Quem foi Nikola Tesla? Qual relação entre Tesla e a corrente alternada? Qual a importância de Tesla para a área da eletricidade? Como foi a sua participação na famosa Guerra das Correntes Elétricas? Neste artigo vamos responder todas estas perguntas e dar muitas outras informações sobre este importante inventor.

Nikola Tesla: Quem foi?

Este fantástico inventor austríaco nasceu no ano de 1856 em uma aldeia de Smiljan, durante o Império Austríaco, território da atual Croácia. Ele deixou diversas contribuições para o desenvolvimento tecnológico, dentre os seus principais estudos podemos citar a transmissão via rádio, robótica, controle remoto, radar, além da física nuclear, ciência computacional e a corrente alternada.

Tesla foi estimulado pelo seu pai desde pequeno e ele sempre mostrou um incrível raciocínio lógico e uma excelente memória! Existem afirmações de que ele tinha uma memória fotográfica fora do normal, que fazia com que ele pudesse decorar livros lendo apenas uma vez.

Corrente alternada, guerra das correntes elétricas

Conheça a história de Nikola Tesla, um importante inventor que revolucionou a área da eletricidade!

Em 1873, Tesla iniciou os seus estudos sobre Engenharia Elétrica no Instituto Politécnico de Graz, na Áustria e depois foi para a Universidade de Praga. Entretanto, ele não chegou a concluir o curso.

No ano de 1881 ele começou a sua carreira de engenheiro quando entrou para a companhia telefônica de Budapeste, mas foi em 1882 que Tesla descobriu algo que iria fazer muita diferença na vida de todo mundo dali para frente. Eu estou falando do campo magnético rotativo, que é um princípio fundamental da física, sendo a base de todos os dispositivos que usam corrente alternada.

Nikola Tesla: Corrente alternada

Nesta mesma época ele começou a trabalhar na Companhia Continental Edison, em Paris. Em poucos anos, ele foi convidado por Thomas Edison para trabalhar com ele, e foi quanto Tesla se mudou para Nova Iorque.

O que parecia ser uma oportunidade fantástica para a vida de Tesla, acabou virando o início de um pesadelo. O atrito começou quando as opiniões entre Tesla e Thomas Edison sobre a corrente contínua começaram a divergir.

De acordo com os relatos, Tesla havia desenvolvido formas de tornar viável o uso da corrente alternada, que é sem dúvidas uma forma muito mais eficiente de transmitir energia à grandes distâncias. Em contrapartida, Edison baseava as suas tecnologias na corrente contínua que por sinal, já estava estabelecida no uso público e gerava muito lucro para Edison.

Nikola Tesla: Guerra das Correntes Elétricas

Para ter luz em casa usando o sistema de Thomas Edison, seria necessário ter uma usina de energia elétrica a cada quilômetro quadrado, o que convenhamos é algo totalmente inviável não é mesmo? O sistema de Tesla era fascinante e usava cabos menores, podendo alcançar tensões maiores, além de conseguir transmitir energia elétrica para distâncias muito maiores.

Portanto, se Tesla conseguisse mostrar ao mundo a eficiência e as vantagens da corrente alternada, certamente ia afetar todo o patrimônio do Thomas Edison que deixaria de ganhar muito dinheiro!

Foi nesta época que Edison usou uma cartada de mestre que chocou o mundo! Caso você não saiba, a corrente alternada é muito mais perigosa que a corrente contínua. Sabendo disso, ele decidiu apresentar ao mundo a famosa “corrente assassina de Tesla”.

Para isso Edison eletrocutou cruelmente vários animais com corrente alternada. Segundo os relatos, gatos e cachorros foram eletrocutados, mas o mais impactante e que ficou historicamente conhecido, foi quanto ele mandou eletrocutar um elefante.

O impacto foi realmente gigantesco! E isso fez com que os grandes investidores perdessem o interesse no sistema de Tesla. Edison teve essa ideia absurda e cruel simplesmente por dinheiro e poder.

Apesar deste aparente sucesso, anos depois Edison acabou perdendo a Guerra das Correntes Elétricas, e por ironia do destino, a derrota veio justamente por interesses financeiros das grandes empresas que perceberam que o sistema de Tesla era muito mais barato e funcional, se tornando o padrão global.

Nikola Tesla: Prêmios

No ano de 1894, Tesla recebeu o título Honorário da Universidade de Columbia e uma medalha do Instituto Franklin. 18 anos depois ele se recusou a dividir o Prêmio Nobel de Física com Edison. Já no ano de 1934, ele recebeu em Filadélfia uma medalha pelo seu sistema de energia polifásico.

Durante os anos de glória, Tesla morou no hotel Waldorf Astoria na cidade de Nova Iorque. Porém, nos últimos 10 anos ele morou no hotel New Yorker, que foi onde faleceu no dia 7 de janeiro de 1943.

Neste vídeo abaixo o Mundo da Elétrica mostrou tudo que destacamos neste artigo de uma forma bem ilustrativa, onde você pode ver várias imagens e invenções daquela época, vale muito a pena conferir!

Nikola Tesla registrou aproximadamente 40 patentes nos Estados Unidos e outras 700 no mundo todo. Tesla queria que todos tivessem acesso à energia elétrica, e ele via isso como uma forma de melhorar a qualidade de vida das pessoas, mas infelizmente a ganância de poucos limitou as ações deste gênio.

E assim encerramos este incrível e importante artigo! Se você tem alguma dúvida ou curiosidade sobre o Tesla ou outros assuntos relacionados à eletricidade, deixe nos comentários que iremos responder.

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

2 comentários para “Nikola Tesla, quem foi? Quais foram as suas invenções?”

  1. Silverio da Silva Xavier

    Obrigado pelos textos sobre Tesla e Edson, sou eletricista aposentado mas não perco nada que fale da invenção da eletricidade, como tudo era difícil! Hoje temos tudo pronto e ainda fazemos errado!

    Responder
    • Equipe Mundo da Elétrica

      O importante é a gente querer melhorar e aprender sempre! Obrigado por nos prestigiar!

      Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)