Na área da elétrica qualquer erro pode ser fatal! Por isso é muito importante seguir a norma e adequar os trabalhos realizados para que todos os riscos sejam evitados. Neste artigo vamos falar quais são os 5 erros mais comuns nas instalações elétricas, vamos lá pessoal!

O grande problema é que existem muitos erros nas instalações elétricas que infelizmente são bem comuns. Todos eles podem ser facilmente evitados se o profissional seguir as normas, mas infelizmente a maioria deles acontece por falta de capacitação na área de elétrica.

Instalações elétricas: Derivação das tomadas

O primeiro erro acontece com muita frequência quando os profissionais sem capacitação vão fazer uma derivação em tomadas e interruptores. Este tipo de derivação da imagem abaixo, onde o cabo fica todo desencapado é totalmente proibido pela norma NBR 5410. Caso você não saiba, as partes vivas dos cabos, ou seja, as partes desencapadas jamais podem ficar expostas.

Erros instalações elétricas, como evitar?

Veja como fazer uma derivação em tomadas.

Então, para evitar isso você pode usar tomadas modulares que contam com dois buracos no borne, justamente para fazer a derivação da forma adequada. Uma outra boa alternativa é usar os conectores rápidos que facilitam este tipo de derivação de cabos. Já falamos destes conectores em outro artigo aqui do Mundo da Elétrica, vale a pena ler.

Instalações elétricas: Seccionar neutro

Por questão de segurança, a indicação é que sempre a fase deve ser seccionada. No caso de iluminação em que o neutro tenha sido seccionado, o receptáculo da lâmpada vai ficar energizado e quando alguma pessoa precisar trocar a lâmpada, ela corre um risco enorme de tomar um choque elétrico ao encostar na parte metálica do receptáculo.

Risco de choque elétrico

Entenda porque não podemos seccionar o neutro para iluminação!

E um agravante é que além do risco de choque elétrico, a pessoa também vai ficar exposta às consequências da queda, visto que na maioria dos casos ela vai estar trocando esta lâmpada em um local alto e precisa estar em cima de uma escada.

Instalações elétricas: Emendas malfeitas

Quando a emenda é malfeita ela pode causar aquecimento das instalações e consequente haverá um aumento do consumo de energia elétrica, além é claro de mal contato e a possibilidade de fuga de corrente.

Erros instalações elétricas, como evitar?

Conheça as consequências de uma emenda mal feita!

Na imagem podemos ver que a definição de emenda malfeita vai muito além do que não entrelaçar e apertar corretamente os cabos, porque as vezes a emenda foi bem-feita, mas a isolação foi péssima! Nestes casos, os riscos de tomar um choque elétrico é muito grande, e em algumas situações o aquecimento daquele ponto da instalação elétrica pode causar até incêndio.

Instalações elétricas: Disjuntor desarmando

Este erro é clássico e você certamente já ouviu falar de alguma casa que assim que liga o chuveiro, o disjuntor desarma. Isso acontece porque muitas casas não têm uma distribuição de circuito e nem o levantamento de carga adequado. Para resolver isso o que as pessoas fazem? Simplesmente aumentam a corrente do disjuntor quando ele começa a desarmar.

Risco de choque elétrico

Entenda como deve ser feita a troca do disjuntor geral!

Infelizmente muitos “profissionais” que trabalham com elétrica simplesmente trocam o disjuntor geral por um maior sem fazer o levantamento de carga adequado. Em outras palavras, eles não analisam a necessidade de trocar os cabos da instalação, que é um ponto fundamental nestes casos.

Quando há esta troca de disjuntor geral sem nenhuma análise, as consequências certamente são sobrecarga nos cabos, aumento de consumo de energia elétrica na instalação, aquecimento dos cabos, e isso tudo pode provocar até mesmo um incêndio!

Instalações elétricas: Cortar o pino da tomada

O quinto e último erro também é muito comum e aparentemente é inofensivo! Quem aí não teve problema com aquele plug de 3 pinos diferente da entrada da tomada antiga de 2 pinos? Certamente você já ouviu alguém falando que é só cortar o pino de terra que é o pino do meio, mas o que isso pode oferecer de risco?

Erros instalações elétricas, como evitar?

Saiba porque não deve cortar o pino de aterramento dos aparelhos!

O sistema de aterramento é obrigatório em todas as instalações elétricas no Brasil, mas infelizmente muitas instalações não possuem aterramento. Quando você compra um aparelho novo ele obrigatoriamente já vem com o plug de 3 pinos e muita gente tem cortado o pino de terra ao invés de trocar a tomada da instalação.

Anular o aterramento de um aparelho pode causar acidentes graves! Se por alguma razão a carcaça ficar energizada, não terá o pino de aterramento para escoar essa corrente de fuga. Nestas condições qualquer pessoa que encostar nesta carcaça pode ser eletrocutada.

A troca do padrão de tomada para o atual padrão de três pinos ocorreu para trazer mais segurança paras as instalações elétricas, porém muitas pessoas ainda não adaptaram as suas instalações com tomadas antigas de dois pinos para a atual de três pinos.

Todos estes erros mostrados são graves problemas de segurança e como falamos no início do artigo, qualquer risco na elétrica pode ser fatal. Por isso é importante se capacitar e saber como fazer corretamente uma instalação elétrica seguindo as normas.

Você já conhecia estes erros? Qual você acha que é o mais grave? Deixe o seu comentário e quem sabe a gente não faz um artigo com outros erros de elétrica.

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

2 comentários para “Instalações elétricas, 5 erros mais comuns!”

  1. Leoni

    Muito boa essas dicas

    Responder
    • Equipe Mundo da Elétrica

      Obrigado Leoni!

      Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)