Definir adequadamente um sistema de iluminação é uma tarefa que requer bastante estudo, passando pelos tipos de lâmpadas que serão usadas, luminárias, melhor posição para instalação além do estudo de todos os fatores que vão colaborar para uma redução da eficiência deste sistema.

Com este intuito a ABNT (Associção Brasileira de Normas Técnicas) possui um vasto acervo de normas que tratam de Luminotécnica e sistemas de iluminação e vamos tratar agora de uma destas normas a NBR 5413.

A NBR 5413 – Iluminância de Interiores, trata em sua totalidade sobre os valores recomendados para iluminância mínima em serviços para iluminação artificial e interiores onde se realizam diversas atividades sejam elas esporte, comercio, indústria entre outros. É muito importante para uma otimização da qualidade de um trabalho que a iluminação esteja adequada, a iluminação é fator preponderante para segurança e qualidade (seja de vida ou seja do trabalho executado).

A tabela abaixo nos dá valores de iluminância de acordo com a classe visual de trabalho e o tipo de atividade executado.

Iluminância por classe de tarefa visual.

Tabela 1 – Iluminância por classe de tarefa visual.

A tabela abaixo apresenta uma tabela de pesos para se determinar a iluminância de acordo com características da tarefa e do observador.

Fatores determinantes da iluminação adequada.

Tabela 2 – Fatores determinantes da iluminação adequada.

As tabelas 1 e 2 são utilizadas para se determinar a iluminância de ambientes, para isto basta que seja analisado pela tabela 2 os pesos referentes as características, somam-se os números analisados (considere o sinal dos números), caso se encontre resultado -2 ou -3 utilizar a iluminância inferior; sendo resultado +2 ou +3 utilizar a iluminância superior; e utilizar a iluminância média nos demais casos.

A própria NBR 5413 nos oferece tabelas para iluminancias já estabelecidas bastante apenas analisar os pesos das características. Exemplos na tabela 3 abaixo:

Iluminância em lux por atividade.

Tabela 3 – Iluminância em lux por atividade.

Para casos comuns deve se considerar o valor do meio nestas tabelas e em casos especiais considerar as regras abaixo.

Para os valores mais altos das iluminâncias utilizar quando:

  • A refletância e contraste são baixos no local.
  • O trabalho visual é crítico.
  • Produtividade e precisão são importantes.
  • A capacidade visual do observador está abaixo da média.

Da mesma forma para os valores mais baixos utilizar quando:

  • A refletância e contraste são altos no local.
  • Velocidade e precisão não são importantes.
  • A tarefa é executada ocasionalmente.

Este valores explicitados na NBR 5413 serão posteriormente utilizados para se fazer calculos para definir a quantidade de lâmpadas que devem ser utilizadas em cada ambiente, de modo a garantir o correto conforto e segurança para os usuários do local, sejam ambientes domésticos, lazer ou de trabalho.

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

16 comentários para “A NBR 5413 – Iluminância de Interiores.”

  1. Renan Cruz

    Profissional ramo buscando complementos das atividades técnicas.

    Responder
    • Henrique Mattede

      Estamos aqui para tentar ajudar. Esperamos poder ajudar a complementar seus estudos.
      Se ainda não nos segue, não deixe de se inscrever em nosso canal no youtubehttp://goo.gl/0a6d9A
      Veja nossos vídeos e nos ajude com a divulgação.
      Postamos novos vídeos toda semana.

      Responder
  2. Ebenezer de Faria

    Gostaria de saber se para cálculos de luminárias Led para uma sala de aula de 44m² posso usar também esse método do índice médio. Caso possa, como conseguir os dados de tab. Lâmpadas Led como fluxo luminoso, coeficiente de utilização e fator de depreciação. Como as potências da Led é menor, deve utilizar a potência proporcional da lâmpada incandescente?
    Se os cálculos usam outro método para lâmpadas Led, pode me enviar por favor.

    Muito obrigado.

    Responder
    • Henrique Mattede

      Neste caso é usado ao informação de lux da lâmpada.

      Responder
  3. Fábio

    Gostaria de saber qual a norma que fala a respeito das grades de proteção que as lâmpadas fluorescentes precisam ter.

    Responder
    • Henrique Mattede

      Mas qual tema específico sobre estas grades lhe preocupa? Eu vou pesquisar se tem uma norma sore o tema.

      Responder
  4. Joazon

    Meu colega deu ctrl c no seu conteudo

    Responder
  5. Rogerio

    Lampada fluorescente 25w que conta fazer para trocar por uma led equivalente em luminosidade

    Responder
    • Henrique Mattede

      Existem algumas tabelas e o tipo de lâmpada se compacta ou tubular influencia um pouco mas em geral em torno de 3 a 5W.

      Responder
  6. Rogerio

    Obrigado, boa tarde

    Responder
    • Henrique Mattede

      Por nada, bom dia rs.

      Responder
  7. Marcos Antonio Gonzaga Lins

    Gostaria de aula em video da nbr5413 tenho certeza que entenderei

    Responder
    • Henrique Mattede

      Na verdade a NBR5413 foi cancelada e temos uma nova norma no lugar. Vou anotar nas sugestões para falar sobre o assunto.

      Responder
      • Ticienne

        Foi cancelada? Porque e por qual?

      • Equipe Mundo da Elétrica

        Farei um vídeo referente esse assunto em breve.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)