Fazer um projeto elétrico residencial antes de realizar qualquer instalação elétrica é essencial, não sendo diferente para executar uma instalação elétrica residencial ou por partes, como ligar uma lâmpada, por exemplo. Aprenda algumas dicas de como fazer instalações elétricas residenciais passo a passo, vamos lá pessoal!

Realizar uma instalação elétrica não é algo simples de se fazer, não basta chegar ao local e começar a executar uma instalação sem ao menos realizar uma análise da instalação. É preciso fazer um projeto elétrico, para que seja feita uma instalação como maior eficiência e segurança.

Por onde começar uma instalação elétrica residencial?

O primeiro passo para realizar uma instalação elétrica é fazer o projeto, pois mediante ele será realizado o dimensionamento dos cabos e dispositivos de proteção através de cálculos. Ao projetar a instalação é importante realizar de acordo com a norma NBR 5410, pois é uma norma padrão, dessa forma qualquer eletricista que saiba interpretar um diagrama elétrico consiga realizar a instalação.

Dimensionamento dos circuitos passo a passo:

O primeiro passo para um dimensionamento correto, proporcionando eficiência e segurança é fazer o levantamento da potência (W) total desta instalação, levando em consideração as menores potências, como tomadas e iluminação.

Para calcular a potência total basta somar todas elas, essas potências são baseadas na potência e quantidade de equipamentos, como por exemplo, chuveiro, torneira elétrica, lâmpada, geladeira, forno elétrico e etc.

É importante estipular a quantidade e quais os equipamentos que terão nessa instalação, comece fazendo levantamento das tomadas e suas respectivas cargas e potências, seja tomada de uso geral (TUG) ou de uso específico (TUE), em seguida também some quantidade de pontos de iluminação e suas respectivas potências.

Esse cálculo da potência será necessário para determinar qual a seção (bitola) do condutor que faz a ligação do medidor de energia, o fornecido pela concessionária, até o quadro de distribuição de circuitos (QDC). Lembrando que a bitola dos cabos podem mudar de acordo com a tensão, mesmo com a mesma potência total.

Após ter definido a potência total, o próximo passo é dimensionar o circuito de distribuição no QDC, fazendo a separação de cada circuito, determinando quais serão para iluminação e tomadas. Especifique a corrente de cada um deles.

Aprendendo a fazer uma instalação elétrica residencial.

Sem projeto elétrico, o que fazer?

Após ter separado cada circuito e especificar o valor da corrente nominal de cada um dos circuitos, determine a espessura (bitola) dos condutores e defina os dispositivos de proteção, como disjuntor, diferencial residual (DR) e dispositivo de proteção contra surtos (DPS) de acordo com essa corrente nominal.

Faça o desenho do projeto com todas as simbologias de acordo com a norma NBR 5455 da ABNT, especificando os pontos de iluminação, tomada, eletrodutos, quais os circuitos, especificando seus respectivos condutores e o quadro de distribuição.

Onde instalar o QDC:

É importante salientar que o quadro de distribuição não pode ser instalado em qualquer local da residência. Ele deve ser instalado em um local de fácil acesso, onde não tenha portas e o mais importante, deve ser colocado o mais próximo possível do medidor da concessionária.

Execução do projeto na prática.

Projetar a instalação antes de executá-la faz toda a diferença, pois ao projetar o eletricista tem uma melhor visão da instalação, isso irá facilitar no momento de execução, diminuindo a possibilidade de erros, além de ser possível contabilizar os materiais para realizar o projeto.

A segurança vem sempre em primeiro lugar e com a eletricidade todos os cuidados ainda é pouco, por isso use ferramentas adequadas, certifique que o disjuntor do medidor está desligado e após ter concluído toda a instalação confira se a instalação foi feita corretamente antes de energizar o circuito.

Para a passagem dos cabos por dentro dos eletrodutos, utilize um talco para proporcionar uma passagem mais limpa, não recomendamos a passagem de outros produtos nos cabos, com por exemplo detergente, graxa, óleos e etc. Pois oferecem perigo a instalação, diminuindo a vida útil dos condutores e consequentemente da instalação.

A norma NBR 5410 exige a cor dos cabos, sigas essas normas, porque facilita a identificação dos cabos, minimizando as possibilidades de erro.

Passe os cabos que saem direto do padrão para o QDC, ligando nos seus respectivos barramentos, a partir de então faça a distribuição dos circuitos seguindo o projeto.

Finalizamos aqui este artigo e esperamos ter tirado todas as dúvidas sobre como fazer uma instalação elétrica residencial! Se ainda tiver restado alguma dúvida sobre este assunto, deixe nos comentários que iremos responder!

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)