Você já imaginou como é o funcionamento dos radares de velocidade? Qual a diferença para os medidores de velocidade? Como será que acontece aquela medição tão precisa da velocidade que o veículo passa pela rodovia? Um equipamento que é visto por muitas pessoas como vilão, na verdade é uma excelente ferramenta para garantir a segurança de muitas pessoas. Neste artigo vamos te apresentar todas as informações que irão responder estas curiosidades, vamos lá pessoal!

Radar de velocidade – O que é?

Existem várias formas de medir a velocidade de um veículo em uma rodovia, uma delas é através do radar de velocidade, mas apesar de ser a forma mais utilizada, ela não é a única. As pessoas costumam chamar tudo de radar, mas o radar mesmo é aquele dispositivo móvel que emite uma onda eletromagnética, captando a sua reflexão e calculando a velocidade, assim como mostra na imagem abaixo.

O que é radar de velocidade?

Você sabe qual a diferença do radar móvel para os medidores de velocidade fixo?

Medidor de velocidade – Como funciona?

Os medidores de velocidade são os chamados radares fixos! São aqueles que utilizam sensores instalados no asfalto. Estes sensores são chamados de laços indutivos e se você observar bem, é possível notar algumas linhas no chão perto destes radares, como mostra na imagem a seguir.

O que é medidor de velocidade?

Como o medidor de velocidade calcula a velocidade que o carro passa pela rodovia?

A maioria dos radares fixos têm 2 ou 3 laços indutivos, que são utilizados para calcular e conferir o cálculo da velocidade do veículo. Quando um veículo que é basicamente um corpo metálico passa por cada laço indutivo, ele provoca uma perturbação no campo magnético gerado por cada um dos sensores. Esta perturbação é processada por um software que consegue detectar o tempo que o veículo gastou de um laço indutivo até o outro.

O cálculo acontece da seguinte maneira, como a distância entre os sensores no chão é fixa, é muito fácil calcular a velocidade do veículo usando a fórmula: velocidade é igual a distância dividida pelo tempo! Se a velocidade for acima da permitida para aquele tipo de veículo, é acionado um comando para capturar a imagem do infrator.

Provavelmente você não saiba, mas existem diversos tipos de sensores e alguns são tão sensíveis que podem detectar até mesmo a velocidade de uma bicicleta! Geralmente eles são mais específicos, detectando e diferenciando os caminhões, carros e motos. Essa especificação é que torna possível um detector multar carros a partir de 80 km/h e veículos pesados a partir de 60 km/h, ou até mesmo, detectar se um carro está invadindo a faixa de ônibus.

Como funciona o radar de velocidade?

Veja com um radar diferencia o tipo de veículo que passa pelo sensor!

No vídeo a seguir, é possível visualizar na prática como funciona esta perturbação detectada pelos sensores. No teste realizado uma fotocélula foi coberta deixando apenas dois orifícios para a passagem da luz, ou seja, quando o carrinho passa sobre cada orifício, ele bloqueia a luz por um instante e provoca uma variação na tensão de saída da fotocélula. Portanto, a única diferença é que ao invés de utilizar um laço indutivo, o projeto do teste realizado utilizou uma fotocélula que identificava a variação da luminosidade provocada pela passagem do veículo.

Como foi feito o cálculo da velocidade no teste?

O medidor de velocidade neste teste com a fotocélula utilizou um Arduino e alguns shields sem ter que soldar nenhum componente, ou seja, todo o trabalho foi feito apenas no software embarcado. O cálculo aconteceu da mesma forma que os detectores de velocidade fazem no trânsito real. A distância entre os dois orifícios na fotocélula é fixa. Sendo assim, coube ao software apenas dividir esta distância pelo tempo medido, resultando na velocidade do carrinho!

Na descrição do vídeo você encontra o link pra baixar o software, a lista de materiais e todo o esquema utilizado no teste realizado com a fotocélula. Chegamos ao final deste artigo e caso tenha ficado alguma dúvida, deixe nos comentários que teremos o maior prazer de responder.

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)