Em nossa casa existem diversos aparelhos elétricos e eletrônicos, que necessitam de diferentes grandezas elétrica como tensão elétrica, corrente elétrica, resistência elétrica e potência elétrica. Neste artigo resolvemos abordar uma das principais grandezas elétricas, que é a corrente elétrica, com intuito de mostrar as principais características da corrente elétrica.

O que é Corrente Elétrica?

Todas as substâncias, gasosas, líquidas ou sólidas, são constituídas de pequenas partículas invisíveis para o olho humano, denominada átomos. O átomo é dividido basicamente em duas partes, que é o núcleo e a eletrosfera. No núcleo é onde se localiza os prótons e os nêutrons, o próton tem carga positiva e o nêutron não possui carga elétrica. Na eletrosfera é onde se localiza os elétrons que possui cagas negativas.

Nos condutores elétricos existentes elétrons livres que estão em constante movimento desordenado. Para os elétrons livres se movimentarem de forma ordenada nos condutores elétricos é necessário ter uma força que impulsiona os elétrons livres, sendo que essa força é chamada de tensão elétrica.

A força provocada pela tensão elétrica, faz com que os elétrons livres se movimentem de forma ordenada, assim formando uma corrente de elétrons que é chamada de corrente elétrica, representada pela letra (I).

Movimento ordenado forma corrente elétrica.

Elétrons livres que estão em constante movimento.

A intensidade da corrente elétrica é determinada pela razão entre a quantidade de cargas elétricas, que atravessam uma seção determinada de um condutor, em um intervalo de tempo. A unidade de medida dada para intensidade da corrente elétrica pelo sistema internacional de unidades (SI) é o ampère, em homenagem ao cientista Francês, André-marie Ampère (1775 – 1836), para representar a corrente elétrica usamos como símbolo a letra (A).

Formula para calcular corrente dada em amperes.

Intensidade da corrente elétrica.

Tipos de Corrente Elétrica

Existem dois tipos de corrente elétrica, corrente contínua e a corrente alternada. A corrente contínua (CC ou DC – do inglês direct current), é fluxo ordenado de elétrons livres no mesmo sentido permanecendo constante ao longo do tempo e tem polos definidos, ou seja, polo positivos e negativo, sendo que esse tipo de corrente elétrica é obtida através de pilha, bateria, fontes de alimentação, carregador etc.

A corrente elétrica alternada (CA ou AC – do inglês alternating current), é o fluxo ordenado de elétrons livres em sentido variado ao longo do tempo e não tem polos definidos como na corrente contínua, variando entre fase e neutro é estar presente em hidrelétricas, tomadas, subestações elétricas etc.

Sentido da Corrente Elétrica

Antes de se estudar a estrutura dos átomos já existia uma definição para corrente elétrica como sendo o sentido do fluxo de cargas positivas, assim as cargas se movimentam do polo positivo para o polo negativo.

No início da história da eletricidade por não ter conhecimento da estrutura dos átomos, não sabiam que em condutores sólidos as cargas positivas estão fortemente ligadas aos núcleos dos átomos, portanto em condutores sólidos não podem haver fluxo de cargas positivas.

No entanto quando a física subatômica descobriu esse fato, a definição para corrente elétrica como fluxo de cargas positivas, já era amplamente utilizada em cálculos e representações para análise de circuitos, sendo assim esse sentido até hoje é utilizado e é chamado de  sentido convencional da corrente elétrica. Assim foram definidos dois sentidos para a corrente elétrica, ou seja, sentido real e sentido convencional, onde o sentido real é o fluxo dos elétrons do polo negativo para o polo positivo e o sentido convencional é utilizado em cálculos para análise de circuitos, sendo que neste caso o sentido da corrente elétrica vai do polo positivo para o polo negativo da fonte.

Corrente Elétrica em cada tipo de circuito elétrico

O circuito elétrico é um caminho fechado por onde a corrente elétrica flui, existindo basicamente três tipos de circuito, que são: circuito série, paralelo e misto. A corrente elétrica se comporta de diferentes maneiras em cada tipo de circuito elétrico, sendo que nos circuitos em série a corrente elétrica é a mesma em todos os pontos. Já em paralelo a corrente elétrica se divide entre as malhas, podendo ter diferente valores de corrente elétrica, dependendo do ponto de análise. No circuito misto a corrente elétrica se comporta de ambas as formas, dependendo da malha analisada.

Para realizar as análises e cálculos nos circuitos foram desenvolvidas ao longo do tempo leis e fórmulas com por exemplo, a lei de ohm, primeira lei de kirchhoff e divisor de corrente.

Lei de Ohm

A lei de Ohm é a uma das leis mais aplicadas nos cálculos elétricos. A lei de Ohms é a base para os cálculos elétricos e envolve quatro grandezas elétrica, que são: tensão elétrica, corrente elétrica, resistência elétrica e potência elétrica. A lei de Ohm é bem simples, quando temos o valor de duas dessas grandezas é possível encontrar o valor da terceira variável, para isso basta usar a fórmula adequada, no caso da corrente elétrica temos três fórmulas que podem ser utilizadas para se obter o valor da corrente elétrica.

Leis de ohm mais aplicadas nos cálculos elétricos.

Fórmulas utilizadas para se obter corrente elétrica.

Primeira lei de Kirchhoff

As leis de Kirchhoff são fundamentais para realizar análise de circuito em série, paralelo ou misto, pois estão relacionadas diretamente com a corrente elétrica. Primeira lei de Kirchhoff também conhecida por lei das correntes ou lei dos nós, está relacionada a corrente elétrica em um nó. A primeira lei de Kirchhoff fala que o resultado das somas das correntes elétrica em um nó sempre é igual a zero, sendo assim o nó não acumula carga.

O nó é um ponto que a corrente se divide tendo dois ou mais caminhos para percorrer no circuito e a soma de todas as correntes que entram em um nó é igual a soma de todas correntes que saem do nó.

Somas das correntes em um nó é igual a zero, ou seja, não acumula carga.

Primeira lei de Kirchhoff.

Divisor de Corrente Elétrica

Divisor de corrente elétrica, é uma técnica de análise em circuito em paralelo, utilizado para calcular a corrente que flui em um determinado caminho. Para aplicar este método não é preciso ter o valor da tensão elétrica em nenhum ponto do circuito ou a potência elétrica das cargas, mas é preciso ter a corrente que está entrando no nó e o valor das resistências ou impedâncias em paralelo, como podemos observar na fórmula abaixo.

Análise em circuito em paralelo, utilizado para calcular a corrente que flui em um determinado caminho.

Divisor de Corrente Elétrica.

Esperamos ter ajudado, o vídeo abaixo do canal Mundo da Elétrica explica algumas características da corrente contínua e corrente alternada, para que possa te ajudar a tirar suas duvidas sobre o assunto.

Caso não tenha ficado claro fique tranquilo, no site e canal do Mundo da Elétrica esta repleto de conteúdos sobre corrente elétrica, sendo assim fique à vontade para acessar os artigos e vídeos relacionados ao tema. Qualquer dúvida ou curiosidades deixe nos comentários que iremos responder.

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

2 comentários para “Principais características da corrente elétrica!”

  1. Ale

    Ajudou bastante! Obrigada!

    Responder
    • Equipe Mundo da Elétrica

      Obrigado Ale!

      Responder

Deixe um comentário para ale

  • (não será divulgado)