IDR, DR e DDR

IDR é a sigla para Interruptor Diferencial Residual, DR é a sigla para Diferencial Residual, o que demonstra que DR é outra maneira de nomear o IDR. DDR é a sigla para Disjuntos Diferencial Residual. O IDR se diferencia o DDR, pois ele não funciona como disjuntor, o que é o caso do DDR. IDR atua somente em casos de corrente de fuga, não de curtos circuitos. Já o DDR funciona como disjuntor e também em casos de corrente de fuga.

IDR é o dispositivo que acusa a fuga de corrente e desarma o circuito, seja por uma instalação mal feita, desgastes do cabo ou até mesmo uma pessoa levando um choque. O uso do IDR não dispensa o uso do disjuntor, já que ele não faz a função dos disjuntores.

Função do IDR

O Interruptor Diferencial Residual tem a função de desligar automaticamente o circuito caso exista um corrente de fuga que ultrapasse 30 mA, ou seja, caso ocorra um fuga de corrente maior que 30 mA, o IDR reconhece e desliga automaticamente o circuito. O IDR tem essa característica para proteção contra choques elétricos. Esse valo de 30 mA é justamente escolhido para proteção dos seres humanos, pois está é a intensidade máxima que um ser humano pode suportar. Alguns IDRs também podem apresentar este valor com variações, não exatamente 30 mA, pois são específicos para proteção de máquinas ou equipamentos, e este de 30mA é exclusivo para proteção de seres humanos contra choques elétricos.

Funcionamento do IDR

O IDR tem um funcionamento simples. Internamente ele possui um Núcleo Toroidal onde são enrolados os cabos que se deseja monitorar. Nos polos de entrada do IDR são conectados os cabos fase e neutro (dependendo do modelo usado). Entres esses cabos existe uma diferença de potencial (voltagem ou tensão) e é a partir dela que flui a energia elétrica. Se pelo cabo fase entra 10 A e estes mesmo saem pelo cabo neutro, o IDR permanece armado, mas caso isso não aconteça, o IDR entende que existe uma fuga de corrente, a partir dai os dispositivos internos do IDR calculam este valor de fuga, caso ele seja maior que 30 mA o IDR desarma o circuito. O neutro serve para fazer a leitura, para entender se está sendo perdido em algum instante e por algum motivo o valor de corrente que entrou pelo cabo fase.

Na prática, imagine que alguma pessoa encostou-se a em algum ponto do circuito e está submetido ao choque elétrico. Neste momento, parte da corrente elétrica é transferida para o seu corpo, ao invés de fazer o “caminho” adequado, nisto o IDR sente falta desta parte da corrente e em função do valor (30 mA) desarma este circuito, em questão de segundos, interrompendo também o choque que esta pessoa está sofrendo.

Veja no vídeo abaixo esta explicação ilustrada e comentada:

Este contato com a energia elétrica pode ser direto, no caso de um condutor exposto ou contato direto com o condutor energizado, ou indireto, que é quando existem falhas na instalação. Estas falhas podem ser por desgastes dos condutores ou um trabalho mal feito como em emendas, por exemplo.

Características construtivas

O IDR possui o que chamamos de polos, por onde são conectados os cabos que se deseja monitorar. A quantidade de polos do IDR pode variar de acordo com o modelo, que pode ser tetrapolar, bipolar e etc.

IDR.

Interruptor Diferencial Residual.

Algo peculiar do IDR é a existência de um botão para teste, ele simula uma fuga de corrente para testar se o desarme vai ser realizado, é uma forma de verificar e também prevenir acidentes pois, se no teste o desarme não foi realizado em uma situação real isso também não iria acontecer. No IDR também existe o botão de liga e desliga, com sinalização verde para desligado e vermelho para ligado.

Algumas informações são dispostas na superfície do IDR, tais como:

  • In = corrente de trabalho, quantificada em amperes em amperes;
  • Corrente de desarme, quantificada em amperes;
  • Tensão de trabalho, quantificada em volts;

IDR na norma NBR-5410

A NBR-5410 estipula as condições mínimas necessárias para um funcionamento adequando e seguro das instalações de baixa tensão. A NBR-5410 no item 5.1.2.2 fala sobre a obrigatoriedade do uso de IDRs em:

  • Em circuitos que sirvam de ponto de utilização situados em locais que contenham chuveiro ou banheira;
  • Em circuitos que alimentem tomadas situadas em áreas externas à edificação;
  • Em circuitos que alimentem tomadas em áreas internas que possam vir a alimentar equipamentos nas áreas externas;
  • Em circuitos que sirvam de pontos de utilização situados em cozinhas, copas, lavanderias, áreas de serviço, garagem e demais dependências internas molhadas ou sujeitas à lavagem;

A norma não especifica a obrigatoriedade deste dispositivo por ponto, por circuito ou por grupo de circuito. Mas não é recomendada a utilização de apenas um IDR para toda instalação elétrica residencial.

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

75 comentários para “Como funciona IDR”

  1. Josue Cruz

    Olá queria saber como que instalo o irds

    Responder
    • Henrique Mattede

      O que vem a ser o IRDS?

      Responder
    • Fernando

      O ideal é você contratar um eletricista que entenda desta demanda a fim de ter sua instalação correta e adequada.

      Responder
  2. Luiz

    Muito importante a explicação dos disjuntores, muito bom mesmo!

    Responder
    • Henrique Mattede

      Prezado Luiz, sem dúvidas é muito importante conhecer bem os equipamentos destinados a segurança.
      Se ainda não nos segue, não deixe de se inscrever em nosso canal no youtubehttp://goo.gl/0a6d9A
      Veja nossos vídeos e nos ajude com a divulgação.

      Responder
      • Rafael Breine

        Fiz um dispositivo para medir c realmente ele atua com até 30mA. Funciona muito bem, mais eu tive um probleminha com alguns que são alimentados por geradores, a minha dúvida é sobre o aterramento, C o mesmo medir abaixo de 10 o IDR teria que atuar? ou ele tem uma medida exata?

      • Henrique Mattede

        Como foi o dispositivo que usou?
        Quando diz uma medida de 10 esta falando de resistência de aterramento?

      • Luciano

        Bom dia! Gostaria de receber videos de instalações de motor trifásico, bomas de água etc.

      • Henrique Mattede

        Vou atualizar as playlist do canal e assim que possível eu posto.

  3. Ernesto

    Bom dia professor Mattede! Aqui e o seu disciplo de Moçambique. Eu gosttaria de saber qual e a diferença fisica de umDDR e um IDR.

    Responder
    • Henrique Mattede

      O DDR fornece proteção para o circuito para corrente de fuga e para sobrecorrente enquanto o IDR apenas para corrente de fuga.

      Responder
  4. Renê

    Excelente essa matéria…

    Responder
    • Henrique Mattede

      Obrigado, que bom que tenha gostado!
      Não deixe de acompanhar nosso vídeos no YouTube.

      Responder
  5. Ricardo

    Muito boa essa explicação!

    Responder
    • Henrique Mattede

      Obrigado, que bom que tenha gostado!

      Responder
  6. Luciano

    Muito bom…! Tirei todas as minhas dúvidas…

    Responder
    • Henrique Mattede

      Otimo, muito obrigado por nos acompanhar, se aparecerem dúvidas é só falar.

      Responder
  7. Sabino Santos

    Faça um vídeo sobre aterramento… Residência e predial e industrial.por favor

    Responder
    • Henrique Mattede

      Estamos trabalhando neste tema para poder gravar sim.

      Responder
  8. Marcio

    O que pode ocasionar o desarme de um IDR tripolar, quando todas as cargas estão desligadas e ao tentar liga-lo para alimentar o barramento ainda assim ele desarma.

    Responder
    • Henrique Mattede

      Em algum ponto está ocorrendo fuga, pode ser mal isolamento em algum ponto.

      Responder
    • Raoni Souza

      Essa eu vou responder.
      Você pode esta tendo fuga de energia pelo Neutro de algum equipamento ou o Neutral esta conectado com um outro Neutral fora do IDR.
      Para descobrir onde esta a fuga desliga da tomada todos equipamentos e ligue um por um quando desarmar ai você tera achado o problema caso mesmo tendo desconectados dos equipamentos e o problema persistir aconselho a verifica de onde esta seu condutor Neutro.
      Um forte abraço
      Raoni Souza

      Responder
      • Henrique Mattede

        Excelente resposta :)

  9. Marco Aurélio

    Valeu Professor Henrique! Você é muito gente boa! Gosto muito de seu site e de seus vídeos. Tem me ajudado muito no meu curso de Eletricista no Senai.
    Obrigado!

    Responder
    • Henrique Mattede

      Obrigado, precisando é só falar!

      Responder
  10. Jorge Luiz

    Gostei do vídeo, muito bom, gostaria de ver, dicas e mais vídeos, porque estou cursando elétrica. Obrigado

    Responder
    • Henrique Mattede

      Inscreva-se em nosso canal e não perca os vídeos todas as terças, quintas e sábados.

      Responder
  11. Vinícius Fernandes

    Parabéns pelo trabalho e iniciativa! Que tenha sempre o dobro do sucesso que você dissemina através do conhecimento que compartilha. Obrigado!

    Responder
    • Henrique Mattede

      Essa mensagem me deixa muito feliz, agradeço pelo apoio, mostra que estamos indo pelo caminho certo.

      Responder
  12. Valter

    Muito bom. Fiz o curso de eletrica no senai. Acompanho seus videos. Aprendi muito com você.
    Recomendo a todos meus amigos. Vwleu obrigado

    Responder
    • Henrique Mattede

      Poxa muito obrigado, agradeço demais seu apoio.

      Responder
  13. Daniel

    Estou quase concluindo meu curso de eletricista predial e o site vem sendo de uma utilidade incrível para tirar algumas dúvidas… Parabéns e continue com esse ótimo trabalho.

    Responder
    • Henrique Mattede

      Fico muito contente em estar ajudando e participando do seu aprendizado :)

      Responder
  14. Manel Mendes

    Gostei do papo sobre IDR espero mais alguma novidade no meu Email valeu fui.

    Responder
    • Henrique Mattede

      Estaremos postando emails regularmente.

      Responder
  15. Marcos G. Brasil

    Oi, sou um curioso da elétrica e eletrônica, já sou assinante do canal no You Tube e gosto muito do conteúdo e didática de vocês. Procurei no site sobre a instalação de medidor de consumo digital em um QDC mas não obtive resposta. Caso não tenha vocês poderiam postar um vídeo sobre o assunto, pretendo instalar um medidor deste no meu QDC a fim de monitorar o consumo total de minha residência. Abraços.

    Responder
    • Henrique Mattede

      Olá, obrigado pela mensagem.
      No caso o medidor da concessionária já faz este trabalho, mas é possível sim fazer uma instalação de medidor.
      Não tenho vídeo ainda mas pretendo falar sobre o assunto.

      Responder
  16. Nilson Nilo

    Gostei do vídeo, muito bom ou seja cristalino, as informações boas instrutiva a gente só tem que absorver e agradecer a vocês que faz isso com muita prestação de encencinamento.

    Responder
    • Henrique Mattede

      Agradeço muito, fico mesmo feliz em estar ajudando. :)

      Responder
  17. Marcos Aurélio

    Posso instalar um IDR só pra tomadas da casa?

    Responder
    • Henrique Mattede

      Olha pode sim. A norma NBR5410 estipula que para toda instalação é obrigatório o uso de DR.

      Responder
  18. Marcio

    Existe um DDR com três polos apenas?
    Para fazer um instalação residencial 220v

    Responder
    • Henrique Mattede

      Existem sim, alguns fabricantes tem esta configuração de polos.

      Responder
  19. Sidnei

    Professor, antes de mais nada parabéns pelo trabalho. Verifiquei em uma instalação um disjuntor com a sigla SDR, o que seria? Valeu abraço.

    Responder
    • Henrique Mattede

      Qual a marca deste disjuntor?

      Responder
  20. Silvio Vidoi

    Gostei da matéria

    Responder
    • Henrique Mattede

      Obrigado, agradeço pelo apoio.

      Responder
  21. Vilson Luiz Haas

    Bom dia.Nesse caso então na minha região e usado com costume o IDR tetrapolar em instalações bifásicas FF então ele não serve para nada pois o neutro somente e ligado no IDR para o seu acionamento pois se o monitoramento e FN nesse caso não vai atuar por motivo dos equipamentos serem em 440V

    Responder
    • Henrique Mattede

      Isso depende da configuração pois em alguns lugares é usado neutro.

      Responder
  22. Rafael

    Boa Noite Henrique. Muito bom a matéria.
    E como eu faria para dimensionar o IDR? Por exemplo: Tenho um IDR de 63amper e ele alimenta outros disjuntores da casa por um barramento tipo pente. Quantos disjuntores eu posso colocar no barramento?

    Responder
    • Henrique Mattede

      O IDR tem sua corrente dimensionada pelo disjuntor e corrente do circuito que ele alimenta. Por exemplo se o circuito for de 40A tem de se usar um IDR com corrente maior ou igual a 40A.

      Responder
  23. Suenilson Guimarães

    Já trabalho com DR e DDR mais com IDR nunca vi

    Responder
    • Henrique Mattede

      Muitas vezes é questão de nomenclatura.

      Responder
  24. Antonio Ramos

    Muito. Boa. Essas aulas com. Bastante conteúdo e bem explicadas esto tirando proveitos

    Responder
    • Henrique Mattede

      Agradeço imensamente pelo apoio. Estamos nos esforçando a sempre melhorar o conteúdo para vocês.

      Responder
  25. Daniel

    Em prédios que tem nas salas o idr como geral e dps, podem ser substituído o idr por disjuntor comum?

    Responder
    • Henrique Mattede

      Sempre deve-se trabalho com as duas proteções a do IDR (fuga de corrente) e Disjuntor (sobrecorrente).

      Responder
  26. Luciano dos Santos Goncalves

    Que bom. Eu estou estudando sobre DRs no que eu estou fazendo de elétrica.
    Abraços e obrigado pelas informações!

    Responder
    • Henrique Mattede

      Que bom que podemos ajudar. Fico feliz :)

      Responder
  27. Welington da Silva

    Professor Henrique, tenho uma duvida. Notei alguns profissionais comentando que utilizaram IDR em chuveiros mas que retiraram pois desarmava toda hora. Qual pode ser o problema?
    Muito bom esse artigo, com ótimas informações!

    Responder
    • Henrique Mattede

      Se a resistência do chuveiro não for blindada vai acusar mesmo a fuga de corrente.

      Responder
  28. Ailson

    Boa noite. Vi em um quadro 3 disjuntores com dois polos. Fase e neutro, os mesmos estavam ligados no 220b ou seja duas fases. Está certo essa ligação sendo que a fase estava ligada no polo onde marca N.

    Responder
    • Henrique Mattede

      Olha tem de analisar se eram mesmo disjuntor ou IDR.

      Responder
  29. Rogério Oliveira

    Qual é o melhor sistema de aterramento para esse tipo de dispositivo de proteção como idr, dr e etc.muito obrigado!

    Responder
    • Henrique Mattede

      Em teoria o IDR ou DDR independe do aterramento, qualquer fuga fará com que eles desarmem.

      Responder
  30. Witalu

    Qual a quantidade mínima de DR p uma residência? Ou a norma ainda não estipula isso?

    Responder
    • Henrique Mattede

      No mínimo um como geral, a norma não proíbe o uso de apenas um como geral.

      Responder
  31. Heronildo Nascimento

    Henrique você está fazendo sucesso no mundo da elétrica, minha esposa só vive reclamando que eu só vivo plugado no mundo da elétrica, kkkkk mas meus parabéns continue sendo esse professor dedicado nos ajuda muito…

    Responder
    • Equipe Mundo da Elétrica

      Muito obrigado por nos assistir e prestigiar Heronildo! Rsrssrsr Ficamos felizes que esteja gostando de nosso conteúdo! =)

      Responder
  32. Fabrício

    Olá Henrique, pelo que eu entendi vou precisar usar 4 idr’s é isso mesmo?
    2 para 2 chuveiros
    1 para torneira elétrica
    1 para tomadas uso geral

    Correto?

    Responder
    • Equipe Mundo da Elétrica

      Se estes forem os circuitos sim, lembrando que o dimensionamento deve ser igual ao do disjuntor que protege o circuito.

      Responder
  33. Paulo

    Extremamente útil! Muito bom mesmo!

    Responder
  34. Rubem Amaral

    Gostaria de saber se põe ser instalado um dr ou ddr em um quadro de distribuição com 1 disjuntor geral + 5 ramais.

    Responder
    • Equipe Mundo da Elétrica

      Se for instalado um IDR geral é preciso que ele tenha a mesma corrente do disjuntor principal, e se for instalado um DDR ele precisa ter a mesma corrente do disjuntor principal e com o detalhe que não vai ser preciso o uso de uma disjuntor geral pois o DDR faz o trabalho e ambos.

      Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)