O Mundo da Elétrica trouxe um artigo para que você conheça a definição de solda exotérmica, os elementos envolvidos no processo da solda exotérmica, os equipamentos de segurança para o passo a passo da solda exotérmica.

O que é solda exotérmica?

A solda exotérmica é um método de soldagem com a reação química que gera calor. Conhecida como exotérmica, que cria ligações a nível molecular e permanente dos metais e condutores elétricos (cobre, aço, aço copperwld, inox e bronze).

Esses metais são depositados dentro do molde para solda exotérmica feito de grafite, molde este escolhido conforme a configuração de ligação escolhida, juntamente com os condutores que serão unidos, dá-se a ignição, com um palito ignitor propriamente desenvolvido ou com isqueiros. Os metais sofrem a reação exotérmica, tendo a redução de óxido de cobre pelo alumínio, restando o óxido de alumínio e cobre puro, fundido de acordo com a configuração escolhida.

Exemplificar as diferentes configurações possíveis com a solda exotérmica.

Exemplos de solda exotérmica.

Em SPDA (Sistemas de Proteção Contra Descargas Atmosféricas) a solda exotérmica é altamente aplicada, isso porque as conexões mecânicas feitas com conectores tipo U, tipo cunha ou com alicate de compressão requerem uma instalação especial para que seja feita a manutenção das conexões (aperto das conexões). A solda exotérmica elimina a necessidade destas manutenções, tornando dispensável o uso das caixas de inspeções.

A solda exotérmica proporciona uma conexão altamente resistente aos esforços mecânicos, tanto no momento da instalação como no decorrer do uso do sistema. Ela também não sofre nenhum processo de corrosão mesmo em contato com a acidez do solo.

Como fazer a solda exotérmica?

O processo de realização da solda exotérmica requer alguns cuidados para garantir a segurança do profissional que o realizará. Os equipamentos de segurança necessários são:

  • Luvas de raspa para altas temperaturas
  • Óculos de proteção
  • Máscara de proteção contra fumos metálicos
  • Botina
  • Uniforme antichamas

Para a soldagem são necessários os seguintes itens:

  • Alicate para solda exotérmica
  • Molde de solda (também conhecido como cadinho para solda exotérmica)
  • Cartucho de solda exotérmica (óxido de cobre de alumínio em pó)
  • Disco de retenção para solda
  • Ignitor ou palito ignitor para solda

Cuidados iniciais

  • Certifique-se de isolar a área para evitar acidentes.
  • Caso ainda não tenha sido utilizado no dia, pré-aqueça o molde usando maçarico, soprador térmico ou em um fogão a gás, por aproximadamente 20 minutos.
  • Pré aqueça também os cabos e conexões para retirar qualquer resquício de umidade, pois essa umidade compromete a soldagem dos elementos.
  • Garanta que os cabos que serão soldados estão de acordo com a NBR 6524 (sete fios), e as hastes de acordo com a NBR 13571 (haste em alta camada).
  • Inspecione as partes que serão soldadas, garantindo que estejam limpas, sem graxa ou qualquer indício de umidade.

Como soldar passo a passo

Após realizar os cuidados iniciais citados anteriormente e utilizando os equipamentos de proteção, o procedimento pode ser iniciado!

Primeiro Passo: Escolha o molde de solda de acordo com a configuração desejada, assim como a disposição dos elementos que serão soldados, podendo ser cabo/cabo, cabo/haste, haste/haste, haste/perfil, entre outros.

Configurações de solda exotérmica.

Moldes para solda exotérmica.

Segundo Passo: Junte as partes que serão soldadas abraçando-as com o molde de grafite. Certifique-se que haja contato entre as partes que serão soldadas dentro do molde.

Molde de grafite para solda.

Molde de solda exotérmica.

Terceiro Passo: Feche o molde com o alicate para solda correspondente a ele, certificando-se da total isolação do molde.

Mostrar o alicate usado para segurar o molde de solda exotérmica.

Alicate para molde de solda exotérmica.

Quarto Passo: Coloque o disco metálico de retenção na cavidade do molde, que é o mesmo lugar onde o pó será despejado.

Observação: Este disco tem como função, permitir que somente o cobre vá para a câmara de fusão quando todo o material estiver derretido, formando a solda.

Disco de retenção sendo colocado no molde da solda exotérmica.

Disco de retenção e molde de solda exotérmica.

Quinto Passo: Faça a homogeneização do cartucho, balançando-o para que todo o material contido nele seja misturado.

Sexto Passo: Despeje o conteúdo do cartucho no molde até preencher toda a cavidade.

Observação: Caso não seja utilizado o palito ignitor para fazer a ignição, despeje parte do pó exotérmico sobre o molde, fazendo um rastilho para fora da cavidade.

Despejando o pó exotérmico no molde.

Pó exotérmico despejado no molde.

Sétimo Passo: Tampe o molde vedando-o totalmente para evitar que o metal quente respingue.

Oitavo Passo: Acenda o palito ignitor para inseri-lo onde o pó foi colocado.

Observação: No caso da não utilização do palito ignitor, acione o acendedor na posição lateral da abertura do molde.

Palito ignitor de solda exotérmica.

Ignição do pó exotérmico.

Nono Passo: Após a ignição o pó será derretido, passando pelo disco de contenção até os cabos ou hastes que forem soldados.

Décimo Passo: Aguarde alguns segundos e utilizando o alicate para solda, retire o molde de solda. Será possível ver os cabos ou hastes que foram soldados já unidos com a coloração avermelhada, devido a alta temperatura que foram submetidos.

Observação: Não manuseie os itens soldados imediatamente! Espere até que a temperatura diminua para tocá-los com as luvas de proteção.

Décimo Primeiro Passo: Limpe o molde da solda, retirando qualquer resíduo. Este cuidado garante a durabilidade do molde e a qualidade das soldas. Assim, em poucos segundos haverá uma união permanente e altamente resistente entre os condutores soldados.

Este método de soldagem é bastante aplicado também em subestações, estações ou linhas telefônicas, usinas de geração e ferrovias eletrificadas. Existe também a soldagem com a estação de solda, muito utilizada em componentes e circuitos eletrônicos. Conheça esta estação de solda no vídeo a seguir do Mundo da Elétrica.

Confira mais artigos sobre assuntos relacionados a elétrica industrial e predial aqui no site. Caso tenha ficado alguma dúvida, deixe nos comentários que vamos responder!

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)