Neste artigo vamos explicar o que é próton e como acontece o incrível movimento dos prótons. Saiba o que tem no interior dos prótons e quando eles foram descobertos. Se você tem alguma dúvida sobre os prótons, este artigo está repleto de curiosidades e informações que pode de ajudar, vamos lá pessoal!

Talvez você nem faça ideia, mas todas as coisas que estão ao nosso redor são formadas por átomos! Eles são partículas que constituem a matéria, e cada átomo é dividido em duas partes que é o núcleo que obviamente está na parte central, e também a crosta fora do núcleo.

O Interior do Átomo

Quando observamos somente o núcleo podemos encontrar dois tipos de partículas que são os nêutrons e os prótons. Como o nome já sugere, os elementos neutros não possuem carga elétrica positiva e nem negativa. Enquanto os prótons são partículas bem pequenas que possuem carga elétrica positiva. E ao redor do núcleo estão os elétrons que tem carga negativa.

O número atômico do elemento químico é estabelecido pelo número de prótons no núcleo. O número de massa atômica é estabelecido pela soma do número de prótons e número de nêutrons. Então, as características das partículas são:

  • Prótons – Carga elétrica positiva e tem massa unitária
  • Nêutrons – Sem carga elétrica, mas tem massa unitária
  • Elétrons – Carga elétrica negativa e quase não tem massa
O que é número atômico? O que é elemento químico?

Conheça as principais características dos prótons e a sua importância!

O movimento dos prótons

Saiba que estas partículas não ficam inativas dentro do núcleo do átomo, elas ficam alinhadas de acordo com o campo magnético, se movendo em uma determinada direção. O nome dado ao movimento destas partículas é precessão.

Quando há um campo magnético forte, os prótons se movimentam em alta velocidade e esta é a medida em frequência de precessão, que é quantidade de vezes que os prótons realizam a precessão. Entenda que a frequência não é constante, porque isso depende bastante da força do campo magnético em que os prótons estão colocados.

Portanto, quanto mais forte o campo magnético, maior será a frequência de precessão. É indispensável que o cálculo desta frequência seja feito com precisão, e por isso deve ser usado a equação chamada “Equação de Larmor”.

A história do próton

A descoberta dos prótons aconteceu há muitos anos atrás! O seu tamanho é similar ao nêutron e maior que o elétron. Em 1918 o cientista neozelandês Ernest Rutherford criou um modelo atômico que provou a existência do núcleo atômico, além é claro da presença dos prótons.

De acordo com este modelo atômico a maior parte da massa, além de toda a carga positiva do átomo se concentram no núcleo do átomo. Sendo assim, fora dele deve existir um número de elétrons igual ao número de unidades de carga nuclear.

Cargas elétricas

Diversos estudos e experimentos realizados conseguiram estabelecer as propriedades das partículas do átomo. Quando consideramos a sua carga elétrica, a do próton é igual a +1, a do elétron é igual a -1 e a carga do nêutron é igual a 0.

Caso você não saiba, as cargas elétricas de mesma intensidade e de sinais contrários se neutralizam. Portanto, a carga elétrica de um elétron que é negativa, anula a carga elétrica de um próton que é positiva. É muito importante compreender que o átomo sempre vai apresentar o número de prótons e elétrons iguais! Então, ele é eletricamente neutro.

O núcleo dos átomos

Neste tópico vamos falar melhor das características do núcleo atômico e é preciso saber que existem muitos átomos diferentes entre si. Sendo assim, o átomo de alumínio é bem diferente do átomo de ouro, mas você sabe me dizer qual é a principal diferença entre os tipos de átomos?

A resposta é bem simples! Depois de muitos estudos, a definição é que o número de prótons é a principal característica para a diferenciação de um átomo para o outro. Este número de prótons é chamado de número atômico, sendo representado pela letra Z.

Então, elemento químico é o nome dado ao conjunto de átomos que possuem o mesmo número atômico (Z). Agora você já sabe que os átomos com quantidades diferentes de prótons entre si, obrigatoriamente pertencem à elementos químicos diferentes.

Por exemplo, o átomo de sódio possui 11 prótons, ou seja, o seu número atômico é (Z = 11). Portanto, todos os átomos que possuem número atômico igual a 11, pertencem ao elemento químico sódio. Logo, todos os átomos que possuem número atômico diferente de 11, não pertencem ao elemento químico sódio.

Quando falamos de prótons, naturalmente vamos falar de átomos, elétrons e nêutrons, mas isso não é ruim, porque ao pesquisar de um tema, acabamos aprendendo dos demais componentes deste processo magnífico.

Agora você consegue imaginar como a corrente elétrica está envolvida e é importante em praticamente todos os aspectos. Neste vídeo abaixo deixo de sugestão uma aula completa falando detalhadamente o que é a corrente elétrica, quais as suas principais características e como ela se comporta em determinados circuitos.

Aqui no Mundo da Elétrica tem artigos bem completos sobre diversos temas, convidamos para continuar em nosso site para aprender e se capacitar cada vez mais.

Casto tenha ficado com alguma dúvida ou tenha alguma sugestão para o Mundo da Elétrica, favor deixar nos comentários porque iremos responder com maior prazer e a sua sugestão pode ser muito importante para melhorar ainda mais o conteúdo que trazemos para vocês!

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)