Curso de eletrônica, tudo que precisa saber!

O curso técnico em eletrônica é um dos mais procurados nas instituições onde são ofertados, justamente por ser uma área que interessa muitas pessoas. Se você é daqueles que vive desmontando as coisas, principalmente quando há fios e componentes ligados à eletricidade, o curso de eletrônica é para você e é sobre ele que o Mundo da Elétrica irá falar. Então, vamos lá pessoal!

O que faz o técnico em eletrônica?

O técnico em eletrônica executa e supervisiona as instalações e/ou as manutenções em equipamentos e sistemas eletrônicos, inclusive de transmissão e recepção de sinais. Ele pode realizar medições, testes e calibrações, assim como prestar serviços e assistência técnica na comercialização, operação, instalação, consertos e manutenção de dispositivos eletrônicos, assim como mostra o exemplo na imagem abaixo.

O que faz o técnico em eletrônica?

Atuação do técnico em eletrônica.

O técnico é capaz de redigir documentos técnicos, desenvolver dispositivos de circuitos eletrônicos, além de poder sugerir mudanças nos processos de produção, criação e implementação de sistemas de automação.

Em geral, os cursos técnicos em eletrônica tem como objetivo formar profissionais capacitados para participar do desenvolvimento de projetos, execução de instalações e/ou manutenção de equipamentos e sistemas eletrônicos.

A grade curricular pode conter:

Por trabalhar com grandezas elétricas muito difíceis de visualizar como a tensão, a corrente, a potência e a resistência elétrica, o técnico em eletrônica precisa possuir domínio sobre os instrumentos de medição, como os multímetros, os alicates amperímetros e os osciloscópios. Essas medições podem ser feitas em circuitos ou diretamente nos componentes eletrônicos, observe alguns exemplos nesta outra imagem.

Dispositivos eletrônicos.

Imagem de componentes eletrônicos.

Também é importante possuir uma boa compreensão dos conceitos físicos relacionados a eletricidade, além das equações que relacionam as grandezas mais comuns, como a Lei de Ohm.

Outro fator fundamental para um bom profissional da área da eletrônica é o domínio das normas de segurança e das boas práticas. É essencial que os técnicos se mantenham sempre atualizados sobre as possíveis mudanças nesses regulamentos e sobre as novidades do mercado.

Por causa dessa responsabilidade, existe a necessidade de inscrição no Conselho Federal dos Técnico Industriais (CFT) ou no Conselho Regional dos Técnicos Industriais (CRT). Aqueles que não têm ou estão estagiando, são supervisionados de perto por engenheiros ou outros profissionais de nível superior.

O CFT regulamenta e garante o livre exercício das atividades profissionais dos técnicos a nível nacional, já o CRT é em nível regional!

Se você ainda está no ensino médio ou se já possui o nível médio completo, é possível começar a aprender sobre todos esses elementos em um curso técnico, que são oferecidos na maioria das vezes por institutos federais e escolas técnicas estaduais. Porém, também é possível iniciar um curso técnico em instituições particulares.

Salário do técnico eletrônico

Atualmente o salário inicial de um técnico em eletrônica é em média R$ 1.870,00 e pode chegar até R$ 3.415,00, sendo que a média salarial no Brasil é de aproximadamente R$ 2.500,00.

Esse salário pode variar de região para região e com o nível de capacitação de cada profissional!

Campo de atuação

A atuação do profissional é bem ampla, já que muitas tecnologias envolvem a eletrônica. Dentre elas podemos citar:

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho é bastante amplo! Mesmo antes de terminar o curso, muitas empresas oferecem vagas de estágio para técnicos em eletrônica, que podem ter uma carga horária máxima de 6 horas diárias.

Os técnicos em eletrônica podem exercer funções como autônomos na indústria, nos laboratórios e nas empresas de pesquisa.

Para complementar a formação, alguns cargos exigem especializações e atualizações em determinadas áreas. Por isso, é de extrema importância continuar se capacitando!

Diferenças entre curso técnico, tecnológico e bacharelado

São vários os níveis de atuação profissional, o técnico em eletrônica é apenas o primeiro degrau de uma grande escalada.  Por isso, vamos entender um pouco mais sobre a diferença entre curso técnico, tecnológico e bacharelado!

Os cursos técnicos são cursos profissionalizantes de nível médio e não tem validade como cursos superiores.

O tecnológico já é um curso superior de curta duração, que também tem o objetivo de capacitar profissionais para o mercado de trabalho. Enquanto o técnico trabalha em cargos mais operacionais, o tecnológico pode formar como analista, gestor ou supervisor.

O bacharelado tem uma formação mais completa, e nessa área costuma ser um engenheiro! A formação em engenharia também é mais longa, durando em média 5 anos.

Conheça agora algumas opções de cursos em todos esses níveis!

Técnicos

Tecnológicos

Bacharelado

Além dos cursos presenciais tradicionais, a tendência do mercado de educação é oferecer cada vez mais cursos de qualidade na modalidade a distância, aumentando o acesso aos cursos técnicos!

Como entrar e onde fazer um curso em eletrônica?

Para escolher onde você vai estudar é importante levar em consideração o conteúdo programático de cada curso, além de se certificar que ele é autorizado pelo Ministério da Educação (MEC). Isso é fundamental para que o seu diploma tenha validade em todo território nacional!

É importante salientar que algumas instituições oferecem cursos técnicos de eletrônica de forma gratuita, tanto virtual quanto presencial! Se você deseja aprender mais sobre o curso técnico em eletrônica, indicamos que você assista o vídeo abaixo do canal Mundo da Elétrica.

Caso você tenha gostado desse conteúdo, compartilhe com os seus amigos para que eles possam se informar também! Nos siga nas redes sociais e continue a nos acompanhar no site Mundo da Elétrica! Se ainda ficou alguma dúvida, deixe abaixo e te responderemos!

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Deixe um comentário