (corrente alternada) para CC (corrente contínua), e por isso não respondem a variação de tensão.

Já a lâmpada de LED dimerizável possui aplicação para este tipo de circuito. Esse tipo de lâmpada, por não ser comum, é um investimento maior e mais difícil de achar. E para descobrir se uma lâmpada é dimerizável ou não, basta consultar a embalagem ou o corpo da lâmpada. Procure pelas palavras regulável, DIM, dimerizável, atenuadores, dimmable ou algo parecido. Abaixo estão alguns exemplos de palavras e símbolos de uma lâmpada dimerizável.

Como saber se a Lâmpada dá para dimerizar?

Procure essas palavras e símbolo para descobrir se uma Lâmpada é Dimerizável!

Como Instalar o Dimmer para LED?

Essa instalação é realmente fácil e só necessita de conhecimentos básicos de elétrica. O dimmer realiza uma função parecida com a de um interruptor, e por isso a sua ligação é exatamente igual!

Para instalar o dimmer, siga os passos abaixo e veja este esquema de ligação para ajudar.

Como ligar um dimmer numa lâmpada LED?

Esquema de Ligação de um Dimmer em uma Lâmpada em um circuito 127V

Primeiramente, retire o interruptor (se houver) e identifique a fase e o retorno da sua instalação, lembrando de marcar os cabos.

Agora, desligue o disjuntor do circuito ou o disjuntor geral para que não haja nenhum acidente. Feito isso, faça a ligação em série da fase no borne do dimmer.

Saia com o cabo do retorno do outro borne do dimmer e o ligue no borne central do receptáculo da lâmpada. Ligue o neutro diretamente no borne lateral do receptáculo da lâmpada e a sua instalação estará pronta.

Coloque a lâmpada LED dimerizável no receptáculo e faça os testes do funcionamento, caso esteja tudo ok, a instalação estará finalizada.

Existem também dimmers pulsadores para lâmpadas, que controlam a luminosidade de uma maneira bem legal e diferente! Ficou curioso? Então assista o vídeo abaixo do canal Mundo da Elétrica que vai te mostrar esse incrível dispositivo. Aproveite para curtir o vídeo e não se esqueça de se inscrever no canal!

Gostou desse artigo? Então compartilhe nas suas redes sociais para nos ajudar com a divulgação e levar conhecimento para mais pessoas! Se você ficou com alguma dúvida ou tem alguma sugestão, comente aqui embaixo e iremos te responder. Continue acompanhando o site do Mundo da Elétrica para acessar diversos artigos como este!

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)