A cada dia fica mais preocupante a questão de como destinar corretamente todo o lixo produzido diariamente no nosso planeta, todo esse lixo impacta diretamente em nosso meio ambiente mas é fato que não podemos simplesmente abrir mão de toda nossa tecnologia e simplesmente para de consumir certos materiais que geram lixo. A maior questão é: Como equilibrar esta equação e reduzir a níveis toleráveis o consumo de materiais que geram resíduos?

O Mundo da elétrica trás este temas com o intuito de conscientizar os eletricistas e profissionais da eletricidade de como proceder com todo o lixo que geramos.

A reciclagem e conscientização da população é a maior ferramenta, mas para certos tipos de resíduos, como o resíduo eletroeletrônico a correta reciclagem e destinação não é tão simples como parece.

Reciclagem de eletroeletrônicos placas.

Placas eletrônicas ouro para alguns, lixo para outros.

Algumas empresas se destinam ao processo de coleta e destinação adequada deste tipo de material, outras ficam responsáveis por reciclar alguns tipos de materiais. É difícil que uma empresa fique responsável pela reciclagem de todos os tipos de materiais e desta maneira o processo é fracionado.

Falando exclusivamente sobre resíduos eletroeletrônicos o processo de destinação é dividido em quatro etapas.

Triagem:

O primeiro passo é separar os resíduos eletroeletrônicos (REE’s) e classificá-los quanto a seu tipo, podendo ser informática, telefonia e telecomunicação, eletrodomésticos entre outros. Está separação é devida ao fato de certo materiais elétricos e eletroeletrônicos possuir maior quantidade de certo tipo de material como plásticos, vidros ou metais pesados por exemplo.

Descaracterização:

Devido a alguns materiais eletroeletrônicos possuírem informações, como por exemplo os pen drives, discos rígidos entre outros, faz-se necessária uma descaracterização que garanta que todas essas informações sejam destruídas e apagadas, garantindo a integridade de dados sobre pessoas que possuíram estes equipamentos, esta etapa faz parte da responsabilidade social de integridade da informação.

Desmontagem:

Nesta etapa os materiais são desmontados todas as placas são retiradas, equipamentos, vidro e plástico. Todo o novo resíduo é novamente triado e separado nos materiais finais para a reciclagem, plástico, vidro, ferro, componentes, placas, metais pesados e etc.

Destinação de televisores e monitores.

Descarte de monitores e televisores.

Comercialização:

As empresas que são destinadas ao recolhimento e destinação terminam nesta etapa o seu processo, onde as mesmas comercializam os materiais que foram novamente triados para as empresas que efetivamente empregaram seu processo industrial para a reciclagem.

Cada Material tem um processo específico de reciclagem.

Cada cidade já possui leis específicas que estas empresas de destinação devem adotar, em certos municípios as empresas que comercializam certos tipos de materiais como pilhas e baterias (que são materiais de difícil reciclagem além de tóxicos e contaminantes para o lixo comum) são obrigadas a fazerem o seu recolhimento e destinação.

Veja este vídeo sobre o assunto:

Existem ainda empresas que fazem toda o recolhimento sem cobrar nada por isso. É importante se informar quais são as empresas em sua cidade que tem este tipo de serviço que é extremamente importante para a população.

Vale ressaltar que somos responsáveis por cuidar do meio ambiente, pequenas ações fazer a mudança acontecer, vamos nos informar e ajudar a melhorar o mundo.

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)