Você conhece a Lei de Ohm? Conhece as equações básicas dessa Lei? Venha descobrir neste artigo do Mundo da Elétrica os principais conceitos da eletricidade. Então, vamos lá pessoal!

A lei de Ohm é considerada por muitos estudantes e profissionais como conceito primordial na área da elétrica. Isso porque a lei de Ohm envolve matematicamente as três grandezas fundamentais da eletricidade: a corrente, a tensão e a resistência elétrica.

Em 1827 George Simon Ohm propôs a lei que hoje conhecemos como Lei de Ohm em sua homenagem. Esta lei basicamente determina o conceito da resistência elétrica de acordo com a relação entre a corrente e a tensão elétrica.

Em seus estudos, George observou que a tensão elétrica em um circuito influencia diretamente a corrente elétrica neste circuito, e que a razão entre essas duas grandezas gerava sempre uma relação inversamente proporcional. George Simon chamou este fenômeno de resistência elétrica, que é basicamente a oposição à passagem da corrente elétrica.

A primeira Lei de Ohm

A primeira Lei de Ohm determina que para um condutor mantido em temperatura constante, a razão da tensão entre dois pontos e a corrente elétrica é constante. Esta constante é determinada como resistência elétrica. Matematicamente falando, temos que:

Lei de Ohm e grandezas elétricas.

Fórmula da resistência elétrica.

Essa fórmula relaciona as três principais grandezas elétricas e para entendê-la melhor, vamos falar um pouco sobre cada uma dessas grandezas.

Tensão Elétrica

Uma carga positiva aproximada de um corpo eletrizado negativamente ou positivamente, será atraída ou repelida por este corpo, respectivamente. A energia para denominar este trabalho é denominada energia potencial.

Quanto maior a eletrização do corpo, maior será essa força de atração ou repulsão. Dois corpos com diferentes forças apresentam diferentes energias potenciais elétricas. Essa diferença de energia é chamada de diferença de potencial (ddp) e também é conhecida como tensão elétrica.

A tensão elétrica é medida em volts(v) e é representada pela letra V. Podemos manipular a fórmula da primeira Lei de Ohm citada anteriormente para colocar em evidência a tensão elétrica da seguinte forma:

Lei de Ohm e grandezas elétricas.

Fórmula da tensão elétrica.

Corrente elétrica

Quando as extremidades de um fio são ligadas aos terminais de uma bateria, ocorre o aparecimento de uma corrente elétrica.

A corrente elétrica é visualizada como o fluxo ordenado dos elétrons em um caminho fechado, circulando do polo de maior potencial elétrico para o polo de menor potencial elétrico.

O fluxo de elétrons pode ser contínuo, quando se movimenta em apenas um sentido, ou alternado, que hora se movimenta em um sentido e hora se movimenta no sentido inverso.

A corrente elétrica é medida em ampéres (A) e é representada pela letra I. Podemos manipular a fórmula da primeira lei de Ohm citada anteriormente para colocar em evidência a corrente elétrica da seguinte forma:

Lei de Ohm e grandezas elétricas.

Fórmula da corrente elétrica.

Resistência elétrica

Como dito anteriormente, a resistência elétrica é a oposição que um material tem a CRASE passagem de corrente elétrica. A resistência é uma característica que depende da estrutura atômica de cada material.

Podemos dizer de forma genérica que todos os materiais possuem resistência elétrica, alguns mais e outros menos. Os materiais que possuem muitos elétrons livres, tem baixa resistência elétrica e os que tem poucos elétrons livres, apresentam alta resistência elétrica.

A resistência elétrica é medida em Ohms (Ω) e é representada pela letra R. Sabemos que a primeira Lei de Ohm resulta na fórmula da resistência, relacionando a tensão e a corrente elétrica.

Lei de Ohm e grandezas elétricas.

Fórmula da resistência elétrica.

O resistor é o componente criado especificamente para oferecer uma resistência nos circuitos elétricos.

A segunda Lei de Ohm

A segunda Lei de Ohm diz respeito à resistência dos materiais. Não é somente a característica atômica do material que influencia na resistência de um condutor, mas também o comprimento, a área da seção transversal e a temperatura.

Desconsiderando o efeito da temperatura, a segunda Lei de Ohm relaciona o comprimento do condutor, a resistividade do material e a área transversal do condutor para encontrar a resistência, assim como mostra a fórmula abaixo.

Segunda Lei de Ohm.

Fórmula da resistência de um condutor.

Para entender melhor sobre a segunda Lei de Ohm, a relação entre resistência e resistividade, assista o vídeo a seguir do canal Mundo da Elétrica.

Gostou de saber mais sobre as Leis de Ohm? Deixe nos comentários a sua opinião e alguma dúvida que tiver. Conheça outros assuntos navegando no site Mundo da Elétrica.

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)