Vivemos rodeados de fios e tomadas, praticamente todo equipamento que nos cerca tem seu funcionamento baseado em eletricidade. Portanto ver reportagens relacionadas a acidentes envolvendo diretamente eletricidade, são cada vez mais frequentes. Iremos abordar as principais causas de acidentes domésticos, os cuidados necessários a serem tomados, principalmente com crianças, vomo reagir em casos de acidentes com eletricidade, além de citar os tipos de acidentes envolvendo tomadas, choques elétricos, aquecimento das conexões, incêndios e manuseio errado de equipamentos elétricos.

A eletricidade não é perceptível, em qualquer material, cabo ou equipamentos que esteja energizado, não é possível perceber com os sentidos se estão conduzindo eletricidade ou não, portanto para manuseá-los, seja um simples trocar de lâmpada, todo cuidado é pouco.

Segundo dados da Abracopel (Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade), em média 650 pessoas morrem todo ano em acidentes envolvendo eletricidade, sendo que destas mortes a maior parte por choques elétricos. Aproximadamente 28% dos acidentes fatais envolvendo eletricidade ocorreram dentro das residências, uma parte das mortas causados por incêndios, que foram gerados devido a curtos-circuitos, e um número relativamente baixo, de mortes causadas por descargas atmosféricas.

Principio de incêndio em um ponto de energia.

Acidente doméstico, curto-circuito próximo ao quadro de distribuição.

Principais causas de acidentes domésticos envolvendo eletricidade.

Dentre as principais causas de acidentes domésticos envolvendo eletricidade, estão fios desencapados ou partidos, que possam entrar em contato com outros materiais condutores, aumentando a área de contato, potencializando os riscos de choque elétrico.

Para quem gosta de soltar pipas da varanda ou de cima da laje, tome cuidado com os cabos, a linha não deve entrar contato com a rede elétrica, caso a pipa fique presa aos cabos em hipótese alguma tente retirar, mesmo que você tente retirar com materiais que sejam maus condutores, não se sabe a tensão que está passando nos cabos, em caso de tensão muito alta pode ocorrer o rompimento do dielétrico do material, consequentemente ocorrendo o choque elétrico.

O áudio abaixo fala um pouso sobre os riscos de acidentes com celular.

Como evitar acidentes domésticos envolvendo eletricidade.

Para evitar que esses acidentes ocorram, várias práticas podem ser abandonadas, e certos cuidados simples podem ser adotados. Para quem tem crianças em casa a atenção é dobrada e todo cuidado é pouco se tratando eletricidade.

Uma das práticas a serem abandonadas é deixar de usar carregadores de celular piratas, nunca deixe carregador conectado na tomada sem estar sendo utilizado, o uso continuo desses aparelhos pode gerar um grande aquecimento do equipamento e consequentemente pode pegar fogo.

Para proteção das crianças evite deixar fios expostos, partidos ou qualquer equipamento elétrico ao alcance delas, crianças são muito ativas e curiosas, use tampas de proteção para tomadas, que geralmente são de plástico, para que elas não coloquem o dedo ou qualquer objeto nas tomadas.

Nunca mude a chave seletora do chuveiro durante o banho, pois no momento em que o chuveiro está ligado a corrente elétrica é muito alta, e na mudança dos contatos internos do chuveiro pode ter uma fuga de corrente, que naquela circunstância pode ser fatal.

Ao trocar uma simples lâmpada, trocar a resistência de um chuveiro elétrico, certifique-se que o circuito esteja desenergizado, desligue o disjuntor ou a chave geral. Se houver algum problema nas instalações internas da casa, não tente resolver o problema sozinho, chame um profissional habilitado para aquele tipo de serviço.

Evite conectar mais de um equipamento elétrico em um único ponto, principalmente os de maior potência, pois a corrente elétrica pode ser maior do que a tomada suporta, causando um superaquecimento e derretimento das conexões e cabos, consequentemente ocasionando um incêndio.
Muitos dos acidentes podem ser evitados fazendo instalações elétricas com os devidos equipamentos de proteção de acordo com a NBR-5410, como o Interruptor Diferencial Residual (IDR) além de um sistema de aterramento, pequenos investimentos que podem salvar vida!

Como reagir em caso de choque elétrico.

Acidentes envolvendo eletricidade podem ser fatais, em caso de choque elétrico tenha calma e não se precipite, porque a situação pode acabar se agravando. É importante que você entenda, que nessas situações sua vida também pode ser colocada em risco se agir de maneira inadequada.

Quando uma pessoa é eletrocutada as principais recomendações são: desligue a fonte de energia, ligue imediatamente para emergência e nunca toque na pessoa eletrocutada, porque consequentemente você também pode sofrer uma descarga, caso está pessoa ainda esteja em contato com a fonte. Em casos de incêndio, jamais tente apagar o fogo na rede elétrica ou em aparelhos elétricos com água! Nestes casos, deve ser usado um extintor de incêndio da classe C.

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)