Você sabe trocar uma tomada? Sempre recomendamos que é preciso contratar um eletricista para executar as atividades elétricas a serem realizadas na sua instalação, porém a tarefa de trocar uma tomada às vezes é realizada por pessoas que não são capacitadas em eletricidade, por isso todo cuidado é pouco. Neste artigo vamos ensinar como trocar uma tomada e explicar alguns procedimentos de segurança que devem ser realizados antes de executar a troca da tomada. Vamos lá pessoal!

Tomada

A tomada é um ponto de conexão que fornece energia elétrica para um plugue que será conectado na tomada. Os plugues são utilizados para fazer a conexão de aparelhos elétricos e eletrônicos na tomada, assim fornecendo energia para os aparelhos.

As tomadas são divididas em duas classes, TUG (tomada de uso geral) e TUE (tomada de uso específico). As tomadas da classe TUG são usadas para aparelhos elétricos e eletrônicos com corrente elétrica de no máximo até 10A.

As tomadas da classe TUE devem ter um circuito independente, pois são para aparelhos elétricos e eletrônicos com corrente elétrica acima de 10A e até 20A. É importante destacar a necessidade de realizar o dimensionamento adequado para cada classe de tomadas, pois a corrente elétrica suportada pelas tomadas TUG e TUE são diferentes.

Tomada – Troca

Para realizar a troca de uma tomada, a primeira coisa a se fazer é conferir a tensão elétrica e corrente elétrica da tomada atual, para saber as especificações da tomada que serão utilizadas para substituir a tomada antiga. Lembre-se sempre de fazer o dimensionamento correto do circuito para tomada.

Para realizar a medição de tensão elétrica da tomada, vamos utilizar um multímetro digital. Primeiro selecione a escala de tensão elétrica alternada do multímetro, em seguida coloque uma ponta de prova no furo da esquerda da tomada e a outra ponta de prova no furo da direita da tomada ou o contrário.

Medição realizada com multímetro digital.

Medição de tensão elétrica da tomada.

Fazendo a medição com o multímetro obtivemos o valor da tensão elétrica de 127 volts, sendo assim nossa nova tomada tem que suportar 127 volts. Agora que sabemos qual é a tensão elétrica da tomada vamos identificar qual é a corrente máxima suportada pela da tomada, para identificar qual é a corrente elétrica que a futura tomada terá que suportar.

Para saber a máxima corrente elétrica suportada pela da tomada antiga, basta visualizar próximo dos furos, que geralmente informa a corrente elétrica máxima suportada pela tomada e uma dica boa é que as tomadas de 20A tenham os furos com um diâmetro maior.

Tomada nova tem que suportar 10 A.

Próximo dos furos geralmente informa a corrente elétrica.

A corrente elétrica máxima suportada pela tomada é de 10 A, sendo assim a tomada nova tem que suportar 10 A. Caso não consiga identificar visualmente, vai ser necessário fazer a desmontagem da tomada.

Para realizar a desmontagem da tomada é preciso desligar o disjuntor do QDC responsável pelo respectivo circuito da tomada, caso não consiga identificar o disjuntor correto das tomadas a melhor opção é desligar o disjuntor geral ou todos os disjuntores.

Devemos desligar o disjuntor por segurança.

Desligar o disjuntor do QDC responsável pelo respectivo circuito da tomada.

Agora que já identificamos e desligamos o disjuntor das tomadas, por segurança sempre faça teste um usando  multímetro, detector de tensão ou chave de teste, para verificar se realmente não há tensão elétrica na tomada.

Para verificar se realmente não há tensão elétrica na tomada.

Por segurança sempre faça teste com multímetro.

Vamos para a desmontagem da tomada, a nossa tomada é modular então não vai ser preciso retirar totalmente da caixa de passagem, basta tirar o espelho em e seguida o módulo da tomada com uma chave de fenda depois os tampões de acabamento.

Falta de padrão de cor dos cabos.

Desmontagem da tomada modular.

A corrente elétrica máxima da tomada geralmente fica na lateral da tomada, onde também é possível ver outros tipos de informações da tomada, que ajudam na escolha da tomada que será instalada.

A corrente elétrica máxima da tomada geralmente fica na lateral da tomada.

As informações da tomada são encontradas na lateral da tomada.

Ao realizar a desmontagem da tomada notamos que os cabos da tomada não têm padrão de cor indicado pela norma NBR 5410, isso dificulta um pouco mais nosso serviço, pois vai ser preciso identificar qual é o cabo neutro entre os dois vermelhos, pois a tomada tem os bornes corretos para a conexão dos cabos.

Para realizar a identificação do cabo neutro, mantenha os cabos conectados na tomada. O procedimento para identificar o cabo neutro deve ser feito com o circuito energizado, então será necessário ligar o disjuntor responsável pelo circuito de tomada.

Agora com uma chave de teste ou detector de tensão, verifique qual dos cabos vermelho não tem tesão elétrica. Ao identificar o cabo que não tem tensão elétrica, marque o cabo com uma fita isolante preta, azul ou pincel, para não esquecer qual é o cabo neutro.

O cabo neutro deve se marcado para esquece.

Identificação do cabo neutro com detector de tensão elétrica.

Após realizar a identificação e a marcação do cabo neutro, desligue novamente o disjuntor do circuito de tomada e verifique novamente se há tensão elétrica na tomada. Nunca retire os cabos da tomada antes de desligar disjuntor novamente.

Agora que já sabemos todas informações necessárias, tensão, corrente, qual é o cabo de neutro e com circuito de tomada desligado, vamos realizar a troca da tomada. Para realizar a troca da tomada, primeiro retire a tomada antiga fazendo as desconexões dos cabos conectados na tomada.

Após a retirada da tomada antiga, faça as conexões dos cabos no borne correspondente a cada cabo. De acordo com o novo padrão de tomadas, o furo da esquerda da tomada é onde vai o neutro, o furo do meio é para o cabo de terra e o furo da direita é onde vai o cabo de fase. Em caso de tomadas 220 V fase e fase, os furos da lateral são para fase e o terra vai no meio.

Tomadas 220 V, somente o neutro vai ser trocado pelo fase.

O furo da esquerda neutro, o furo do meio terra e o furo da direita fase.

As tomadas geralmente vêm com uma identificação próximo do borne, indicando onde cada cabo deve ser conectado. Na tomada deste exemplo o cabo neutro marcado com fita azul deve ser conectado no borne com a identificação de neutro, que é representado pela letra N. Em seguida o cabo de terra deve ser conectado no borne central da tomada, para finalizar conecte o cabo fase no borne com a identificação de fase, que é representado pelo símbolo F/L.

Sempre deve conecta os cabos nos bornes indicado.

Conexões dos cabos em seus devidos bornes.

Com os cabos devidamente conectados nos bornes da tomada, coloque o módulo da nova tomada no lugar do módulo da antiga tomada, em seguida o espelho e os tampões de acabamento. Agora que já finalizamos tudo, podemos ligar o disjuntor responsável pelo circuito das tomadas e testar.

Sua tomada está pronta para ser utilizada.

Finalização da montagem da tomada, ligamento do disjunto e teste de tomada.

Trocando a tomada vimos a falta de padronização nas cores dos cabos, abaixo temos um vídeo do canal do Mundo da Elétrica, falando sobre padrão de cores para cabos.

No site e no canal do Mundo da Elétrica estão repletos de conteúdos sobre o tema, sendo assim fique à vontade para acessar os artigos e vídeos relacionados ao assunto. Caso tenha ficado alguma dúvida ou curiosidade sobre o assunto deixe nos comentários que iremos responder!

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

2 comentários para “Como trocar tomada, passo a passo!”

  1. José Raimundo Nogueira Santos

    Muito bem! Tudo que vem para somar conhecimentos será sempre útil!

    Responder
    • Equipe Mundo da Elétrica

      Obrigado José!

      Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)