Os semicondutores são componentes que fazem parte do nosso dia-a-dia, sendo essenciais para o funcionamento de dispositivos e equipamentos elétricos. Sabendo da importância destes semicondutores o Mundo da Elétrica resolveu falar sobre os diodos, especialmente sobre o diodo Schottky. Abordamos neste artigo o que é diodo Schottky, quais são aplicações do diodo Schottky e quais são as suas características. Vamos lá pessoal!

O que é diodo?

O diodo é um componente eletrônico que de acordo com a sua polarização, permite a passagem de corrente elétrica somente em um sentido. Podemos fazer uma analogia simples comparando os diodos com válvulas que só deixam a água fluir em um único sentido, ou seja, o diodo faz a mesma coisa com a corrente elétrica.

Precisamos estar cientes que nada da eletrônica é ideal, ou seja, nenhum componente é perfeito. Sendo assim, para fazer um diodo comum conduzir eletricidade você precisar alimentá-lo com uma tensão de pelo menos 0.7V entre anodo e catodo, se considerarmos diodos de silício. Além dos diodos convencionais podemos mencionar outros tipos de diodos como por exemplo, diodo Schottky, fotodiodo, diodo gunn, diodo zener e diodo túnel. Cada um deles têm características distintas para atender as mais variadas aplicações.

Diodo Schottky: O que é?

O diodo Schottky é um componente semicondutor e recebe este nome em homenagem ao físico alemão Walter Hermann Schottky. O diodo Schottky têm como característica a comutação ultrarrápida, e quando é polarizado diretamente possui uma queda de tensão muito baixa.

Ao contrário do diodo comum, o diodo Schottky não é formado por uma junção P-N, porque a camada P é substituída por uma camada de metal, formando uma junção Metal-N. O material e a tecnologia utilizados no processo de fabricação do diodo schottky e do diodo comum, é o que diferencia as características de condução do diodo Schottky em relação aos demais diodos.

Essas características do diodo Schottky torna este tipo de diodo especial em muitas aplicações, desenvolvido para atender as necessidades de circuitos de comutação e proteção como por exemplo, circuitos chaveados e circuitos de proteção contra transientes.

Diodo Schottky: Vantagens e Desvantagens

Os diodos Schottky são componentes relativamente novos, As suas características especiais os tornam ideais para certas aplicações, principalmente quando os diodos comuns não são capazes de atuar em tais situações. O diodo Schottky de fato possui muitas vantagens, mas também tem algumas desvantagens em relação a sua utilização e devem ser levadas em consideração.

As principais vantagens que podemos citar é a sua velocidade de comutação que é muito rápida, além da sua queda de tensão no sentido direto, que é extremamente baixa se comparada com a queda de tensão de outros diodos, como o diodo retificador por exemplo.

Podemos destacar que as principais desvantagens do diodo Schottky são não suportar temperaturas elevadas, possuir uma elevada corrente de fuga no sentido inverso e a sua tensão de ruptura reversa geralmente é menor que 100V, que limita a sua utilização em circuitos de maior potência. Abaixo temos uma imagem com a curva característica do diodo Schottky em comparação com o diodo comum, além da sua respectiva característica.

O que é um diodo Shottky e quais são as suas características?

Simbologia do Diodo Schottky e sua a curva característica, comparada com a do Diodo comum de silício.

Diodo Schottky: Aplicações

Em projetos com amplificadores de áudio, os transistores e diodos de silício começarem a conduzir com uma tensão relativamente alta (0,7V), que pode causar distorções nos sinais. Existem componentes modernos com tecnologias que são capazes de minimizar este problema até um determinado nível de distorção que fica muito abaixo dos níveis que nossos ouvidos podem detectar. Mas, é importante destacar que não são apenas nos circuitos amplificadores que a presença do silício nos semicondutores pode afetar um circuito, pois podem gerar ruídos.

O diodo Schottky por ter um tempo de comutação extremamente rápido, da ordem de nanosegundos e até menos. Eles podem substituir perfeitamente diodos de silício comuns em fontes de amplificadores, pré-amplificadores, CD players, processadores digitais, entre outros.

Caso queira aprender ainda mais sobre os dispositivos semicondutores, o vídeo abaixo do canal Mundo da Elétrica mostra na prática como funciona um diodo retificador e faz o levantamento da curva característica do diodo.

Finalizamos mais um artigo e caso tenha ficado alguma dúvida ou curiosidade sobre o diodo Schottly, deixe nos comentários que iremos responder. Também fique à vontade para visitar o canal Mundo da Elétrica, onde possui um conteúdo muito vasto sobre elétrica em geral.

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)