Você entende sobre banco de capacitor? O que é um banco de capacitor? Para que serve um banco de capacitor? Como ligar um banco de capacitores? Quer aprender sobre dimensionamento de banco de capacitores e correção fator de potência?

Se você está fazendo essas perguntas, vai gostar do que preparamos para você! Aumente o seu conhecimento com esse artigo e conheça mais sobre o Mundo da Elétrica! Entretanto, antes de aprofundar no assunto precisamos conhecer o que é um capacitor e quais as suas aplicações.

O que é banco de capacitor?

O banco de capacitor normalmente é usado para correção do fator de potência ou compensar o uso de energia reativa, sendo uma sequência de capacitores em série ou em paralelo adicionados à instalação elétrica de acordo com projeto.

O banco de capacitor fornece energia reativa, possibilitando o uso da energia da concessionária de forma ativa para trabalho. A compensação da energia reativa feita pelo banco de capacitores em relação à utilizada pelos equipamentos, maquinários e transformadores de uma empresa, utiliza de maneira eficiente a energia comprada do fornecedor.

Dimensionamento de banco de capacitores, correção fator de potência

Para que serve banco de capacitor

Para que serve banco de capacitor?

Podemos dizer que o banco de capacitor equilibra o consumo de energia de forma eficiente e pode até diminuir a conta de luz.

Por isso, as grandes empresas e indústrias que trabalham com valores de tensão em CA entre 1 e 36.2 kv (média tensão) e acima de 36.2 kv (alta tensão), precisam manter o fator de potência o mais próximo possível de 0.92, que é o valor máximo tolerado por determinação da ANEEL – Agência Nacional de Energia Elétrica. O não cumprimento deste fator de potencia gera valores financeiros altos e multas na fatura mensal.

Diferenças entre cargas

Existem três tipos de cargas, resistivas, indutivas e capacitivas. As cargas resistivas são aquelas que basicamente transformam energia elétrica em calor, como a resistência do chuveiro ou o ferro de passar roupa por exemplo.

Como não geram ou interagem com campos magnéticos, o seu fator de potência é 1, ou seja, fator de potência unitário. Toda a energia elétrica empregada em uma carga resistiva é transformada em trabalho efetivo!

As cargas indutivas produzem um adianto da corrente elétrica em relação à tensão. As cargas capacitivas produzem um atraso da corrente em relação à tensão. Nas indústrias, mais de 60% da energia consumida é utilizada em motores elétricos que são cargas puramente indutivas, isso faz com que ocorra um desequilíbrio de corrente em relação a tensão na rede elétrica.

O banco capacitor atua compensando a defasagem entre a tensão e a corrente, basicamente se “opondo” as cargas indutivas.

Correção fator de potência

O baixo fator de potência ocorre quando se consome muita energia reativa em relação à energia ativa. A potência ativa realiza o trabalho colocando em movimento, gerando luz e calor por exemplo. (Medida em kW). Já a potência reativa não realiza trabalho, mas é útil para o acionamento de motores e usa a energia para manter o campo eletromagnético da carga. (Medida em kVAr).

Para entender melhor como corrigir o fator de potência, temos um vídeo do canal Mundo da Elétrica que vai te ajudar a conhecer os tipos de potência. Lembrando que vale a pena conferir um pouco mais sobre o que é fator de potência e quais são os tipos de potência. Confira no vídeo que preparamos!

Dimensionamento de banco de capacitores

Cada atividade industrial implica na escolha de como ligar banco de capacitores de acordo com a utilização e controle ordenado. Podem existir horários alternados e picos de produção, onde certos equipamentos influem diretamente no banco capacitor, fazendo com que ele compense ou não cargas reativas.

De acordo com a necessidade, pode se usar três tipos de dimensionadores: Automáticos, fixos e programáveis, sendo que cada um é recomendado de acordo com cada situação, definida por profissionais capacitados para essa função.

No controle automático, os capacitores são agrupados em bancos que funcionam de acordo com a demanda dos maquinários, com correção do fator de potência feita por um relé variométrico, sensível às variações de energia reativa, atuando de forma ideal durante operação.

Um banco de capacitores fixo é utilizado de forma contínua, corrigindo cargas constantes, onde a pouca variação de fator de potência. Devem conter um sistema de proteção para evitar um baixo fator de potência capacitivo.

O dimensionador programável é indicado para pequenos estabelecimentos, onde a demanda é pouco alterada e o seu consumo elétrico é baixo ou quase nulo durante longos períodos. O sistema atua em horários definidos, onde é ligado em horários indutivos e desligado em períodos capacitivos.

Finalizamos mais um artigo! Se tiver ficado alguma dúvida ou curiosidade, deixe nos comentários que iremos responder.

Aviso legal

Todas as informações obtidas neste site e páginas de redes sociais relacionadas a ele são apenas de caráter INFORMATIVO. O Mundo da Elétrica NÃO se responsabiliza por nenhum dano ou prejuízo causado pela execução de ações relacionadas ou não ao conteúdo descrito aqui. Procure sempre um profissional qualificado, sigas as normas e utilize os equipamentos de proteção para qualquer trabalho que envolva eletricidade.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)