Energia eólica, como funciona?

A energia eólica vem ganhando cada vez mais visibilidade e espaço no mercado por ser uma energia renovável e muito vantajosa, mas você sabe como funciona a energia eólica? Quais as vantagens e desvantagens? No artigo de hoje, o Mundo da Elétrica irá responder as suas dúvidas. Então vamos lá pessoal!

O que é energia eólica?

A energia eólica é a energia produzida a partir da energia cinética do vento que movimenta as pás de captadores. A energia cinética do vento geralmente é convertida em energia mecânica por moinhos e cataventos, depois é convertida em energia elétrica por turbinas eólicas ou aerogeradores.

Os sistemas e as usinas eólicas funcionam com uma das tecnologias mais vantajosas ao se tratar de produção de energia renovável. Há muitos anos essa tecnologia funcionava apenas na geração de algumas dezenas de quilowatts, mas atualmente a produção é na casa dos megawatts de potência.

Antigamente a energia eólica não era tão utilizada devido às baixas de potências em trânsito, bem como a falta de controle da potência ativa e reativa. Entretanto, com o desenvolvimento da eletrônica de potência, além dos dispositivos de controle e medição, é possível controlar ativamente os aproveitamentos eólicos.

Aspectos como o controle de tensão, frequência, conteúdo harmónico, ruído eletromagnético, rendimento, potência ativa e reativa são alvos da atenção dos fabricantes de máquinas e equipamentos elétricos que compõem o sistema eólico, de forma a tornarem os seus produtos mais eficientes e atrativos possíveis.

De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), a expansão da geração de energia elétrica cresce a cada ano. Dentre essa produção, a fonte eólica é a que teve o crescimento mais acentuado durante vários meses!

Componentes de um sistema eólico

Um sistema eólico é constituído por vários componentes que devem trabalhar em harmonia visando aumentar o rendimento final. Os componentes mais utilizados são:

Turbinas eólicas

As turbinas eólicas ou os aerogeradores são equipamentos que utilizam a energia cinética contida no vento para gerar energia elétrica. Os aerogeradores normalmente são classificados pela sua construção em dois tipos: de eixo horizontal, também conhecido como HAWT (Horizontal Axis Wind Turbine), e de eixo vertical, conhecido por VAWT (Vertical Axis Wind Turbine).

Na imagem abaixo, vemos um esquema de uma turbina eólica.

Esquema de um aerogerador.

Esquema de uma turbina eólica.

Para ambas as configurações, os principais componentes são:

Os aerogeradores também podem ser classificados pela potência a eles associada:

Além disso, também há a classificação por número de pás:

Turbinas de eixo vertical

Em geral, os rotores de eixo vertical têm a vantagem de não necessitarem de mecanismos de acompanhamento para variações da direção do vento, o que reduz a complexidade do projeto. Os rotores de eixo vertical também podem ser movidos por forças de sustentação e por forças de arrasto.

Os principais tipos de rotores de eixo vertical são Darrieus e Savonius. Os rotores do tipo Darrieus são movidos por forças de sustentação e constituem-se de lâminas curvas (duas ou três) de perfil aerodinâmico. Elas são atadas pelas duas pontas ao eixo vertical.

A turbina eólica do tipo Savonius é movida por forças de arrasto e consistem em duas ou três conchas. Olhando de cima para uma turbina de duas conchas ela tem o formato da letra “s” e, por causa da sua curvatura, as conchas sofrem menos arrasto quando se movem contra o vento do que quando se movem a favor do vento.

Essa diferença na força de arrasto gera um momento binário que faz a turbina girar. Por serem turbinas de arrasto, as turbinas tipo Savonius extraem muito menos da potência do vento quando comparadas com turbinas de tamanho similar movidas por força de sustentação.

Na imagem abaixo, é possível observar alguns modelos de turbinas eólicas de eixo vertical.

Exemplos de turbinas de eixo vertical.

Turbinas eólicas de eixo vertical.

As principais vantagens de turbinas de eixo vertical são:

As principais desvantagens de turbinas de eixo vertical são:

Turbinas de eixo horizontal

Os rotores de eixo horizontal são os mais utilizados! Assim como os de eixo vertical, eles são movidos por forças aerodinâmicas chamadas de forças de sustentação e forças de arrasto.

Os rotores que giram predominantemente sob o efeito de forças de sustentação permitem liberar muito mais potência do que aqueles que giram sob efeito de forças de arrasto para uma mesma velocidade de vento.

Os rotores aerogeradores de eixo horizontal convencionais são predominantemente movidos por forças de sustentação, e possuem mecanismos que permitem que o disco varrido pelas pás esteja sempre em posição perpendicular ao vento.

Tais rotores podem ser constituídos de uma pá e contrapeso, duas pás, três pás ou múltiplas pás. Construtivamente, as pás podem ter as mais variadas formas e empregar os mais variados materiais. Em geral, utilizam-se pás rígidas de madeira, alumínio ou fibra de vidro reforçada.

Uma vantagem das turbinas de eixo horizontal é a capacidade de se construir grandes parques eólicos com turbinas posicionadas de uma forma relativamente compacta, sem afetar significativamente o desempenho de cada uma.

Na imagem abaixo, é possível observar uma turbina eólica de eixo horizontal.

Exemplo de turbina de eixo horizontal.

Turbina eólica de eixo horizontal.

Potencial eólico

As variáveis de estado de uma turbina eólica que interferem no potencial eólico são:

Geradores eólicos

Os geradores eólicos têm como função a produção de energia elétrica a partir da energia mecânica proveniente da turbina eólica. Os requisitos necessários de um gerador são: a simplicidade do uso, longa duração de utilização, baixa manutenção e baixo custo de investimento. Cumpridos esses requisitos, é escolhido o gerador apropriado.

Devido à robustez necessária dos geradores, os mais encontrados no mercado são os de indução ou os síncronos!

O gerador pode ser ligado diretamente à rede elétrica através de um transformador ou ligado aos conversores eletrônicos de potência. Ele também pode ser ligado à rede de baixa, média ou alta tensão, variando com a tensão nominal do gerador e do transformador.

Sistemas de geração de energia eólica

Os aerogeradores têm diversas formas de controlar a produção, podendo ser realizadas de forma mecânica, alterando a geometria do rotor da turbina, ou soluções elétricas que passam pelo controle dos conversores eletrônicos de potência.

A potência de saída de um aproveitamento eólico depende essencialmente da velocidade do vento, da velocidade da turbina e da capacidade do sistema eólico.

A vantagem dos sistemas eólicos com velocidades variáveis são o controle da variação da velocidade com o objetivo de produzir mais potência, tornando o sistema mais eficiente.

Verifica-se que quanto maior a velocidade de rotação do gerador ou a velocidade do vento, maior será a potência de saída, porém, podemos controlar apenas a velocidade do gerador de forma a produzir sempre maior potência possível.

Os rotores eólicos ao extraírem a energia do vento reduzem a sua velocidade! Isso faz com que a velocidade do vento frontal ao rotor seja maior do que a velocidade do vento atrás do rotor ou na esteira do rotor.

É importante estar atento pois uma redução muito grande da velocidade do vento faz com que o ar circule em volta do rotor, ao invés de passar através dele!

Outro fator importante é o fato que o sistema eólico só começar a funcionar a partir de uma certa velocidade, chamada de velocidade de entrada!

Energia eólica: vantagens e desvantagens

Quando pensamos na criação de usinas para a captação da energia eólica, a principal vantagem é a redução do impacto ambiental!

As usinas eólicas não realizam queima de combustível e nem produzem dejetos que possam vir a poluir ar, solo ou a água. Elas são excelentes formas de gerar empregos e é uma energia válida economicamente.

Apesar de ser uma fonte de energia que não polui e é renovável, é importante ressaltar que ela causa impactos no ambiente, dentre eles podemos citar:

Se você deseja aprender mais sobre as usinas de energia elétrica, recomendamos que você assista o vídeo abaixo do canal Mundo da Elétrica! E não se esqueça de deixar um gostei!

Aproveite para nos seguir nas redes sociais e continuar nos acompanhando no site Mundo da Elétrica para ficar por dentro das novidades da área da elétrica! Caso tenha alguma dúvida ou sugestão, deixe abaixo nos comentários e te responderemos!

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Deixe um comentário