Hoje vamos falar sobre as tomadas USB! Como funciona a tomada USB? Como instalar uma tomada USB? Posso fazer uma tomada USB caseira? Saiba todas estas respostas e veja as dicas importantes para conhecer melhor este interessante dispositivo, podendo decidir se compensa ou não usar uma tomada USB, vamos lá pessoal!

Tomada USB: Qual a importância?

Com o passar dos anos e os avanços tecnológicos, a quantidade de aparelhos elétricos e eletroeletrônicos que utilizamos aumentou bastante! Apesar dos diversos estudos para otimizar o uso e aumentar o tempo de duração das baterias destes equipamentos, ainda existe uma necessidade quase que diária de recarga. Portanto, as pessoas precisam de pontos de recarga sempre ao seu alcance.

Como fazer tomada USB?

Veja com é fácil instalar uma tomada USB em sua residência!

Pensando nesta demanda, os fabricantes de tomadas se adaptaram e lançaram modelos que já vem com uma entrada USB pronta para recarga. Mas como essa tecnologia é bem recente e diversas instalações elétricas já foram feitas há muitos anos, poucos são os locais que já contam com este tipo de tomada. Neste caso, a solução é colocar o cabo USB naquele adaptador de tomada, mas e quando a pessoa não tem este adaptador no momento? E quando o cabo não é compatível?

Pois é, exatamente por isso que a atualização dos equipamentos de instalação elétrica é tão importante, visando acompanhar o avanço da tecnologia e oferecer praticidade aos seus usuários. Veja porque é interessante trocar as tomadas do seu imóvel para as novas com entrada USB.

Tomada USB: Quais as vantagens?

  • ECONOMIA DE DINHEIRO – Utilizar a entrada USB das tomadas para recarregar o seu aparelho é mais vantajoso do que usar o adaptador para as tomadas convencionais, ou seja, gera uma economia reduzindo os gastos.
  • RECARGA EFICIENTE – Outro grande benefício é quanto à eficiência destes aparelhos. Quando você recarrega seus aparelhos nestes dispositivos, você consegue uma recarga muito mais rápida e segura.
  • ATENDIMENTO MELHOR – Enquanto a maior parte dos carregadores só pode atender um equipamento por vez, as tomadas USB quase sempre são vendidas com pelo menos duas entradas.
  • CORRENTE MAIOR – Outra grande diferença está na corrente! Enquanto a maior parte dos carregadores funcionam com corrente de trabalho de aproximadamente 1000mA, as tomadas USB atuam com corrente de trabalho de aproximadamente 1500mA.
  • USB BIVOLT – Talvez você ainda não saiba, mas o módulo USB é bivolt. Sendo assim, você pode instalar este tipo de dispositivo em qualquer tomada do seu imóvel.
  • COMODIDADE – Convenhamos, quanto menos acessórios a gente precisar carregar durante o dia, melhor é a nossa comodidade não é mesmo? Sendo assim, precisamos apenas do cabo USB que é muito leve e bem portátil! Podemos dispensar o uso de computadores e carregador que antes eram usados apenas com este intuito.

Tomada USB: Como instalar?

Para quem já sabe instalar a tomada convencional, a instalação da tomada USB não será problema! Em grande parte dos casos, os fabricantes se preocuparam em manter o padrão que já é muito utilizado no mercado nacional. Na sequência vamos mostrar o passo a passo para que você possa substituir uma tomada comum por uma tomada USB de forma correta e segura.

  • Assim como mostra na NBR 5410, o primeiro passo ao trabalhar com instalações elétricas é desligar a chave geral, visando minimizar as chances de acidentes elétricos nesta instalação.
  • Após desligar a chave, você deve desparafusar e retirar o espelho, o suporte e os fios condutores da tomada antiga.
  • O próximo passo é encaixar a tomada USB no suporte que vem incluso.
  • Caso seja necessário, você deve cortar a ponta dos condutores para realizar uma nova decapagem. O indicado é que haja 6mm de fio desencapado para conectar na tomada.
  • Conecte os cabos e faça o aperto correto.
  • Depois basta parafusar o suporte e o espelho que veio no conjunto e ligar novamente a chave geral para testar a tomada.

IMPORTANTE: É fundamental seguir todas as instruções do fabricante para definir a entrada dos cabos. Sendo que são fase e neutro na parte posterior do dispositivo quando a instalação for monofásicas. E quando for duas fases, ou seja, uma instalação bifásica, não há diferenças no terminal. Para evitar qualquer dor de cabeça, antes de finalizar a compra observe se o equipamento é realmente bivolt.

Tomada USB caseira: Como fazer?

É totalmente contra indicado fazer adaptações caseiras em instalações elétricas, além de ser fora da norma, elas podem colocar em risco o funcionamento desta instalação, podendo estragar este equipamento ou em casos piores, provocar acidentes elétricos graves e até mesmo incêndio.

Atualmente no mercado já existe uma enorme variedade de tomadas USB, ou seja, pesquise bem e certamente você encontrará uma opção que caiba no seu orçamento. Além da praticidade aos usuários, a residência que possui esse tipo de tomadas na sua instalação tem uma valorização bastante considerável.

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

6 comentários para “Tomada com USB, como fazer?”

  1. Claudio Correia de Lima

    Ótima dica. Muito bom

    Responder
  2. Claudio Correia de Lima

    Ótima dica

    Responder
  3. Claudio Correia de Lima

    Achei otimo

    Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)