O diferencial residual (DR) que também é conhecido como interruptor diferencial residual (IDR) é um dispositivo de proteção obrigatório em todas as instalações elétricas, mas que nem todos usam. Saber fazer a instalação de um DR deveria ser algo comum, mas muitos tem dúvidas e sabendo disso, iremos ensinar passo a passo como fazer a instalação de um diferencial residual por um esquema de ligação, além de explicar o que é um interruptor diferencial residual e para que serve um DR, vamos lá pessoal!

O que é um DR e qual à aplicação do DR?

De maneira bem simples, o diferencial residual (DR) é um dispositivo de proteção utilizado dentro das instalações elétricas, ele funciona como um interruptor automático, que permite desenergizar o circuito sempre que houver uma fuga de corrente superior ao que o DR é capaz de detectar. Por perceber essa fuga de corrente elétrica o dispositivo também contribui para evitar o aumento no valor da conta de energia elétrica, pois ele não permite gasto desnecessário de energia por fuga de corrente elétrica.

Sendo assim, o seu principal objetivo é a proteção dos usuários contra choques elétricos, pois ele desarma imediatamente após detectar a fuga de corrente para o corpo do indivíduo, porque dessa maneira ele minimiza de forma significativa as graves consequências dos choques elétricos.

É importante destacar que o dispositivo de proteção DR é de uso obrigatório em todas as instalações, mas principalmente em ambientes que oferecem maiores riscos de choques elétricos, como por exemplo, onde há chuveiros elétricos ou eletrônicos e/ou banheiras.

Dispositivo diferencial residual (DR).

O que é um interruptor diferencial residual.

Dicas de como instalar um dr

Agora que sabemos o que é um dispositivo diferencial residual e para que ele serve, podemos explicar como fazer a instalação, mas antes precisamos tomar alguns cuidados durante a instalação e se atentar para determinadas ocasiões.

  • Antes de usar os dispositivos de teste, certifique-se que eles estão funcionando, faça o teste em locais de confiança com circuitos que você saiba se estão ativos ou não.
  • Recomendamos que o disjuntor geral seja desligado e que você informe a todos que estão presentes na instalação que você estará trabalhando naquele local, evitando assim que ninguém ligue o circuito novamente enquanto esteja fazendo o trabalho.
  • Mesmo em baixa tensão, um choque elétrico pode ser fatal sob determinadas condições. Portanto, como recomendação, tenha um cadeado, para que possa trancar o medidor e ninguém ligue o circuito sem que você esteja ciente. Logo após ter desligado, certifique-se que o local onde será instalado o DR esteja desenergizado.
  • Não faça a instalação do dispositivo DR em uma caixa para a qual não foi projetada ou não suporte a quantidade necessária de componentes, faça o dimensionamento antes!
  • Caso esteja inseguro quanto as instruções passadas não faça nada.

Materiais e ferramentas

É importante usar as ferramentas certas, conforme a sua finalidade, então utilize materiais e ferramentas de boa procedência e qualidade para minimizar os riscos durante a instalação, além de contribuir para uma instalação com uma qualidade e melhor acabamento. Para fazer a instalação será necessário:

  • Interruptor diferencial residual (IDR)
  • Cabos
  • Etiquetas
  • Alicate desencapador
  • Alicate de corte
  • Chave de fenda ou “Philips”
  • Chave de teste
  • Multímetro

Fazendo a instalação do dispositivo DR

Se estiver acrescentando o DR em um quadro de distribuição de circuitos (QDC), verifique o posicionamento dos demais dispositivos, onde é entrada e saída, para manter um padrão de organização, reduzindo as chances de erros. O mesmo deverá acontecer caso seja feita uma nova instalação no QDC.

Faça a fixação dos dispositivos de acordo com o seu modelo, de forma que o dispositivo diferencial residual seja alimentado por cima e suas saídas por baixo, mantendo a padronização e respeitando determinada ordem. O mesmo deve ocorrer se for instalado mais dispositivos DR.

Com o auxílio de um alicate decapador, desencape os condutores e faça a alimentação do dispositivo, não existe polaridade correta para o DR, a única especificação é onde será conectado o cabo neutro, mas sempre recomendamos manter um padrão de alimentação dos componentes.

O esquema abaixo mostra a montagem de um quadro de distribuição de circuitos com um dispositivo de proteção contra surto (DPS) e um DR. De forma que o Diferencial residual é ligado logo após o disjuntor geral, com a mesma fase sendo ligado no DPS e derivada para o DR. Os cabos que saem do IDR são derivados nos disjuntores dos demais circuitos.

Diagrama de um QDC com dispositivo de proteção contra surto (DPS) e IDR.

Esquema de um quadro de distribuição com DPS e DR.

Neste sistema o condutor neutro é ligado em um DPS e logo em seguida também é derivado para o DR. O neutro sai do Diferencial Residual e é ligado diretamente no barramento de neutro.

Todos os condutores devem ser bem fixados, faça um teste e puxando levemente os cabos, dessa forma você verifica se eles estão realmente bem presos aos bornes. Antes de fechar o QDC ligue os circuitos e faça os testes, para verificar se está tudo certo e se não há nenhuma irregularidade.

O vídeo abaixo mostra a montagem passo a passo do esquema citado acima. Ele possui o intuito de mostrar como fazer a ligação de todos os componentes e a separação de cada circuito.

Finalizamos aqui este artigo e esperamos ter tirado todas as suas dúvidas sobre como instalar um DR! Se ainda tiver restado alguma dúvida ou curiosidade sobre este assunto, deixe nos comentários que iremos responder!

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

4 comentários para “Como instalar um DR passo a passo!”

  1. Valdir Cleto

    Essas explicações são muito bem vindas, e nos capacita.

    Responder
    • Equipe Mundo da Elétrica

      Obrigado Valdir!

      Responder
  2. Anonimo

    Tamu junto… Lado a lado

    Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)