Os dispositivos diferenciais residuais, sejam os IDR’s (interruptores diferenciais residuais) ou os DDR’s (Disjuntores diferenciais residuais), são hoje uma grande auxílio em salvar vidas quando o acidente envolve eletricidade. Este componentes tem como sua principal função interromper um circuito elétrico quando percebe que existe neste uma fuga de corrente elétrica.

Um choque elétrico provocado por um contato indireto em um circuito elétrico vai ser interpretado pelos dispositivos diferenciais como uma fuga de corrente e, no menor tempo possível este dispositivo vai proporcionar o desligamento do sistema minimizando qualquer consequência de um choque elétrico.

Os dispositivos diferenciais são obrigatórios segundo a Norma NBR-5410, o que infelizmente não é conhecimento de todos os eletricistas e profissionais da eletricidade. Da mesma forma,  não é de conhecimento de todos os eletricistas a forma como se dimensiona e escolhe um dispositivo diferencial.

A Schneider Electric em seu Portal do Parceiro, proporciona uma série de materiais técnicos para ajudar a conhecer bem os dispositivos diferenciais, as linhas de produtos e a característica de cada uma delas. Além de treinamentos, vídeos tutoriais e muitos outros conteúdos para a capacitação do profissional da eletricidade de forma gratuita.

Disjuntores diferenciais residuais.

Disjuntores diferenciais residuais Schneider.

Dimensionar um IDR é até bem simples e depende apenas de algumas informações:

Corrente elétrica do circuito

O primeiro passo é conhecer exatamente qual a corrente do circuito que este dispositivo diferencial vai proteger.

É importante entender que a norma permite duas situações,  um dispositivo geral para toda a instalação ou um dispositivo por circuito dentro do QDC. No caso da escolha do IDR como geral para toda a instalação, em caso de fuga de corrente e seu desligamento toda a instalação ficara desligada (o que não é a melhor opção, mas por motivo de redução de custo da instalação acaba sendo a mais usada), já no caso de IDR’s parciais cada circuito terá sua proteção independente ficando desligado apenas aquele que apresentar alguma fuga de corrente elétrica.

Em caso de escolha de IDR a sua corrente nominal de funcionamento deve ser sempre igual ou maior que o disjuntor que protege o circuito, este disjuntor deve estar sempre a montante do IDR, ou seja, antes.

Exemplo: quero proteger contra fuga de corrente uma instalação que tem um disjuntor geral de 50A, neste caso devo usar um IDR que vai ter corrente nominal de no mínimo 50A, geralmente um de 63A.

Quando for escolhido um DDR, este irá dispensar o uso de um disjuntor pois ele mesmo faz além do papel de proteção contra fuga de corrente,  também contra sobre corrente e curto circuito, neste caso o dimensionamento da corrente nominal segue os mesmo padrões de um disjuntor normal.

Corrente elétrica máxima de fuga

Como função principal dos dispositivos diferenciais, a corrente máxima de fuga vai ser a característica principal a ser dimensionada.

O corpo humano é muito sensível ao choque elétrico, então os dispositivos diferenciais que são destinado a proteção dos seres humanos contra choques elétricos são para corrente bem baixas, com uma corrente máxima de 30mA.

Veja quais são as correntes e quando utilizar:

  • 10mA utilizado para locais de difícil deslocamento/acesso (exemplo leito de UTI, fosso de elevador…)
  • 30mA proteção das pessoas contra choques elétricos por contato direto.
  • ≥30mA proteção das pessoas contra choques elétricos por contato indireto.
  • 300mA a 1000mA proteção das instalações contra os riscos de incêndio.

Para as instalações residencias, a corrente recomendada usual é de 30mA para corrente elétrica máxima de fuga.

É interessante perceber que os dispositivos diferenciais não extinguem completamente a possibilidade de choque elétrico, mas reduzem o tempo de exposição do corpo humano a passagem de corrente elétrica seccionando o circuito uma fração de segundos após a identificação da corrente de fuga.

Classe do dispositivo diferencial

De maneira a proteger adequadamente cada tipo de circuito contra corrente de fuga, foram criadas classes para os dispositivos de corrente de fuga.

Tipos de classe para IDR e DDR.

Classes para IDR e DDR.

Classes AC – Corrente alternada

A classe AC detecta correntes residuais alternadas e são normalmente utilizados em instalações elétricas residenciais, comerciais e prediais, como também em instalações elétricas industriais de características similares.

Classes A – Corrente alternada e contínuas pulsadas

A classe A detecta correntes residuais alternadas e contínuas pulsantes. Este tipo de dispositivo é aplicável em circuitos que contenham recursos eletrônicos que alterem a forma de onda senoidal.

Classes B – Corrente contínua

A classe B detecta correntes residuais alternadas, contínuas pulsantes e contínuas puras. Este tipo de dispositivo é aplicável em circuitos de corrente alternada normalmente trifásicos que possuam, em sua forma de onda, partes senoidais, meia-onda ou ainda formas de ondas de corrente contínua, geradas por cargas como: equipamentos eletro médicos, entre outros.

Classe SI – Corrente alternada e contínuas pulsadas super imunizado

A Classe SI foi concebida para manter uma rede de segurança e uma continuidade de serviço ótima nas instalações com perturbações:

  • por condições atmosféricas extremas,
  • por cargas geradoras de harmônicas,
  • por correntes transitórias de manobras.

Desta forma, as 4 classes abrangem instalações elétricas tanto residenciais quanto industriais, e os variados tipos de sistemas elétricos existentes formando uma proteção contra o choque elétrico e outros tipos de fuga de corrente elétrica em todas as circunstâncias. O uso adequado de dispositivos de proteção, como os dispositivos diferenciais garantem além de segurança, em primeiro lugar, a continuidade operacional adequada das etapas variadas das instalações e por fim a seletividade.

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

26 comentários para “Como dimensionar IDR – Interruptor diferencial residual?”

  1. Costa Leite Lima

    Obrigado pelas as informações, continua com esses aulas pois estar contribuindo muito para meu cotidiano.

    Responder
    • Equipe Mundo da Elétrica

      Fico muito feliz por isso Costa!

      Responder
    • Prof.vitorino Carlos Wagner Ribeiro

      Embora tenha muitos anos ( + 33 a) de trabalhos + técnica + experiências, confesso tenho me valido dos conteúdos publicados por V.sas, muito obrigado,
      Cordialmente
      VCWR

      Responder
      • Equipe Mundo da Elétrica

        Fico muito contente em poder ajudar, costumo mencionar que conhecimento nunca é de mais sempre temos tempo para aprender, fazendo bom uso da internet podemos aprender muito.

  2. Jose Antonio Costa Freire Costa Freire

    Muito boa a matéria do DR, é de grande importância que todos tenham noção do objetivo de se colocar em seu Projeto ou sua residência um dispositivo de segurança. Poderia divulgar um projeto simples para incentivar Prestadores de Serviço e moradores a fazer mudanças em suas casas.

    Responder
    • Equipe Mundo da Elétrica

      Bom dia.
      Assista este vídeohttps://www.youtube.com/watch?v=R9bn9y4-Ktk
      Vi que não está inscrito em nosso canal.
      Não deixe de se inscrever aquihttp://goo.gl/0a6d9A e receber nossas atualizações.
      No site http://www.mundodaeletrica.com.br é possível se cadastrar em nossa lista VIP de email.

      Responder
  3. Antônio Pereira da Silva

    Estou me tornando um otimo elrtricista pois estou adiquirindo um otimo conhecimento agradeço des já con tinuarei empenhado

    Responder
    • Equipe Mundo da Elétrica

      Ficamos felizes por isso Antônio! Obrigado por nos prestigiar!

      Responder
  4. Roseno Manoel

    Prof. Henrique boa tarde!
    Tenho uma duvida, quando a instalação de uma residencia for superior a 30A ex. 65A que ddr devo usar, quando o recomendado é 30A

    Responder
    • Equipe Mundo da Elétrica

      Você deve utilizar de acordo com a corrente do seu disjuntor.

      Responder
  5. Jose Fernandes Ferreira

    Estou gostando das dicas, estou ampliando muito o meu conhecimento através das pesquisas.
    Ok, muito obrigado.

    Responder
    • Equipe Mundo da Elétrica

      Muito obrigado.
      Não deixe de se inscrever aquihttp://goo.gl/0a6d9A e receber nossas atualizações.
      No site http://www.mundodaeletrica.com.br é possível se cadastrar em nossa lista VIP de email.
      Conhecimento nunca é de mais.

      Responder
  6. Peterson Domingues Martins

    Ótimas informações, como sempre de muito bom uso para um trabalho eficaz, obrigado.

    Responder
    • Equipe Mundo da Elétrica

      Muito obrigado, estamos sempre prontos para ajudar.

      Responder
  7. Marcos

    Muito instrutivo, esta de parabéns.

    Responder
    • Equipe Mundo da Elétrica

      Obrigado, sempre preciso estamos a disposição.

      Responder
  8. Valter

    Henrique você está de parabéns com as suas informações e dúvidas sou eletricista industrial no brasil as pessoas ñ dão muita importância com relação aos perigos da eletricidade só quem trabalha neste ramo tem a conciencia que o negócio é sério um minuto de distração já era.
    Mais uma vez parabéns e continuem assim levando informações para quem tem dúvidas
    Um abraço.

    Responder
    • Equipe Mundo da Elétrica

      Muito obrigado, este é nosso maior foco poder ensinar.

      Responder
  9. Andre

    Henrique Primeiramente gostaria de Parabeniza-lo pela qualidade das informações, trabalho com sistema de irrigação e utilizo muitos os conhecimentos adquiridos aqui para melhorar a parte eletrica da instalações de pressurizadores e paineis de comando.
    Em uma instalação de uma motobomba pressurizadora monofásica 1, 5 cv está dessarmando um IDR trifásico, já verfiquei a possibilidade de ser alguma mal contato emenda, o conjunto esta dimensionado corretamente. Poderia o IDR estar desarmando por ele ser Trifásico e o motor Monofásico, fazendo que o sistema esteja “entendendo” que há uma fuga de corrente? Abraços

    Responder
    • Equipe Mundo da Elétrica

      Não, já foi feito o teste do seu IDR através do botão de teste, a quanto tempo esta com este problema?

      Responder
  10. Magno

    Gosto muito das explicações são muito claras e objetivas, parabéns a equipe do mundo da elétrica.

    Responder
    • Equipe Mundo da Elétrica

      Obrigado pelo reconhecimento.

      Responder
  11. Adriano

    Muito bom pelo conteúdo muito rico

    Responder
    • Equipe Mundo da Elétrica

      Obrigado Adriano!

      Responder
  12. Rivelino

    Ótima matéria sobre DRs. Parabéns

    Responder
    • Equipe Mundo da Elétrica

      Obrigado Rivelino!

      Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)