Quando falamos no acionamento de motores elétricos trifásicos ou de outros sistemas trifásicos, devemos entender que há uma grande organização e disposição de comandos elétricos por trás desses sistemas, pois só assim o funcionamento de tudo pode ocorrer de forma segura!

Um grande componente deste comando é o relé falta de fase, que cumpre um papel importante com as fases que alimentam o motor. Mas o que é esse relé falta de fase? Quais são as características do relé falta de fase? Como esse relé falta de fase funciona? Existe alguma maneira especial de instalar o relé falta de fase?

Essas são dúvidas comuns que recebemos. Portanto, o Mundo da Elétrica decidiu trazer este artigo para explicar o que é este relé, como funciona relé falta de fase e como instalar relé falta de fase trifásico. Vamos lá pessoal!

Relé Falta de Fase: O que é?

O relé falta de fase nada mais é do que um dispositivo eletrônico de proteção que, sob algumas circunstâncias ou acontecimentos, realiza o seccionamento do circuito, visando proteger todos os componentes após ele.

Tudo sobre Relé Falta de Fase!

Aprenda o que é o Relé Falta de Fase, como ele funciona e como instalá-lo!

O motor elétrico trifásico foi um dos principais motivos para a criação e construção desse relé! Isso aconteceu porque o motor funciona com a alimentação das três fases do circuito em conjunto. Mas se alguma delas apresentar inconsistência, falhar ou por algum motivo for interrompida, o motor gera uma grande sobrecarga e consequentemente queima, acarretando um enorme prejuízo!

Devido à isso, surgiu a necessidade de criar esse dispositivo de proteção que monitora as três fases da alimentação do circuito, cessando imediatamente a energia sob as seguintes circunstâncias:

  • Quando há falta de alguma das fases
  • Quando a tensão está acima do limite máximo
  • Quando a tensão está abaixo do limite mínimo
  • Quando há inconsistência em alguma das fases
  • Quando há assimetria no ângulo das fases
  • Quando a sequência das fases está incorreta (se o relé possuir esta função)
  • Quando há falta do neutro (se houver neutro no circuito)

Ao perceber algum desses gatilhos, o relé falta de fase rapidamente cumpre a sua função e interrompe o circuito!

Como funciona o Relé Falta de Fase?

O relé falta de fase funciona de uma maneira bem simples! Ele possui alguns componentes internos essenciais para cumprir a sua função, que são:

  • Um circuito eletrônico construído para fazer o monitoramento das fases
  • Um microprocessador
  • Um relé interno
  • Um contato comutador

Esses quatro componentes interagem entre si da seguinte maneira! O circuito que é responsável pelo monitoramento das fases fica constantemente analisando as características das fases que passam por ele. Quando este circuito eletrônico identifica algum dos motivos de acionamento, o microprocessador conectado à ele envia um sinal para o relé interno.

Quando o sinal é recebido pelo relé interno, ele aciona a sua bobina e cria um campo eletromagnético forte o suficiente para mudar o status do contato comutador.

Contato Comutador

O funcionamento desse contato é bem tranquilo de entender! Em si, ele possui os dois outros tipos de contatos, que é o contato normalmente aberto (NA) e o contato normalmente fechado (NF).

Quando esse contato é comutado, o contato (NF) que fica normalmente fechado se abre, interrompendo a passagem de energia por ele e o contato (NA) que fica normalmente aberto se fecha, criando um caminho para a corrente elétrica passar.

Como instalar Relé Falta de Fase Trifásico

Como exemplo de instalação desse relé, vamos ensinar o passo a passo para a ligação simples de um motor trifásico. Para isso, vamos usar estes componentes abaixo:

  • Cabos da alimentação
  • 1 disjuntor motor
  • 1 disjuntor termomagnético bifásico
  • 1 relé falta de fase
  • 1 botoeira normalmente fechada (B0)
  • 1 botoeira normalmente aberta (B1)
  • 1 contator de potência
  • 1 motor trifásico

Alimentação

A alimentação do nosso sistema será trifásica! Portanto, você deve conectar as fases no disjuntor motor na sequência correta (R,S,T ou L1, L2, L3).

Saindo com as fases do disjuntor motor, conecte elas no contator e em seguida faça uma derivação em cada uma delas. Leve esses cabos derivados diretamente para o relé falta de fase e conecte-os nos bornes de monitoramento, sempre respeitando a sequência das fases (R,S,T ou L1, L2, L3).

Feito isso, você fará a alimentação do contator e do relé neste momento. Separe duas fases da alimentação, e assim como conectou elas no disjuntor motor, conecte-as no disjuntor bifásico.

Comando

Na lateral do relé falta de fase você pode perceber que tem um diagrama indicando quais são as entradas para os bornes do contato comum, do contato (NA) e do (NF). Esse diagrama é muito importante para que não haja erro nas suas conexões, então preste muita atenção nele.

Sabendo as conexões de cada contato, saia com uma das fases do disjuntor bifásico e ligue-a no contato comum do relé falta de fase (geralmente o contato 11).

Saia com um cabo do contato (NA) do relé (geralmente o contato 14) e o leve para o contato 21 normalmente fechado da botoeira B0. Saindo do contato 22 normalmente fechado da botoeira B0, ligue a fase no contato 13 normalmente aberto da botoeira B1.

Leve essa fase do contato 14 normalmente aberto da botoeira B1 até o borne de alimentação A1 no contator. Chegando nessa parte do circuito, você deve fazer um contato de selo para deixar a alimentação do contator constante.

Contato de Selo

Para isso, basta fazer uma conexão paralela ou uma derivação na fase que sai da botoeira B0 normalmente fechada. Leve este cabo derivado até o borne de entrada 13 do contato auxiliar do contator.

Após isso, faça outra conexão paralela ou derivação, agora na fase que sai da botoeira B1 normalmente aberta, levando o cabo derivado até o borne de saída 14 do contato auxiliar do contator.

Finalização

Para finalizar a alimentação do contator, saia com a segunda fase do disjuntor bifásico e a conecte no borne de alimentação A2 no contator.

Como garantia de segurança, nós indicamos que você saia com um cabo do contato (NF) do relé falta de fase (geralmente o contato 12) e o ligue em uma sinaleira ou em um LED. Dessa forma, quando o relé falta de fase acionar, uma luz acenderá indicando que o circuito foi interrompido e que houve algum problema na alimentação

Com a parte do comando feita, agora é só sair com as três fases do contator e ligá-las no motor elétrico trifásico! Veja o esquema de ligação completo na imagem abaixo para te ajudar.

Tudo sobre Relé Falta de Fase!

Esquema de Ligação do Relé Falta de Fase na partida de um Motor Elétrico Trifásico!

Ajuste de Sensibilidade

Na constituição do relé, existe uma parte responsável por ajustar a sensibilidade do acionamento desse componente.

Para fazer este ajuste, basta energizar o relé e girar o trimmer ou o potenciômetro que fica na frente dele no sentido horário, até que o relé desarme. Após isso, gire lentamente o trimmer para o sentido horário até que o relé volte a ser ativado.

Este é o ponto exato em que o relé deve ficar configurado para reagir às variações da rede elétrica! Mesmo com a explicação do passo a passo dessa montagem, algumas pessoas ainda podem ter dúvida, e nada melhor do que uma explicação prática para sanar essas questões!

Pensando nisso, vamos deixar aqui um vídeo do Mundo da Elétrica que ensina na prática como montar uma partida direta de motor trifásico. Não se esqueça de nos ajudar com o gostei!

Ainda sim ficou alguma dúvida? É só deixar aqui nos comentários que iremos responder! Compartilhe este artigo nas suas redes sociais para que mais pessoas conheçam este relé tão importante.

Se quiser continuar aprendendo, sempre tem informações muito interessantes sobre elétrica! Então, é só continuar acompanhando o site, o canal e as redes sociais do Mundo da Elétrica!

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)