Embora os benefícios da eletricidade sejam muitos, devemos nos atentar aos riscos que a eletricidade nos oferece, que é o choque elétrico. Pensando nisso resolvemos fazer este artigo, para esclarecer as principais dúvidas relacionadas a choque elétrico, como por exemplo, o que é o choque elétrico e quais as consequências do choque elétrico no corpo humano, além apresentar algumas dicas de como prevenir o choque elétrico e como prestar os primeiros socorros em casos de choque elétrico. Vamos lá!

O que é choque elétrico:

Caracterizamos como choque elétrico a reação do organismo quando ocorre a passagem de uma corrente elétrica pelo corpo, seja essa corrente alternada ou contínua. O choque elétrico pode se manifestar basicamente de três formas distintas, que são:

  • Eletricidade estática (tensão elétrica constante)
  • Eletricidade Dinâmica (tensão elétrica na forma de onda eletromagnética alternada ou contínua)
  • Descargas atmosféricas ou arcos elétricos

É importante destacar que as consequências e alterações provocadas pelo choque elétrico no nosso organismo dependem principalmente da duração e da intensidade do choque elétrico.

Efeitos e consequências do choque elétrico:

Os danos e sequelas que são causados pelo choque elétrico tem ligação direta com a intensidade da corrente e não com tensão elétrica, ou seja, a corrente elétrica é sem dúvidas o fator mais importante a ser considerado em casos de acidentes envolvendo eletricidade. Abaixo podemos ver os riscos e danos de uma determinada faixa de corrente elétrica ao passar pelo corpo humano:

  • Choque elétrico com uma corrente de 1 mA – pouco perceptível e não causa riscos à saúde
  • Choque elétrico com uma corrente de 10 mA – a mão pode ficar agarrada ao condutor, pois a pessoa perde o controle dos músculos, ou seja, ocorrem espasmos musculares e causa riscos à saúde.
  • Choque elétrico com uma corrente de 16 mA – é considerado como a máxima corrente que o corpo pode suportar, sendo que as consequências já são mais graves.
  • Choque elétrico com uma corrente entre 20 mA e 3A – parada cardíaca e alto risco de morte.

Como consequência do choque elétrico, é muito comum nestes casos ocorrer queimaduras. É importante destacar que pele do corpo humano é um bom isolante e quando a pele está seca, oferece uma boa resistência à passagem da corrente elétrica muito alta, mas devido a diversos fatores esta resistência é alterada, como por exemplo quanto maior a área de contato e mais a pele estiver molhada, menor será a resistência da pele.

As consequências do choque variam assim como à sua gravidade, podendo ocorrer dormência, formigamento, ardência, pele sem sensibilidade, mal estar geral, náusea, câimbras musculares nas extremidades, tontura, queimaduras, alterações dos batimentos cardíacos, dificuldade para respirar, para cardíaca, parada respiratória e morte!

Perigos do choque elétrico.

Efeitos do choque elétrico no corpo humano.

Gravidade do choque elétrico:

Sem dúvidas a gravidade de um choque elétrico é muito alta, mas existem alguns fatores que aumentam ainda mais a gravidade do choque elétrico, pois de acordo com os especialistas, o choque mais perigoso é aquele que se origina em uma mão e sai pela outra. Nos acidentes com choques desta condição, a eletricidade atravessa a região do tórax, havendo enorme chance de afetar o coração e os órgãos respiratórios.

Outro fator que intensificam ainda mais a gravidade de um choque elétrico, são as quedas após sofrer um choque, pois em certos acidentes deste tipo se não fossem as quedas, as chances de sobrevivência eram maiores, por isso os profissionais devem sempre trabalhar com os equipamentos de proteção adequado.

Primeiros socorros:

Antes de dar início aos procedimentos de primeiros socorros o local do acidente deve ser analisado, para evitar que o socorrista se torne mais uma vítima no local. Dessa forma, antes de tocar na vítima a fonte deve ser desenergizada, ou seja, desligue a chave geral e chame o atendimento médico necessário.

Alertamos que pelo fato da vítima está respirando não significa que está tudo bem! Faça uma rápida avaliação das condições físicas dela, pois pode haver queimaduras, fraturas ou lesões que são bem comuns quando o choque resulta em queda. Além disso monitore os sinais vitais constantemente.

Ao fazer a avaliação dos sinais vitais e perceber uma parada cardiorrespiratória, inicie imediatamente as manobras de ressuscitação, portanto é fundamental que tenha feito um curso de primeiros socorros antes, continue com as manobras de ressuscitação até que o atendimento médico especializado chegue ao local, mesmo quando a vítima não apresente sinais de recuperação.

Como evitar o choque elétrico:

Qualquer fio elétrico pode ser um risco em potencial, portanto a dica pode parecer até bem óbvia, mas se afaste de qualquer fio solto e evite com que pessoas cheguem perto.

Aparelhos como o ferro de passar roupa, as pranchas e secadores de cabelo jamais devem ser usados enquanto a pessoa estiver com os pés descalços e que não sejam usados em locais úmidos.

Não troque chuveiros ou lâmpadas sem desligar a chave geral, caso isso não seja feito os riscos de choques elétricos aumentam, principalmente em ambientes molhados, como é o caso dos banheiros.

As tomadas são os principais atrativos para as crianças e isso é extremamente perigoso! Para evitar acidentes elétricos com objetos enfiados na tomada, cubra as tomadas com tampas plásticas de segurança. Além disso já existem tomadas com sistema de proteção, para evitar que objetos sejam enfiados em seu interior, reduzindo consideravelmente os riscos de choque elétrico.

Crianças pequenas e animais de estimação devem ser mantidos longe de cabos elétricos, porque eles podem mastigá-los, danificando a isolação do cabo e chegando na parte condutora.

Encerramos mais um artigo e esperamos ter tirado suas dúvidas, caso tenha ficado alguma dúvida deixe nos comentários que iremos responder!

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)