Você sabe qual o aparelho doméstico que mais gasta energia elétrica? Se você falou o chuveiro elétrico você acertou! Raros sãos os casos em que o chuveiro não é o que mais gasta energia.

Na verdade os aparelhos que funcionam à resistência são os que mais consomem energia elétrica. Por exemplo, o secador de cabelo e o ferro de passar roupa, mas como a proporção de uso do chuveiro para os demais é bem maior, ele acaba sendo o que mais gasta energia.

Neste artigo vamos falar um pouco mais sobre o chuveiro elétrico e te apresentar todas as vantagens e desvantagens deste aparelho. Saibam porque é importante controlar o tempo do banho e vejam como evitar os gastos desnecessários.

Chuveiro elétrico gasta muita energia?

Esta é uma frase bastante conhecida, mas o certo é que a culpa do alto prejuízo não deve ser dada apenas para o chuveiro. A forma com que utilizamos o chuveiro pode mudar bastante os gastos.

Especialistas indicam que um banho ideal deve durar em média de 10 a 15 minuto. Aí vem a pergunta, o seu banho está dentro deste tempo? Creio que grande parte das pessoas responderam que não. O péssimo hábito dos brasileiros em tomar banhos superiores à 20 minutos é um dos principais causadores do gasto excessivo de energia.

Quais as vantagens do chuveiro elétrico?

Qual a melhor forma de usar o chuveiro elétrico?

Quais as desvantagem do chuveiro elétrico?

Para manter a água sempre bem aquecida, o chuveiro precisa de uma grande quantidade de calor gerado a todo momento e no caso do chuveiro, este calor vem da eletricidade. Sendo assim, quanto mais tempo durar o seu banho e principalmente quanto mais quente for, maior será o gasto de energia.

Outra desvantagem do chuveiro elétrico é quanto ao seu sistema único de funcionamento. Por possuir apenas o sistema elétrico, caso falte energia elétrica na residência, indiferente do motivo, a pessoa obrigatoriamente terá que tomar banho sem água aquecida ou aguardar o restabelecimento do fornecimento de energia.

Quais as vantagem do chuveiro elétrico?

Quando comparado a outros tipos de aquecimento, o chuveiro elétrico exige um gasto muito menor de água para o seu funcionamento. O controle frequente da temperatura também é outra grande vantagem, quando uma pessoa regula uma determinada temperatura, o banho acontece com aquele aquecimento até o fim, já nos outros tipos de aquecimento, há oscilações frequentes da temperatura da água.

As pessoas que optam pelos aquecedor solar sabem que vão precisar de um grande investimento para obter e instalar toda a estrutura, um gasto muito maior do que na compra de um chuveiro elétrico. Mas o que podemos afirmar é que em longo prazo este investimento certamente será vantajoso porque este sistema não apresenta nenhum gasto elétrico, apenas o uso de água.

Como utilizar o chuveiro elétrico?

Agora as nossas dicas são para ajudar a economizar energia e prevenir acidentes. Jamais reaproveite a resistência queimada do chuveiro. Toda a fiação deve estar adequada ao aparelho e muito bem instalada. Qualquer fio que não seja o ideal pode aumentar o gasto energético, além de apresentar grandes chances de derretimentos e pequenos choques.

Partimos então para as dicas de como usar adequadamente o chuveiro e controlar a temperatura visando reduzir os gastos de energia. Se você é daqueles que costuma lavar o banheiro utilizando a água do chuveiro, é importante manter a parte elétrica sempre desligada.

Em várias regiões do Brasil, praticamente não há inverno muito rigoroso e o clima é quente durante quase todo o ano. Nestas regiões, as pessoas praticamente não precisam utilizar o aquecimento elétrico, visto que a temperatura natural da água já é super agradável.

Para as pessoas que não conseguem deixar de tomar banho quente, mesmo em dias quentes, a dica é colocar o chuveiro no morno e deixar o aquecimento no mínimo possível, desta forma o gasto será muito inferior do que se tomasse o banho nas condições normais do banho quente.

Controle bem o tempo do banho, ensaboe o corpo e lave a cabeça sempre com chuveiro desligado, é preciso compreender de onde vem os excessos e minimizá-los o quanto antes. Estas pequenas mudanças de hábitos podem te fazer reduzir consideravelmente o valor do gasto de energia elétrica da sua residência.

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)