Como é feito o aterramento para motor elétrico?

Em Instalação elétrica residencial por Henrique Mattede

Você sabe o que é um aterramento elétrico? Sabe qual a sua importância para os motores? No artigo de hoje, o Mundo da Elétrica irá te ensinar tudo o que você precisa saber sobre como é feito o aterramento para motor elétrico. Então, vamos lá pessoal!

O que é aterramento?

Aterrar um sistema, ou seja, ligar intencionalmente um condutor fase ou o neutro à terra, tem o objetivo de controlar a tensão em relação à terra dentro de limites previsíveis. Além disso, o aterramento elétrico fornece também um caminho para a circulação de corrente que permite a detecção de uma ligação indesejada entre os condutores vivos e a terra..

Nas indústrias, nas subestações e nas diversas atividades que utilizam energia elétrica, os equipamentos como motores, transformadores e quadros de comando são aterrados com essa finalidade.

Na imagem abaixo, é possível ver o símbolo utilizado para representar o aterramento elétrico.

Vantagens do aterramento em circuitos.

Símbolo do aterramento elétrico.

Quando ligamos a carcaça de uma máquina elétrica à terra, sabemos que ao tocá-la não levaremos choque, porque não existe diferença de potencial entre o ponto que tocamos com a mão e o ponto onde pisamos.

Em condições normais não existe contato elétrico entre as partes vivas do enrolamento do motor e a carcaça. Mas se houver um contato acidental, o contato da fase com a carcaça provocará um curto-circuito que acionará o disjuntor ou fusível, desligando o sistema.

Em todo o caso, o potencial da carcaça ficará mais próximo ao zero e isso só é possível graças ao aterramento elétrico! Os motores costumam possuir um terminal específico para aterramento, que é ligado à sua carcaça.

Em casos em que há a ligação de inversores de frequência em motores, não é recomendado ligar o terra do inversor no motor, uma vez que cada equipamento deve ter contato com o aterramento individualmente.

Caso o fio terra do motor elétrico esteja ligado ao terra do inversor e não haja conexão com o aterramento do local, todo o ruído gerado pelo motor irá para o inversor, prejudicando seu funcionamento.

Em uma máquina não aterrada o comportamento será diferente. pois a carcaça não aterrada assume o potencial de fase e se alguém tocar na máquina, tomará choque.

Além da finalidade de oferecer segurança contra choque elétrico para aqueles que utilizam aparelhos elétricos, o aterramento proporciona uma performance melhor, dissipando a energia de descargas elétricas atmosféricas.

Em um sistema de geração, transmissão ou distribuição, o aterramento evita flutuações de tensão entre as fases de um sistema e a terra. Por exemplo, no sistema trifásico que tenha entre fases uma tensão de 380V, e entre fase e neutro de 220V, se o sistema for aterrado a tensão entre o neutro e a terra é zero, e a diferença de potencial entre qualquer fase e a terra será sempre de 220V.

Elementos que compõe o aterramento

O aterramento é constituído basicamente pelo condutor de terra e pelo eletrodo de terra! O condutor de terra geralmente é um cabo de cobre desencapado, cuja secção é definida de acordo com a potência do equipamento ou instalação a ser alterado.

Se para um aparelho doméstico podemos efetuar aterramentos com fios de secção igual a 5 ou 10 mm², para um para-raios ou motor elétrico de alta potência, a secção poderia ser de 30 a 70 mm².

Quanto maior o valor provável da corrente de descarga entre o ponto de aterramento e o eletrodo de terra, menor deve ser a resistência do condutor de terra para que o potencial seja o mais próximo de zero.

Outro elemento importante do aterramento é o eletrodo de terra. Geralmente ele é constituído por uma haste de ferro galvanizado ou de cobre, e tem como função estabelecer o contato elétrico com o terreno. Por isso, quanto maior for a área de contato, melhor o aterramento!

Vantagens do aterramento elétrico

Os sistemas de aterramento devem executar várias funções simultâneas: como proporcionar segurança para as pessoas e para o equipamento. Resumidamente, os sistemas de aterramento possuem diversas funções básicas, como:

Para aprender mais e entender o que é aterramento elétrico, recomendamos que você assista o vídeo abaixo do canal Mundo da elétrica!

Compartilhe esse artigo com os seus amigos e familiares, e nos siga também nas redes sociais! Caso tenha ficado alguma dúvida ou sugestão, deixe abaixo nos comentários e te responderemos!

Sobre o autor

Autor Henrique Mattede

Eletricista desde 2006, Henrique Mattede também é autor, professor, técnico em eletrotécnica e engenheiro eletricista em formação. É educador renomado na área de eletricidade e um dos precursores do ensino de eletricidade na internet brasileira. Já produziu mais de 1000 videoaulas no canal Mundo da Elétrica no Youtube, cursos profissionalizantes e centenas de artigos técnicos. O conteúdo produzido por Henrique é referência em escolas, faculdades e universidades e já recebeu mais de 120 milhões de acessos na internet.

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Deixe um comentário