Sabemos que ainda é extremamente comum os profissionais da área da eletricidade encontrarem instalações feitas de forma inadequada, entre essas irregularidades é importante destacar a falta de aterramento elétrico nas instalações, sistemas este que é extremamente importante. Sabendo que um sistema de aterramento é tão importante e útil, porque ainda existem diversas residências que não possuem aterramento elétrico?

Pensando neste assunto resolvemos falar qual a importância do aterramento elétrico nas instalações, porque muitas instalações ainda não possuem aterramento elétrico e como podemos ver este cenário como uma excelente oportunidade para aumentar os seus ganhos como um profissional da área da eletricidade.

Aterramento elétrico

Para que fique mais claro a resposta em relação ao aterramento elétrico, de acordo com a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), o aterramento elétrico significa colocar instalações e equipamentos sobre o mesmo potencial elétrico, de modo que a diferença de potencial entre a terra e o equipamento seja o menor possível.

O condutor de aterramento é o conector cuja o seu potencial é igual a zero, porém a diferença entre o aterramento e o neutro, é que o aterramento não altera o seu valor por meio de” impurezas”, mas pelo contrário, por meio do cabo de aterramento é que estas “impurezas” são eliminadas para a terra, por isso o nome de aterramento. Este sistema de aterramento é que não permite com que as fugas de energia fiquem na superfície de aparelhos elétricos.

Instalações sem sistema de aterramento

Segundo o levantamento feito pela Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (ABRACOPEL), mais da metade das instalações elétricas no Brasil não possuem qualquer tipo de aterramento, mas porque isso acontece?

É comum ouvirmos alguns questionamentos em relação ao aterramento elétrico, principalmente dos mais leigos, pois olham apenas a questão da funcionalidade dos equipamentos.

Tomada sem o cabo de terra.

Instalação sem sistema de aterramento.

Portanto se pensarmos do ponto de vista funcional, alguns equipamentos vão funcionar perfeitamente, mesmo que não haja um sistema de aterramento e de equipotencialização. Um bom exemplo disso são os aparelhos resistivos como os chuveiros elétricos por exemplo, que funcionam sem este sistema de aterramento.

Por outro lado, os aparelhos que envolvem uma eletrônica mais sofisticada, principalmente os equipamentos de tecnologia da informação, como por exemplo computadores, modens centrais telefônicas, controladores lógicos e entre outros, podem se queimar facilmente ou apresentar defeitos, caso não exista um sistema de aterramento e equipotencialização adequado na instalação.

O aterramento e a equipotencialização são ações fundamentais para garantir o funcionamento adequado dos sistemas de proteção contra choques elétricos, sobretensões, descargas atmosféricas e descargas eletrostáticas.

Analisando no ponto de vista da segurança, o sistema de aterramento é indispensável, pensar diferente disso é extremamente errado, sem contar que uns sistemas de aterramento e equipotencialização também possuem uma outra função muito importante, que vão além da segurança, que é o aterramento funcional.

A norma NBR-5410 é clara no item 5.1.2.2.3.1 dizendo que todas as massas de uma instalação devem estar ligadas a condutores de proteção, que neste caso é o cabo de terra. Ou seja, não é porque mais da metade das casas do Brasil estão sem aterramento que você também deve adotar esta atitude errada!

Aterramento elétrico: Aumente sua renda

Se analisarmos bem os dados fornecidos pela Abracopel, podemos enxergar uma excelente oportunidade de trabalho, dessa forma aumentar ainda mais a sua renda como um profissional desta área da eletricidade.

Se considerarmos os dados fornecido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil possui aproximadamente 69 milhões de casas, sendo que pouco mais da metade dessas edificações, aproximadamente 55% delas não possuem aterramento elétrico, ou seja não estão de acordo com norma.

Desta forma podemos concluir que existem quase 38 milhões de oportunidades de trabalho para os profissionais da área da eletricidade, somente para instalação de sistemas de aterramento, portanto basta você se capacitar para este serviço e principalmente, saber como apresentar ao cliente a importância de adequar o sistema elétrico da sua residência. Aqui no site Mundo da Elétrica temos um vasto conteúdo para o profissional da área da eletricidade poder se capacitar ainda mais.

O vídeo abaixo ensina como se preparar para ter trabalho o ano todo, e como saber aproveitar essas oportunidades.

Finalizamos mais um artigo e esperamos ter ajudado a esclarecer as dúvidas relacionadas ao sistema de aterramento e equipotencialização. Caso tenha ficado alguma dúvida ou curiosidade sobre o assunto, deixe nos comentários que iremos responder!

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)