A troca de uma lâmpada parece uma das tarefas mais simples do mundo e realmente é! O grande problema é que quanto mais simples, menos atenção e cuidado as pessoas tem. E com isso os riscos de acidentes acabam aumentando bastante.

Neste artigo vamos mostrar qual a forma correta de trocar a lâmpada fluorescente, incandescente e de LED. Veja o que não fazer na hora de trocar a lâmpada, quais os principais riscos e o que fazer com as lâmpadas após o uso.

Siga atentamente cada informação porque como falamos, este simples ato pode causar acidentes graves e até fatais. Acidentes estes que poderiam ser facilmente evitados com algumas pequenas medidas de segurança que é o primeiro tópico do nosso artigo!

Quais os riscos ao trocar uma lâmpada

Dicas de como trocar as lâmpadas incandescentes, fluorescentes e de LED. Saiba como evitar todos os riscos.

Trocar lâmpada: Medidas de segurança

O primeiro passo é a retirada da lâmpada queimada, mas antes de qualquer ação você deve conferir se a energia está desligada. Se ainda não, é indispensável desligar a energia para evitar qualquer risco de acidente elétrico.

Nas instalações onde os circuitos são divididos e o QDC é bem identificado, basta desligar o disjuntor da parte de iluminação dentro do QDC. Agora quando não há QDC no imóvel, a orientação é desligar o disjuntor geral que fica no padrão de entrada.

As medidas de segurança adotadas não devem se restringir apenas à parte elétrica, visto que existem riscos de queda e até mesmo de impacto causado pelas ferramentas ao cair durante o reparo. Então é bom ter bastante cuidado quando for subir em cadeiras e escadas!

Se a lâmpada estava em funcionamento quando queimou, é indicado esperar que ela esfrie para fazer a troca. Como o vidro da lâmpada fica muito quente durante o uso, principalmente no caso das lâmpadas incandescentes, a pessoa pode se queimar ou até deixar cair após o contato.

Use sempre escadas bem firmes e evite ao máximo o uso de cadeiras, caso não tenha escada em casa, escolha a cadeira mais firme que tem e se possível, conte sempre com a ajuda de outra pessoa para segurar a escada ou a cadeira enquanto você faz a troca.

Existem pessoas que tem medo de altura ou problemas de equilíbrio que impossibilitam que elas subam em escadas e cadeiras para fazer o reparo, neste caso você pode usar um produto chamado de “saca-lâmpada”, que permite que o reparo possa ser feito mesmo do chão, mas o mais indicado é contratar um profissional especializado para fazer a troca.

Como trocar uma lâmpada comum?

Para trocar aquelas lâmpadas comuns de soquete seja ela incandescente, fluorescente ou de LED, o processo é o mesmo. Basta desenroscar a lâmpada em sentido anti-horário até que ela saia do soquete. Em casos onde ela está muito presa, inicie o processo segurando a base do soquete, mas jamais toque nos contatos ou na parte de metal da lâmpada.

Se você não tiver cuidado ao manusear a lâmpada e as ferramentas, você pode deixá-las cair e acertar a pessoa que está te ajudando, tenha bastante cuidado! Segure a lâmpada com firmeza, mas tenha cuidado para não apertar demais a lâmpada porque isso pode fazer com que o vidro se quebre e você se corte.

Depois que retirar a lâmpada antiga, basta enroscar a lâmpada nova no sentido horário até que ela fique bem presa. Tenha cuidado para não apertar exageradamente a lâmpada, porque isso pode danificar a rosca.

Como trocar uma lambada fluorescente tubular?

Quando a lâmpada começar a piscar demais durante o funcionamento, ou quando as suas pontas ficarem pretas, essa é a hora de colocar uma lâmpada nova. Seguindo todos os cuidados explicados anteriormente para desligar a energia dos pontos de iluminação, o procedimento para trocar a lâmpada é bem tranquilo!

Segure o meio da lâmpada com uma das mãos e com a mão que estiver livre você deve puxar a tampa lateral. As lâmpadas são encaixadas em dois plugues de cada lado, então basta puxá-los até que desencaixe do soquete. Depois é só pegar a nova lâmpada e encaixar novamente, certifique-se que a lâmpada ficou bem encaixada antes de finalizar a tarefa e ligar a lâmpada.

Como trocar lâmpada no teto?

A troca da lâmpada pode ser uma tarefa mais complicado quando a troca deve ser feita em locais de difícil acesso. Quando a lâmpada está no teto, quase sempre está protegida por um painel, lustre, globo ou qualquer outro acessório. Em alguns casos você vai precisar de uma chave de fenda para removê-lo e chegar à lâmpada.

Existem vários tipos de luminárias, então antes de subir na escada para trocar a lâmpada, avalie como destravar cada luminária para ter acesso à lâmpada, isso é importante para reduzir os riscos de acidentes. E novamente alertamos sobre os cuidados ao manusear a ferramenta e este acessório.

Neste caso temos outra dica, o uso da chave de fenda adequada vai facilitar demais a tarefa. Quando a luminária tem uma armação de metal, você precisa ter ainda mais cuidado, porque um choque elétrico nestas condições pode causar uma queda bem alta. Ficar foçando com a chave de fenda errada vai atrasar o serviço, podendo estragar tanto a ferramenta quanto o parafuso.

Outro risco ao forçar é que você pode perder o equilíbrio e cair da escada ou cadeira, podendo se acidentar e ainda colocar em risco a pessoa que está te ajudando. Tome bastante cuidado, cada degrau a mais deve significar o dobro de cuidado durante a tarefa!

O que fazer com a lâmpada queimada?

Depois que a lâmpada for trocada e a nova já estiver funcionando perfeitamente, é hora de garantir a segurança de todos que vão manusear a lâmpada queimada até o seu local de descarte adequado. Como as lâmpadas se quebram com extrema facilidade, deixá-las de qualquer jeito na lixeira é algo muito perigoso.

Não seja negligente porque os lixeiros podem se cortar com os cacos de vidro caso ela se quebre. Então, a atitude correta é embrulhar a lâmpada em folhas de jornal ou revista, escrevendo na folha uma indicação que ali dentro há vidro. Enquanto não coloca o lixo para ser recolhido, deixe este pacote longe do alcance de crianças e animais de estimação, justamente para evitar qualquer risco de acidente.

Como o vidro é um tipo de material reciclável, você deve descartá-lo no lixo correto, e se na sua cidade tiver associações que trabalhe com este material reciclável, o mais indicado é direcionar o vidro que será descartado para estes locais.

Com essas dicas você pode trocar a lâmpada tranquilamente sem medo de levar choque elétrico. Espero que tenham gostado destas dicas e se tiver ficado com alguma dúvida, deixe nos comentários que vamos responder. Quem sabe a sua dúvida ou sugestão não vire o tema de um próximo artigo aqui do Mundo da Elétrica!

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)