O tema deste artigo é a fita elétrica que também é conhecida como eletrofita ou fita elétrica adesiva. Vamos falar como instalar a fita elétrica, quais as vantagens e desvantagens e o que a norma diz sobre o uso desta fita elétrica adesiva, vamos lá pessoal.

Esta fita vem chamando à atenção de cada vez mais pessoas e para muitos, ela é uma das maiores modernidades da construção civil. O principal atrativo da eletrofita está na possibilidade de ligar uma nova tomada sem a necessidade de quebrar a parede.

Fita elétrica, o que é?

As fitas elétricas são condutores elétricos de alta tecnologia que são fabricados em forma de fita adesiva. Esta eletrofita pode ser instalada em paredes, tetos, divisórias, drywall, lajes e até mesmo no piso, tudo isso de uma maneira bem rápida e prática. Esta fita elétrica adesiva pode literalmente ser colada sobre qualquer uma das superfícies citadas, eliminando qualquer necessidade de perfuração para que os eletrodutos possam ser instalados.

Como instalar fita elétrica?

Saiba para que serve a fita elétrica adesiva

Fita elétrica, quando é usada?

Sabemos que é muito comum mudar de opinião quanto à posição dos móveis na casa e com isso, eletrodomésticos e eletroeletrônicos também precisam mudar de lugar, mas o que fazer quando o novo local não tem ponto de tomada próximo para alimentar estes aparelhos?

Neste caso, a primeira solução que vem à cabeça de todo mundo é usar filtros de linha ou réguas de tomada para ampliar o alcance do ponto de tomada, mas sabemos que se considerar o quesito segurança, esta solução deve ser imediatamente descartada. Assim como não é viável chamar pedreiros para quebrar a parede toda vez que mudar a disposição dos componentes da casa, e é justamente por isso que a fita elétrica adesiva tem feito tanto sucesso!

Fita elétrica, como instalar?

Sabemos que toda instalação elétrica mais cedo ou mais tarde vai precisar de uma manutenção e no caso da fita elétrica, como esta instalação e manutenção pode ser feita? Os principais cuidados antes de instalar a fita são:

  • Evite dobrar ou amassar a eletrofita porque assim você consegue preservar o seu bom estado de conservação e manter o tempo de vida útil da fita.
  • O local de armazenamento deve ser preferencialmente seco e ventilado. E ao armazenar a eletrofita, a indicação é que seja em rolos com um diâmetro interno mínimo 30 centímetros, justamente para evitar a sua deformação

Além dos cuidados pré-uso, a preparação adequada da superfície em que a eletrofita será instalada é importante para garantir o funcionamento ideal. As principais dicas são:

  • Superfícies ásperas – Para estes casos, é indispensável lixar com uma lixa fina, para remover os caroços e pontas da superfície.
  • Superfícies porosas – Para os casos onde a fita será instalada em cerâmicas ou massa corrida, a indicação é que aplique uma camada de verniz impermeabilizante ou tinta para formar uma base.
  • Superfícies lisas – Para estes casos, é importante se certificar que a superfície que irá receber a fita está completamente seca, sem nenhum tipo de sujeira e selada.
  • Superfícies rugosas – Para os casos onde a fita será instalada em blocos, tijolos ou parede de chapisco, é fundamental passar uma espátula para remover as pontas mais salientes da superfície e em seguida aplicar uma massa acrílica e a eletrofita simultaneamente.

Fita elétrica, quais os riscos?

A norma NBR 5410 não proíbe a utilização desta fita, até porque elas nem existiam quando houve a última atualização da norma. Mas se olharmos as condições de instalações elétricas citadas na norma e relacionar com as características da fita, o uso desta fita elétrica adesiva pode ser bastante questionado.

Apesar de toda à praticidade na instalação da fita, o seu uso pode sim oferecer grandes riscos que nem sempre são informados em sua venda, e é desta parte importante que vamos falar agora.

A primeira observação é quanto à proteção contra choques mecânicos, principalmente quando a instalação é feita na parede. Por mais que os sites e fabricantes informem que a fita tem uma ótima resistência, não existe uma definição de quão eficaz é essa proteção. A segunda observação é quanto a umidade na parede, ou seja, em caso de infiltração pode ocorrer fuga de energia devido à modificação na resistência da parede.

Outro problema é quando houver a necessidade de fazer alguma manutenção! Você mediu lá e descobriu que o problema está na fase ou no neutro por exemplo, na instalação com cabos você precisaria apenas trocar este cabo com problema. Já no caso da eletrofita, você vai precisar trocar a fita inteira. Com isso, podemos destacar outra desvantagem que seria desmanchar e refazer todo o acabamento na parede por onde a fita passa, e dependendo do acabamento pode ficar um valor bem alto.

Como sempre falamos, no mercado as propagandas vão ser sempre positivas, afinal eles querem vender o produto! Cabe ao profissional capacitado buscar todas as informações detalhadas para apresentar ao clientes todos os pontos positivos e negativos de cada instalação. Porque em caso de acidente ou problema futuro, o cliente certamente vai questionar porque aquilo não foi informado anteriormente. Aqui no Mundo da Elétrica sempre falamos sobre as instalações que seguem as normas e como é importante segui-las!

Se você tem dúvidas sobre quais normas seguir, neste vídeo abaixo deixamos bem claro quais as normas importantes para o profissional do Mundo da Elétrica, vale muito a pena assistir e se informar cada vez mais!

Por mais que haja uma concorrência desleal em muitos lugares, você deve sempre buscar um diferencial, e hoje em dia garantir um serviço de qualidade e seguro é sem dúvidas um grande ponto positivo. Se tiver alguma dúvida ou sugestão deixe nos comentários que nós iremos responder, quem sabe sabe a sua dúvida não seja tem de um próximo artigo que do Mundo da Elétrica.

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)