Você sabe como é feita a instalação de QDC’s interligados em um prédio? Neste artigo o Mundo da Elétrica fala o que é uma prumada elétrica, mostra como é feita a leitura e qual a sua importância. Vamos lá pessoal!

Uma dúvida muito frequente é como fazer uma instalação de QDC’s interligados em uma residência com vários pavimentos. Para entender bem como fazer uma instalação deste tipo, é importante primeiro saber ler projetos elétricos, porque no caso de uma instalação deste porte é necessário um projeto elétrico. E dentro do projeto de um prédio de vários andares com vários apartamentos vai estar o desenho da prumada elétrica.

O que é uma Prumada elétrica?

A prumada elétrica é o desenho do esquema que representa a instalação elétrica no plano vertical. Este desenho mostra a interligação de toda a instalação contendo basicamente, caixa seccionadora, alimentador geral de baixa tensão, quadro geral de baixa tensão, centro de medidores, caixas de passagem, alimentadores dos quadros de distribuição parciais e dos quadros terminais.

Prumada elétrica não é um diagrama, pois não mostra esquema de ligação de cabos.

O que é uma Prumada elétrica?

A prumada permite uma compreensão clara das interligações existentes entre os diversos andares e setores de um prédio ou instalação, e uma rápida identificação das bitolas dos eletrodutos e dos condutores que os interligam. A prumada elétrica não é um diagrama elétrico, pois não mostra esquema de ligação de cabos, ou seja, ela mostra a distribuição de eletrodutos e caixas.

Como ler uma Prumada elétrica?

A interpretação de um prumada elétrica nem sempre é uma tarefa fácil, mas sempre é importante estar informado. Pensando nisso separamos uma prumada elétrica de um prédio de quatro andares e subsolo, para ensinar como ler uma prumada elétrica. Na imagem abaixo temos a prumada do nosso exemplo, além de uma tabela explicando exatamente onde se inicia e até onde vai cada um dos eletrodutos. Observe também que na prumada cada trecho de eletroduto recebe uma letra, e para facilitar a identificação colocamos o significado de cada sigla.

Tabela explicando exatamente onde se inicia e até onde vai cada um dos eletrodutos.

Prumada elétrica de um prédio de quatro andares e subsolo.

A primeira dúvida que os eletricistas têm é sobre as siglas que aparecem nos quadros como por exemplo, QGBT (quadro geral de baixa tensão) ou QF (quadro de força), além de muitas outras siglas que podem aparecer. Por não existir uma norma para a padronização destas siglas e nem sempre estão descritas em projeto, é natural surgir dúvidas.

A interpretação da prumada começa no eletroduto A (ramal alimentador subterrâneo), que se inicia no ponto de conexão com a concessionária e vai até a caixa seccionadora (CS), que é uma caixa de inspeção para a conexão dos cabos de entrada da instalação. Em seguida o eletroduto B (alimentador geral de baixa tensão), vai da caixa seccionadora até o QGBT (quadro geral de baixa tensão). Esta sequência inicial da prumada varia de acordo com a concessionária de energia.

Esta sequência inicial da prumada varia de acordo com a concessionária de energia.

Caixa seccionadora e quadro geral de baixa tensão.

Continuando temos o eletroduto C (alimentador do centro de medidores), vai do QGBT até a CM-01 (caixa medidora), o 01 é a padronização do tamanho e modelo da caixa. Existem vários outros tamanhos de CM que podem ser usados de acordo com a necessidade e concessionária. A partir da caixa de medidores inicia-se a distribuição para os andares e para o condomínio. O eletroduto D (alimentador dos QL’s 101 a 104), alimenta o primeiro pavimento, ele vai da CM-01 até a CP-02 (caixa de passagem). Logo após a CM-01 temos a CP-01 que é usada para interligação dos cabos e para a passagem de cabos do condomínio. O eletroduto D passa pela CP-01 e finaliza na CP-02.

A partir da caixa de medidores inicia-se a distribuição para os andares e para o condomínio.

Caixa medidora, padronização do tamanho e modelo da caixa.

Em seguida o eletroduto E (alimentador dos QL’s 201 a 204), alimenta o segundo pavimento, indo da CM-01 até a CP-03, passando pela CP-01 e CP-02. O eletroduto F (alimentador dos QL’s 301 a 304), alimenta o terceiro pavimento, vai da CM-01 até a CP-04, passando pela CP-01,CP-02 e CP-03. O eletroduto G (alimentador dos QL’s 401 a 404), alimenta o quarto pavimento, saindo da CM-01 até a CP-04, passando pela CP-01,CP-02, CP-03 e CP-04.

Alimentador dos QL’s 201 a 204.

Alimentações dos pavimentos.

O eletroduto H (alimentador do quadro geral do condomínio), alimenta o condomínio, seguindo da CM-01 até a QG-C (quadro geral do condomínio), saindo no eletroduto I (alimentador do quadro terminal – térreo), que vai do QG-C até o QL-CT (quadro de luz do condomínio térreo). Depois o eletroduto J (alimentador do quadro terminal – subsolo), segue do QG-C até o QL-CS (quadro de luz do condomínio subsolo). O eletroduto K (alimentador do quadro terminal – casa de máquinas), vai do QG-C até o QF-CM (quadro de força casa de máquinas), passando pela CP-01, CP-02, CP-03, CP-04 e CP-05.

O eletroduto K alimentador do quadro terminal, casa de máquinas.

Quadro geral do condomínio, quadro de luz do condomínio térreo e quadro de força casa de máquinas.

Por último, mas não menos importante os eletrodutos L (alimentadores dos quadros terminais dos apartamentos), alimentam os QL-APTO-TIPO. De cada caixa de passagem saem tubulações individuais para cada apartamento alimentando os QL (quadros de luz). A sigla QL-APTO-TIPO significa quadro de luz com o número do apartamento, a palavra tipo se refere que todos os quadros de luz de cada um dos apartamentos são iguais, com mesmo dimensionamento.

Quadro de luz com o número do apartamento.

Alimentadores dos quadros terminais dos apartamentos.

Se quer aprender ainda mais, vamos deixar um convite para você acessar o vídeo abaixo do Mundo da Elétrica falando exclusivamente de esquema elétrico residencial.

Este artigo é de grande importância para mostrar como funciona a distribuição elétrica em apartamentos e prédios. Esperamos que este conteúdo ajude a todos que possuem dúvidas sobre unidades coletivas.

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)