O fim da tomada de três pinos virou polêmica, mas você sabe por que o padrão de tomadas brasileiro é mais seguro? Neste artigo vamos mostrar porque a tomada de três pinos é mais segura que as outras. Vamos lá pessoal!

Tomada de três pinos é segura?

O principal argumento para que houvesse um padrão único de tomadas no Brasil foi a segurança. E por mais claro que pareça que as tomadas de três pinos são mais seguras, ainda tem pessoas questionando se este padrão de tomada é realmente mais seguro. Já adiantamos que este novo modelo de tomadas é sim mais seguro, vamos mostrar dois fatores que tornam as tomadas de três pinos mais segura.

O primeiro fator sem dúvidas é a obrigatoriedade do pino e furo de aterramento elétrico, para quando o equipamento não for duplamente isolado. Todo profissional do Mundo da Elétrica sabe como o aterramento ajuda a reduzir as consequências de acidentes elétricos.

Para quando o equipamento não for duplamente isolado.

Obrigatoriedade do pino e furo de aterramento elétrico.

O aterramento elétrico tem como função deixar toda a instalações elétricas, equipamentos elétricos e eletrônicos sobre o mesmo potencial elétrico. Uma das funções do aterramento é escoar cargas de fuga, para não submeter as pessoas às descargas elétricas de equipamentos, seja por corrente de fuga, que está indo para a carcaça ou por descarga eletrostática. Além disso o aterramento elétrico também pode ser funcional, para melhor a qualidade da energia elétrica por exemplo.

Infelizmente sabemos da precariedade das instalações elétricas no Brasil, ou seja, a grande maioria das casas não têm aterramento elétrico, mas isso não deve servir de argumento para ser contra o novo padrão.

Para as casas que têm aterramento correto e usam o terceiro pino das tomadas com o sistema de aterramento, sem dúvida está casa é sim mais segura que as outras no quesito choque elétrico.

O segundo fator que é um dos maiores diferenciais do novo padrão de tomada é o rebaixamento das tomadas. Veja na imagem abaixo que o local onde os pinos são encaixados fica rebaixado na tomada do novo padrão diferentemente do antigo padrão. E por dentro da tomada do novo padrão os contatos também ficam mais no fundo.

Tomada do novo padrão os contatos também ficam mais no fundo.

Local onde os pinos são encaixados fica mais rebaixado.

Este rebaixamento das tomadas garante duas proteções diferentes. A primeira é que não permite que ocorra a inserção parcial do plugue e o contato acidental. Na tomada de antigo padrão que não tem o rebaixamento, podemos ver na imagem abaixo, que a tomada oferece contato sem estar totalmente encaixada, deixando o pino exposto.

Tomada de antigo padrão que não tem o rebaixamento.

A tomada oferece contato sem estar totalmente encaixada.

Este detalhes favorece a possibilidade de contato acidental com a parte energizada. Como o plugue na tomada antiga pode ficar exposto existe a possibilidade de contato acidental, facilitando ainda mais o risco de levar um choque elétrico.

Favorece a possibilidade de contato acidental com a parte energizada.

Como o plugue na tomada antiga pode ficar exposto.

Comparando a tomada de novo padrão com o antigo padrão, dá para ver na imagem abaixo que o plugue precisa estar todo inserido para ter contato elétrico.

Comparando a tomada de novo padrão com o antigo padrão.

O plugue precisa estar todo inserido para ter contato elétrico.

Na tomada do novo padrão a parte metálica fica totalmente protegida, assim oferecendo menos riscos e evitar o contato acidental com a parte energizada.

Oferecendo menos risco e evitar o contato acidental com a parte energizada.

Na tomada de novo padrão a parte metálica fica totalmente protegida.

A segunda proteção do rebaixamento das tomadas é no caso das tomadas de sobrepor do modelo antigo, existe o risco de se colocar apenas um pino do plugue na tomada, o chamado contato unipolar. Já com a tomada de novo padrão não é possível ter contato unipolar.

A tomada de novo padrão não é possível ter contato unipolar.

Risco de se colocar apenas um pino do plugue na tomada, contato unipolar.

Independente de outros fatores que favoreçam a adoção de outros padrões, é importante sempre prezar pela segurança e este padrão adotado é bem seguro. Como profissionais do Mundo da Elétrica, nós temos que conhecer os detalhes antes de nos posicionarmos a favor ou contra o fim da obrigatoriedade do padrão único de tomada no Brasil. Abaixo temos um vídeo do Mundo da Elétrica, falando sobre o fim das tomadas de três pinos.

E você é a favor ou contra o fim da tomada de três pinos? Quais são os fatores que você usou para se posicionar em relação ao tema? Deixe aqui nos comentários e vamos falar mais sobre este tema que é tão importante.

Espero que estas informações ajudem a melhorar o cenário da eletricidade no Brasil. Caso tenha ficado alguma dúvida ou curiosidade sobre o assunto, deixe nos comentários que iremos responder!

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

2 comentários para “Tomada de três pinos é segura?”

  1. José Raimundo Nogueira Santos

    Boa tarde! O tema é o eletricista necessita se qualificar sempre!

    Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)