Neste artigo vamos falar sobre o aparelho para medir intensidade luminosa, o luxímetro! Vamos saber quais são as características e aplicações de um luxímetro profissional, além de explicar como medir a intensidade luminosa usando este aparelho. Se você quer aprender a maneira certa de usar um luxímetro digital, e como esse medidor de intensidade de luz pode influenciar em nossas rotinas, leia atentamente cada dica deste artigo. Então, vamos lá pessoal!

Iluminância

Antes de conhecer o que é luxímetro, precisamos saber o conceito de iluminância, que é a densidade da luminosidade! Ela é medida pela quantidade de lumens, onde a quantidade de fluxo luminoso emitida em unidade é dada como Lux. Em outras palavras, a iluminância é quantidade de luz medida em um ambiente.

Luxímetro, Luxímetro digital, Luxímetro profissional

Aparelho para medir intensidade luminosa

Luxímetro

O luxímetro é um aparelho medidor de intensidade de luz, que utiliza um sensor para medir de maneira pratica a luz ambiente. Ele foi criado para facilitar os cálculos de intensidade luminosa, e é muito utilizado por quem trabalha com luminotécnica ou realiza inspeções de iluminação de ambientes.

Luxímetro profissional

Um Luxímetro profissional mede o fluxo luminoso recebido pela superfície em um determinado local. Ele é um dispositivo que possui funções parecidas com a de um amperímetro, mas é ligado à uma célula fotoelétrica.

O aparelho deve ficar em posição perpendicular a luz ambiente para receber a luminosidade sobre esta célula, e quando a luz incide na célula, uma corrente positiva vai para o semicondutor e uma negativa vai para a parte metálica, gerando uma diferença de corrente.

Com isso, acontece a medição pelo aparelho que é registrada e mostrada no equipamento. No caso de um luxímetro digital essa leitura é informada em números na tela do display, já em luxímetro analógico, a leitura é informada por escala graduada.

Medições precisas

Para fazer medições precisas do ambiente, devem ser avaliados diversos fatores que podem influenciar o ambiente. Caso você não saiba, as luzes externas podem influenciar nos valores da medição.

Sendo assim, é importante escolher um período do dia onde a luz externa não influencie! Outro ponto importante é sobre as luzes artificiais de telas de aparelhos que emitem brilho, que também pode influencia na medição, e tudo isso deve ser avaliado antes de fazer a leitura dos espaços desejados.

Vamos listar abaixo os principais pontos a serem seguidos na hora da medição, são eles:

  • O posicionamento do sensor deve ficar paralelo à área solicitada, ele pode ser colocado sobre uma mesa ou móvel por exemplo.
  • A altura correta deve ficar à aproximadamente 75 centímetros de distância em relação ao solo, e em posição horizontal caso não tenha uma posição especifica para o sensor atuar.
  • O ângulo e a posição pode afetar o resultado da leitura! Sendo assim, apoie o sensor fixamente em posição horizontal e bem nivelado, é preciso medir a luminosidade de frente. Caso não seja possível apoiar o sensor. E em último caso usar a mão, mas fique bem atento ao nivelamento.
  • Deve-se medir o mesmo ambiente em vários pontos diferentes, dessa forma é feita uma avaliação se a luz está uniforme.
  • É importante ajustar a escala, para que seja possível um melhor desempenho das leituras.
  • Ficar atento com as possíveis sombras sobre o sensor que podem influenciar na medição.

Utilidades do luxímetro

O luxímetro é muito utilizado em ambientes onde é necessário saber com precisão a medida de iluminação, ou seja, são locais onde a ambientação tem um papel importante. As condições de iluminação em muitos locais de trabalho são fatores decisivos para ter um bom desempenho e garantir a segurança em seus ambientes, evitando danos a saúde ocular.

Ao cumprir as normas técnicas e limites estipulados por lei em locais onde a alta precisão é empregada, você garante de várias formas o bem estar dos usuários daquele ambiente. Existem estudos mostrando como os níveis de luminosidade afetam o nosso dia a dia, influenciando nas atividades onde se tem exposição à luz, seja no local de trabalho, ambiente escolar ou até mesmo em casa por exemplo.

A Iluminância de interiores fixa parâmetros e conceitos que devem ser levados em consideração para tornar os ambientes confortáveis. Esses parâmetros estão descritos na NBR 5413. Vamos mostrar agora alguns exemplos onde isso é praticado:

  • Prédios e repartições públicas
  • Empresas com linhas de produção
  • Salas de manutenção e montagens
  • Centros médicos e salas de cirurgias
  • Escritórios e salas de reuniões
  • Museus ou galerias
  • Bibliotecas e livrarias

Agora que você aprendeu sobre luxímetro, separamos esse vídeo do canal Mundo da Elétrica que mostra um pouco mais deste incrível equipamento, vale a pena conferir!

Aproveite os materiais que disponibilizamos em nosso canal e caso tenha alguma dúvida ou sugestão, é só deixar nos comentários que nós iremos responder. Acesse e se inscreva no canal do Mundo da Elétrica para continuar aprendendo sobre elétrica!

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)