Você sabe o que é um transformador de corrente e para que serve? Aqui você irá aprender o que é um transformador de corrente, para que serve, quais os tipos mais utilizados , suas respectivas características e simbologias que facilitam na hora de utilizar o equipamento. Vamos lá pessoal!

O que é um transformador de corrente.

O transformador de corrente é um equipamento que auxilia os instrumentos de medição e proteção, para que possam funcionar de forma adequada e segura, sem que seja necessária que a corrente nominal venha ser a mesma necessária para funcionamento da carga.

Características de um transformador de corrente.

Os Transformadores de corrente (TCs) mais utilizados são os de corrente nominal, onde seus enrolamentos primários possuem uma quantidade menor de espiras, já no secundário possuem uma quantidade maior de enrolamentos, porém com fios mais finos.

Existem várias simbologias utilizadas para identificar as relações de correntes, onde a corrente primária é sempre a corrente de carga do circuito e, a corrente secundária sempre podendo mudar de acordo com alguns casos e aplicações do transformador, facilitando a construção dos equipamentos de medição, sendo dimensionados em tamanhos reduzidos e compatíveis a relação da corrente do secundário.

Transformador de corrente, como funciona?

Transformador de corrente, tipo barra.

As iniciais P1, P2, S1 e S2 são utilizadas para identificar as entradas e saídas de seus terminais de ligação de acordo com as características de construção do equipamento, essas nomenclaturas geralmente são usadas em transformadores de medição, relés de potência etc.

A maioria dos TCs são de polaridade subtrativa que é onde a corrente percorre do primário para o secundário e, a onda da corrente secundária tem a mesma trajetória de S1 para S2, caso ocorra de forma diferente é considerado como polaridade aditiva, mas neste caso só ocorre quando o transformador é feito sobre medida, pois a própria norma NBR-6856 indica que seja usado transformadores de corrente com polaridade subtrativa.

Como são vários os tipos de trabalhos que necessitam do transformador de corrente, foi preciso a construção de diversos modelos para que fosse atendida as necessidades de cada atividade onde seriam empregadas, serão citados apenas 3 modelos de TCs mais utilizados, explicando suas características construtivas e onde são empregados.

Transformadores de corrente

Tc tipo enrolado

Este transformador é usado em medições que a corrente é inferior a relação de 200A por 5A. Sua constituição interna é bem simples, composta por um enrolamento primário com poucas espiras, a quantidade de fios necessário para suportar a corrente da carga é uma quantidade significativamente maior no enrolamento do secundário e com as espiras mais finas, suficiente para suportar o equipamento de medição.

Tc tipo janela.

A construção deste transformador é bem parecida com o TC tipo bucha, a diferença é que seu meio de isolamento entre a bobina do primário com o secundário é feito através do ar, o interessante deste transformador é que ele não possui bobina primária fixa, pois esse modelo é constituído de uma abertura no núcleo, onde é passado o condutor que vai ser medido, desta forma o mesmo condutor passa a ser o circuito primário.

TC tipo barra.

O Transformador de Corrente Tipo Barra tem como principal característica fazer baixas medidas de tensão, tendo como destaque reduzir correntes relativamente altas em uma corrente secundária baixa que será transmitida de forma que, além de isolar o circuito da rede de medição, possa oferece condições de monitorar o circuito através um instrumento.

Simbologias

Para facilitar no momento de definir as relações de corrente foram adotadas algumas simbologias, método este estipulado pela norma NBR-6856.

Dois pontos (:) – Usado para expressar as relações nominais Ex: 300:5.

Hífen ( – )  – Utilizado para separar correntes onde possuem correntes nominais em enrolamentos diferentes, Ex.: 300-5A, 300-300-5A (dois enrolamentos primários), 300-5-5 (dois enrolamentos secundários).

X : É atribuído quando é necessário separar correntes primárias e nominais 300×600-5A onde os enrolamentos podem ser ligados em série ou paralelo.

Barra ( / ) – Utilizada para separar correntes primárias nominais que tenham sido obtidas através de derivação no enrolamento primário ou secundário 300/400-5A

A grande vantagem da utilização de transformadores de corrente é poder fazer uso de aparelhos de medição compactos, além de garantir segurança, podendo efetuar este trabalho a qualquer momento e a distância, usando apenas programas que possam fazer as conversões necessárias, sabendo a corrente que passa em cada fase, dessa forma sabendo se o circuito possui algum problema de desbalanceamento.

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)