Sem dúvidas o multímetro é a ferramenta mais importante para o eletricista, sendo essencial em praticamente todas as suas atividades, mas ainda é comum surgirem diversas dúvidas em relação a forma correta de se utilizar um multímetro. Pensando nisso, resolvemos ensinar algumas dicas de como usar o multímetro de maneira correta, além de alertar sobre os principais erros que são cometidos com os multímetros, pois um simples erro pode ser fatal. Vamos lá pessoal!

Cuidados antes de usar o multímetro

Devemos alertar sobre os perigos ao manusear um multímetro, pois este equipamento vai estar em contato direto com partes energizadas de um circuito ou muito próximos as partes energizadas, sendo que qualquer problema com o equipamento pode colocar a vida da pessoa em risco.

Falta de conhecimento

Sabemos que existem muitos entusiastas e amantes da eletricidade, mas não é qualquer pessoa que pode manusear um multímetro, é necessário ter conhecimentos básicos sobre as principais grandezas da eletricidade, além de compreender como cada uma delas se comporta em um circuito e de fato conhecer o equipamento.

Não aderir a estes critérios é o mais graves de todos os erros, portanto, antes de iniciar uma medição pesquise e estude sobre o multímetro e as grandezas elétricas.

Maneira simples de usar o multímetro.

Como utilizar multímetro da forma correta?

Qualidade do multímetro

Usar multímetros de marcas desconhecidas que não possuem nenhuma certificação, categoria ou procedência é um grande erro, por isso a importância de conhecer o multímetro que está prestes a utilizar. Se preocupe com estes detalhes, por mais que o preço do multímetro influencie ao comprar, lembre-se, sua vida vale mais!

Categoria do multímetro

Fique atento quanto a categoria do multímetro, pois quando utilizamos multímetros de categorias menores para determinadas medições, podemos danificar o equipamento, além do risco para quem está executando essas medições, por não oferecer uma proteção adequada contra surtos e transientes na rede.

Pontas de provas e escalas

Erros ao selecionar os bornes das pontas de prova ou as escalas do multímetro são erros graves, pois além de danificar o equipamento de medição, o risco de acidente é muito alto. Portanto fique atento onde os bornes das pontas de prova são encaixados e observe se a seleção da escala está correta.

Como usar multímetro

Pontas de prova

Ao conectar as pontas de prova nos bornes do multímetro fique atento, pois o borne escolhido deve estar de acordo com as medições que deseja fazer, além disso é importante compreender que os bornes do multímetro podem variar de acordo com o tipo de multímetro.

Para entendermos como encaixar as pontas de prova nos bornes corretos, iremos usar como exemplo o multímetro na imagem abaixo. Portando, se quisermos medir uma corrente de até 10A devemos conectar a ponta de prova no primeiro borne. No caso de corrente muito baixa, de mili ou micro ampere, deve-se usar o segundo borne e para as demais medições como por exemplo tensão, resistência e continuidade, deve-se usar o quarto borne.

Como usar multímetro.

Como conectas as pontas de prova no multímetro.

Selecionar escalas

Estamos sujeitos a cometer erros durante as medições, por isso antes de realizar qualquer medição é necessário fazer a escolha da escala correta, fique atento se a escala está de acordo com a medição a ser realizada. Para ter uma precisão melhor na medição, alguns modelos de multímetro tem uma vasta escala de seleção, como por exemplo 200mV, 2V, 20V, 200V, 2mA, 20mA, 200mA e 20A.

Caso você tente medir uma tensão de 220V na escala de 200mV, o seu multímetro pode ser danificado e a leitura dos números pode levar a um erro, causando acidentes. Um erro muito comum nestes casos é achar que não tem tensão em um circuito, quando na verdade existe tensão.

Se for medir a tensão em uma instalação sempre coloque o multímetro na escala mais alta, para garantir a sua segurança e a integridade do aparelho, não se esqueça de verificar se o circuito é de corrente alternada ou contínua.

Dicas de utilização

Testar o multímetro

Antes de iniciar sua tarefa sempre certifique como está o funcionamento do equipamento a ser utilizado, fazendo teste em fonte de tensão conhecida.

Alicate amperímetro

Medir corrente elétrica com um multímetro e não com um alicate amperímetro é uma das medições mais perigosas, além disso não recomendamos essa prática, pois os riscos são muitos, portanto ao fazer medições de corrente elétrica em um quadro de distribuição ou em qualquer outro circuito de uma instalação use um alicate amperímetro, pois são feitos para este tipo de medição.

O vídeo abaixo complementa este artigo, mostrando detalhes de como utilizar os multímetros de forma correta e principalmente, como não utilizar um multímetro, vale a pena conferir.

Finalizamos mais um artigo e esperamos ter ajudado a esclarecer suas dúvidas sobre como utilizar um multímetro. Caso tenha ficado alguma dúvida ou tiver alguma sugestão, deixe nos comentários!

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)