Quando o tema é projetos elétricos é muito comum surgirem dúvidas como por exemplo, quantos circuitos pode passar no mesmo eletroduto? Quantos cabos cabem em um eletroduto? Tem quantidade máxima de circuitos ? Neste artigo vamos mostrar quantos cabos podem ser passados por um eletroduto.

Eletrodutos

Os eletrodutos são responsáveis por armazenar os condutores elétricos pelas paredes, piso e teto da construção civil, protegendo os cabos contra danos externos. Os eletrodutos são parte importante da infraestrutura da instalação elétrica, mesmo que não necessitem de eletricidade para serem úteis, representa uma parte relativamente barata da instalação elétrica.

Nos projetos elétricos os eletrodutos podem ser representados com diversas simbologias, como eletrodutos que passam pelo chão, teto e paredes, se os eletrodutos estão subindo ou descendo em uma parede por exemplo. Informando até o diâmetro dos eletrodutos tanto em milímetro quanto em polegadas. Observe na imagem abaixo as devidas simbologias para eletroduto.

Eletrodutos são parte importante da infraestrutura.

Diversos tipos simbologias de eletroduto.

Existem diferentes tipos de eletrodutos e para cada tipo de eletroduto existe uma NBR específica. Mas existem basicamente três normas importantes sobre os eletroduto:

  • NBR 15465 Sistemas de eletrodutos plásticos para instalações elétricas de baixa tensão – Requisitos de desempenho
  • NBR 5597 Eletroduto de aço-carbono e acessórios, com revestimento protetor e rosca NPT Requisitos
  • NBR 5598 Eletroduto de aço-carbono e acessórios, com revestimento protetor e rosca BSP Requisitos

Nas instalações elétricas residências o eletroduto mais utilizados é o tipo flexível corrugado por ter uma ótima maleabilidade, geralmente fabricados em material PVC ou similar.

Condutor

Outro componente fundamental para infraestrutura da instalação elétrica que são protegidos por eletrodutos são os condutores. Os condutores elétricos que são mais conhecidos como cabo ou fio, são responsáveis por conduzir a corrente elétrica e interligar os componentes e dispositivos elétricos. Os cabos podem ter diferentes aplicações na instalação elétrica e existe a devida simbologia para todos os tipos de condutores, como podemos visualizar na imagem abaixo.

Os cabos são responsáveis por conduzir a corrente elétrica.

Simbologias de condutores utilizadas em projeto elétrico.

Taxa de ocupação Eletrodutos

Uma dúvida muito comum entre os eletricistas a respeito de eletroduto e cabos é a quantidade de cabos que podem passar em um eletroduto. Quanto mais cabos e circuitos passarem no mesmo eletroduto mais calor vai ser gerado ali dentro.

Calor é um fator muito importante nas instalações elétricas, à medida que o calor vai aumentando dentro do eletroduto a capacidade de corrente elétrica dos cabos vai diminuindo, ou seja, se aumentar o número de cabos e circuitos dentro do eletroduto a seção dos cabos também deve aumentar para compensar a perda de capacidade de condução de corrente elétrica.

A norma NBR 5410 tem uma tabela que mostra o fator de correção para os cabos de acordo com a quantidade de circuitos que está passando no mesmo eletroduto, é a tabela 42. Na tabela não existe um limite de circuitos ou cabo multipolares por eletroduto.

Porém, os eletrodutos têm limite de espaço, pois ao colocar cabos mais finos no eletroduto o número de circuitos e cabos podem ser maiores, mas isso depende do dimensionamento dos cabos, pois se os cabos forem mais grossos o número de circuitos e cabos diminui. Mas, na norma NBR 5410 no item 6.2.11.1.6 e na letra (a), fala da taxa de ocupação dos eletrodutos.

Em caso de manutenção, os cabos em um eletroduto devem poder ser retirados com facilidade. Também novos cabos devem poder ser instalados com facilidade. Por isso a norma NBR 5410 fixa o espaço máximo do eletroduto que pode ser ocupado:

  • 53% no caso de um condutor
  • 31% no caso de dois condutores
  • 40% no caso de três ou mais condutores

Quando uma instalação está sendo feita, é importante pensar também na necessidade futura do aumento de circuitos, e a norma também fala sobre isso no item 4.2.5.4.

As ampliações devem se refletir não só na potência de alimentação, mas também na taxa de ocupação dos condutos e dos quadros de distribuição. Existem cálculos específicos para dimensionar os eletrodutos de acordo com a quantidade de cabos, porém existem tabelas sobre a quantidade de cabos dentro do eletroduto.

Então podemos entender que não existe necessariamente um limite máximo de cabos dentro do eletroduto, mas é preciso seguir o critério da taxa de ocupação e no caso do dimensionamento do cabo, usar o fator de correção para circuitos no eletroduto. Vamos deixar aqui embaixo um vídeo do canal Mundo da Elétrica, explicando detalhadamente o que é a taxa de ocupação.

Sempre prezar por mais segurança é fundamental para qualquer instalação elétrica, então nunca esqueça de realizar todos dimensionamentos necessários para uma instalação elétrica.

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)