O Mundo da Elétrica explica neste artigo o que é e como fazer correção fator de potência. Com o baixo fator de potência podem surgir problemas como quedas de tensões, sobrecargas e perdas elétricas em instalações. Vamos falar como o banco de capacitores pode alterar o fator de potência, além disso, vamos explicar qual a relação entre potência aparente, potência ativa e potência reativa. Então vamos lá pessoal!

Entendendo os tipos de potência

Antes de explicar o que é fator de potência precisamos entender os tipos de potência existentes.

A potência elétrica é dividida em três tipos, que são a potência aparente (VA), potência ativa (W) e a potência reativa (VAr), onde o fator de potência faz a relação entre estes três tipos de potência.

A maioria das cargas consome energia reativa indutiva! Motores e transformadores, por exemplo, que usam cargas indutivas para funcionarem, eles necessitam da criação de um campo magnético e por isso usam dois tipos de potências, ativa e reativa.

A potência ativa é a aquela que realiza trabalho e faz uso da energia de forma efetiva. Gerando calor, luz e movimento.

A potência reativa atua em cargas capacitivas e indutiva. Ao contrário da potência ativa, não realiza trabalho de forma efetiva, ou seja, ela apenas cria e mantém os campos magnéticos gerados pelas cargas indutivas.

E a potência aparente determina o que a fonte pode fornecer, somando a potência ativa e a potência reativa, ou seja, é a potência total.

Fator de potência, banco de capacitores

O que é correção fator de potência?

O que é fator de potência?

O fator de potência é a razão entre a potência ativa e a potência aparente. No caso, é a energia que está sendo transformada em trabalho e a quantidade que está sendo consumida no total, e o seu valor varia de 0 a 1.

Tudo isso é calculado pela expressão FP=kW/kVAr. Isso significa que o fator de potência é o que indica se o equipamento está operando com eficiência e aplicando energia elétrica de forma correta por um equipamento ou circuito. O fator de potência ideal é 1 e quanto mais baixo, menor a eficiência ou rendimento do equipamento.

É muito importante usar de forma correta da energia elétrica, veja alguns exemplos do que pode ser evitado com o uso correto do fator de potência!

  • Quedas de tensões
  • Baixa potência de operação
  • Superaquecimentos
  • Perdas de carga
  • Redução da capacidade de alimentação do sistema
  • Desgaste prematuro de equipamentos

Correção do fator de potência

O objetivo da correção do fator de potência é o ganho de eficiência, além de evitar defasagens entre tensão e corrente, não permitindo que os equipamentos operem com cargas desajustadas e sem produção efetiva.

Sabe-se que o baixo fator de potência ocorre quando se consome muita energia reativa em relação à energia ativa. A energia reativa pode ser neutralizada por uma carga capacitiva, assim, o caminho mais seguro para efetivamente corrigir o fator de potência e compensar as cargas indutivas existentes, é fazer a instalação de um banco de capacitores.

Em alguns casos, como em sistemas muito capacitivos como por exemplo, linhas de transmissão, é usado banco de indutores para compensar o efeito capacitivo.

As cargas indutivas produzem um adianto da corrente elétrica em relação à tensão. As cargas capacitivas produzem um atraso da corrente em relação à tensão. O banco de capacitores e o banco de indutores atuam compensando a defasagem entre a tensão e a corrente, basicamente se “opondo” as cargas indutivas.

Causas de baixo fator de potência

Muitas vezes a condição e a manutenção dos equipamentos podem levar a um baixo fator de potência. Considerando a indústria como exemplo, deve ser tomado uma serie de cuidados, além de considerar as situações que podem ser identificadas e corrigidas.

Veja alguns desses fatores que são os maiores causadores de fator de potência baixo em empresas!

  • Motores de baixa potência atuando em conjunto
  • Equipamentos trabalhando sem carga
  • Superdimensionamento de energia
  • Equipamentos com defeito ou muito antigos
  • Iluminação com uso de reatores para lâmpadas
  • Uso de máquinas de solda
  • Aparelhos de tratamento térmico

Por isso é importante que o fator de potência fique dentro dos limites, considerando os valores de cargas indutivas existentes. Assim, o dimensionamento adequado do banco de capacitores é necessário para ter o melhor aproveitamento de energia elétrica.

Corrigir o fator de potência nas empresas trás varias vantagens, veja algumas na lista abaixo!

  • Redução do consumo de energia elétrica
  • Aumento da vida útil das instalações e equipamentos
  • Redução de calor gerado em equipamentos
  • Redução da corrente reativa
  • Evitar manutenção desnecessária em equipamentos
  • Não é necessário trocar as seções de condutor para os de maior bitola
  • Não é necessário trocar de transformador para um de maior capacidade

Agora que você aprendeu sobre correção do fator de potência, separamos esse vídeo do canal Mundo da Elétrica falando um pouco sobre potência elétrica, vale a pena conferir!

Aproveite os materiais que disponibilizamos em nosso site e caso tenha alguma dúvida ou sugestão, é só deixar nos comentários que nós iremos responder. Acesse e se inscreva no canal do Mundo da Elétrica para continuar aprendendo sobre elétrica.

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)