Você sabe como identificar cabos elétricos em caixas de passagem? Neste artigo o Mundo da Elétrica dá dicas de como identificar cabos de forma simples e rápida.

A grande maioria dos profissionais em eletricidade sabe que a norma NBR 5410 define o padrão por cores para identificação dos cabos. O grande problema é que alguns profissionais por falta de conhecimento não utilizam os padrões de cores exigidos pela norma NBR 5410. Dessa forma prejudicando a identificação de cabos em manutenções futuras na instalação elétrica.

Cores de Cabos – NBR 5410

Existe uma grande dúvida até mesmo para os bons profissionais, sobre a obrigatoriedade de utilizar os cabos com cores definidas por função, mas como falamos existe sim uma norma técnica que fala especificamente sobre os padrões de cores. A norma NBR 5410 estabelece as condições para as instalações elétricas de baixa tensão, a fim de garantir a segurança ou funcionamento adequado da instalação.

A norma não obriga a utilização de cores para identificação da função dos cabos. Existem outras formas de identificação que é utilizando anilhas com letras, palavras e símbolos. Mas se for utilizada a cor como forma de identificação da função do cabo, estas cores devem seguir o padrão exigidos pela norma NBR 5410:

Condutor Neutro

Em caso de identificação por cor para o condutor neutro, deve ser usada a cor azul-clara na isolação do condutor isolado ou da veia do cabo multipolar, ou na cobertura do cabo unipolar. (NBR 5410:2004 item 6.1.5.3.1).

Condutor de Proteção PE

Em caso de identificação por cor para o condutor de proteção (PE), deve ser usada a dupla coloração verde-amarela ou a cor verde (cores exclusivas da função de proteção), na isolação do condutor isolado ou da veia do cabo multipolar, ou na cobertura do cabo unipolar. (NBR 5410:2004 item 6.1.5.3.2).

Condutor de Proteção mais Neutro PEN

Em caso de identificação por cor para o cabo neutro  deve ser usada a cor azul-claro, com anilhas verde-amarelo nos pontos visíveis ou acessíveis, na isolação do condutor isolado ou da veia do cabo multipolar, ou na cobertura do cabo unipolar (NBR 5410:2004 item 6.1.5.3.3).

Condutor Fase

Em caso de identificação por cor para o condutor de fase, pode ser usada qualquer cor, observadas as restrições estabelecidas em 6.1.5.3.1, 6.1.5.3.2 e 6.1.5.3.3. (NBR 5410:2004 item 6.1.5.3.4).

Como identificar cabos em caixa de passagem

Agora que já explicamos sobre as identificações de cabos por cor, vamos para o macete de como identificar cabos em caixa de passagem que não seguem o padrão de cores. Vamos simular um exemplo de uma residencia, que o cliente informou que na caixa de passagem estão passando os cabos de alimentação de 3 instalações que vem do padrão de entrada.

Fazendo uma observação do lugar percebemos, que temos duas caixas de passagem em outra parede à direita e do lado de fora temos os padrões de entrada. Então vamos lá fora para ver os padrões e quais as informações que conseguimos. Na parte de fora temos 4 padrões de entrada, o padrão A é trifásico de 60A, o padrão B é um bifásico de 40A, o padrão C está desligado por não ter medidor e o padrão sem letra é outro bifásico de 40A.

Então, voltando para caixa de passagem vamos dar três dicas do que analisar para identificar esses cabos. A primeira dica é analisar a quantidade de eletrodutos e os cabos saindo deles. A segunda dica é sobre a bitola dos cabos e a terceira dica é para os casos onde tem emenda, observe o padrão das emendas.

Neste cliente a caixa tem 4 eletrodutos na lateral direita e um eletroduto que sobe. No eletroduto mais inferior existem 4 cabos grossos, 3 pretos e 1 azul, além de 3 cabos mais finos pretos. Todos os cabos da caixa têm uma emenda em prolongamento que entram em outro eletroduto, exceto um cabo que não tem emenda e passa direto. Temos também alguns cabos que entram e saem da caixa de passagem pelos eletrodutos laterais e um dos eletrodutos laterais está vazio.

Como identificar cabos em caixa de passagem que não seguem o padrão de cores.

Análise da caixa de passagem, cabos fora de padrão.

Após conseguir todas as informações possíveis, o próximo passo é analisar e separar as emendas. No nosso exemplo tem 3 padrões diferentes de emenda, em um padrão de emenda os cabos entram no conector um ao lado do outro, mas temos dois tipos de conectores, porém pelo tipo de isolação feita dá para ver que são bem diferentes. No outro os cabos entram paralelos, mas não utilizam nenhum terminal em dois cabos e temos um cabo que passa direto sem emenda. O último padrão de emenda usa terminais, mas os cabos estão em prolongamento.

Todos os cabos da caixa têm uma emenda em prolongamento que entram em outro eletroduto.

Três padrões diferentes de emenda.

Tudo indica que cada um destes conjuntos de cabos com emenda diferente é de um circuito separado, mas devemos usar o detector de tensão para ter certeza. Todos os padrões estão com o disjuntor ligado, vamos desligar o disjuntor A e procurar os cabos fases que não estão ligados. Ao aproximar o detector de tensão nos cabos o detector apita indicando que esta energizado, mas aproximando dos cabos do padrão A o detector não apita, então devemos prender os cabos com fita isolante para separar.

Agora vamos desligar o disjuntor B e procurar os cabos fases que não estão ligados, repetindo o mesmo processo que usamos para encontrar os cabos do padrão A. Os cabos que sobraram devem ser os cabos do padrão sem letra, mas por segurança devemos desligar o último disjuntor e confirmar com detector para ter certeza. Segurança em primeiro lugar! O detector não apitou então os cabos restantes são do padrão sem letra. Assim conseguimos separar os cabos de forma organizada.

Destes conjuntos de cabos com emenda diferente é de um circuito separado.

Identificando com detector de tensão e separando cabos.

A identificação de cabos em um circuito é uma tarefa muito comum para o eletricista. Mas esse tipo de macete não é fácil de ensinar em uma escola tradicional, porque nem sempre os cursos de elétrica conseguem situações reais, onde é possível demonstrar este tipo de situação que o eletricista encontra no dia a dia. Neste vídeo do Mundo da Elétrica ensinamos como identificar cada fio em uma instalação elétrica utilizando o multímetro.

Sabemos da dificuldade que o profissional encontra nas instalações elétricas, mas esperamos ter ajudado com alguns macetes simples. É com tempo e prática que você desenvolve novas técnicas para facilitar suas tarefas. Mas lembre-se que sempre estamos aqui para dar aquela ajuda amiga, basta deixa nos comentários sua dúvida que iremos responder assim que possível ou até mesmo fazer um novo conteúdo. Obrigado!

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Um comentário para “Dicas de como identificar cabos!”

  1. Jorge

    Muito Boa explicação Mundo da Eletrica Show

    Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)